Celtic Frost: Tom Fischer anuncia sua nova banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por César Enéas Guerreiro, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar Correções  

O ex-frontman do CELTIC FROST, Tom Gabriel Fischer, anunciou a formação de sua nova banda, TRIPTYKON, cujo logo está abaixo:

publicidade

A primeira amostra de áudio, uma faixa chamada "Cucifixus", pode ser ouvida na página oficial do TRIPTYKON no MySpace – www.myspace.com/triptykonofficial.

Fischer comentou o seguinte: "O TRIPTYKON soará o mais próximo possível do CELTIC FROST e o álbum no qual estou trabalhando terá todo o material que imaginei para o sucessor do 'Monotheist' [do CELTIC FROST]. Meu desejo é que o álbum seja uma evolução mais sombria, pesada e um pouco mais experimental do 'Monotheist'".

publicidade

"'Cucifixus' é apenas uma das composições com as quais pretendo atingir esse objetivo. Mas o TRIPTYKON não pode ser definido apenas por essa música, da mesma forma que o CELTIC FROST não podia ser definido apenas por 'Totengott'".

Fischer anunciou sua saída do CELTIC FROST no mês passado, citando "a inevitável e grave deterioração do relacionamento pessoal tão necessário para a colaboração com uma banda tão diferenciada, instável e ambiciosa".

publicidade

"Eu sempre imaginei o álbum 'Monotheist' como um mero começo, mas um começo nada tímido", ele explicou. "Minha mente e espírito estão cheios de energia, criatividade e idéias. O CELTIC FROST tinha se tornado o centro das minhas atenções pela segunda vez em minha vida. Eu estava extremamente ansioso para trabalhar no próximo álbum do CELTIC FROST que, para mim, precisava ser mais sombrio, pesado e experimental do que ‘Monotheist’".

publicidade

"Mas o CELTIC FROST consistia de três indivíduos, e eu era um deles. No final eu tive que admitir para mim mesmo que não havia outra opção".

Fischer acrescentou que "Artisticamente, eu certamente não queria deixar o CELTIC FROST; eu nunca estive tão contente com a música e a criatividade da banda. Eu vi 'Monotheist' como o primeiro de muitos álbuns importantes a serem lançados pelo grupo. Portanto, planejo continuar exatamente na mesma veia artística do CELTIC FROST. Eu tinha uma idéia bastante clara sobre como poderiam ser os próximos dois álbuns do CELTIC FROST e pretendo realizar essa idéia, produzindo esses álbuns com um novo grupo. Eu também gostaria de continuar a fazer turnês e tocar a música que compus para o CELTIC FROST ao longo dos anos para platéias ao redor do globo".

publicidade

No começo do ano havia a informação de que o CELTIC FROST estaria compondo um álbum com o provável título de "Monotheist Companion", que traria músicas não-lançadas das sessões de gravação e novos arranjos das faixas de "Monotheist", lançado em 2006. O disco poderá ser lançado ainda no primeiro semestre.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Sabaton: Exército brasileiro retribuiu homenagem da banda suecaSabaton
Exército brasileiro retribuiu homenagem da banda sueca

Gigwise: as capas mais polêmicas dos anos 2000Gigwise
As capas mais polêmicas dos anos 2000


Sobre César Enéas Guerreiro

Nascido em 1970, formado em Letras pela USP e tradutor. Começou a gostar de metal em 1983, quando o KISS veio pela primeira vez ao Brasil. Depois vieram Iron, Scorpions, Twisted Sister... Sua paixão é a música extrema, principalmente a do Slayer e do inesquecível Death. Se encheu de orgulho quando ouviu o filho cantarolar "Smoke on the water, fire in the sky...".

Mais informações sobre César Enéas Guerreiro

Mais matérias de César Enéas Guerreiro no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin