David Lee Roth: imitador fingiu choque anafilático

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Daniel Faria, Fonte: The Toronto Star / The Hamilton Spectato, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 12/07/08. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Foi uma história que circulou pelo mundo inteiro: o rock star David Lee Roth foi salvo por dois oficiais da OPP (Ontario Provincial Police) depois de sofrer uma forte reação alérgica a amendoins enquanto dirigia em uma estrada secundária perto de Brantford. Leia abaixo a nota original.
5000 acessosDavid Lee Roth sofre reação alérgica quase fatal

Varios jornais até fizeram um segundo artigo depois da notícia original sobre como o vocalista do VAN HALEN, vestido em roupas brilhantes de rock-star, entrou em um bar de Brantford com duas enfermeiras depois de passar a noite se recuperando no Brantford General Hospital.

O único problema é que a história não é verdadeira...

Os dois policiais e várias outras pessoas na região de Brantford parecem ter sido vítimas de um charmoso impostor.

"A história é completamente falsa", disse o publicista pessoal de David Lee Roth, Elaine Schock, esta semana do escritorio dela em Los Angeles. "Eu nem sei de onde veio isso. David mesmo não dirige. Ele tem um motorista. E ele nao veste roupas brilhantes a menos que esteja no palco".

Isto, claramente, veio como um choque para os dois oficiais da OPP que entraram o nome "David Lee Roth" no relatório deles sobre o incidente do dia 23 de maio e depois descreveram as roupas brilhantes para a CTV News.

Os oficiais nao foram os únicos a ser enganados. Frequentadores do clube, funcionários do hospital, cabelereiros, produtores de música e músicos, todos acharam que tinham se divertido com Roth.

"Pra falar a verdade estou tentando descobrir o que está acontecendo", disse Constable Larry Plummer, oficial de relações públicas para a OPP de Brantford, que admitiu que não poderia ter sido Roth o sujeito que foi resgatado pelos dois oficiais.

"No dia 23 de maio, o dia que era para isso ter acontecido, Roth estava tocando no Madison Square Garden com o VAN HALEN", ele disse.

Plummer disse que os oficiais nunca pediram identificação quando eles pararam o carro alugado do homem misterioso por estar dirigindo de forma irregular perto de Oakland, um vilarejo ao sul de Brantford.

"Eles estavam preocupados demais em ajudar um homem que estava em crise," Plummer disse. A policia, porém, continua investigando a identidade do sujeito misterioso.

Depois de ser tratado no hospital, o misterioso [e falso] Dave levou duas enfermeiras para o Liquid Lounge ali perto, onde ele subiu no palco e tocou com uma banda local. Até fotos suas foram batidas.

A dona do Liquid Lounge, Cheri Welsh, notou os cachecóis brilhantes e sapatos de jacaré. "Eu nao entendo a motivação dele", ela explicou. "Não é como se ele estivesse recebendo bebidas grátis ou algo do tipo. Ele estava pondo dinheiro na mesa".

Até os membros do PHATSTICK, a banda de St. Catharines que tocou “Ice Cream Man” do VAN HALEN com o homem misterioso cantando - ficaram impressionados.

"Não estávamos totalmente convencidos no começo pois tanta gente aparece nos shows dizendo que sao alguém famoso ou parente de algum astro," disse o baterista Joe Lavergne. "Mas no caso de Dave, ele fez muito bem a coisa".

O homem misterioso tambem foi várias vezes num período de duas semanas ao salão “U Are Beautiful” em Cambridge para tratamento de bronzeamento, cortes de cabelo e tingimento. "Ele sempre pagou com dinheiro", disse Lesley, que pediu para que seu sobrenome não fosse divulgado.

Lesley disse que o salão deu para ele um tratamento grátis quando ele disse que ia aparecer no MuchMusic (canal de TV de música de Toronto). E ele também fez um show privado no salão. Lesley disse que no começo eles estavam suspeitando porque ele tinha uma brecha entre os dentes, mas ele explicou que sempre usou uma cobertura quando subia no palco.

E Dean Hajas, um compositor local e engenheiro de gravação, disse que ainda está certo que o homem que ficou na casa dele por três semanas é o David Lee Roth verdadeiro.

"Ele me ligou do nada e pediu se poderia vir e fazer algum trabalho", Hajas disse. "Ele tem parte do meu material... eu falei com ele no celular dele ontem e ele disse que o publicista estaria divulgando algo hoje para clarear toda essa bagunça".

A publicista de Roth admitiu que a história bizarra ajudou a manter o nome do seu cliente no noticiário. "E não é uma má publicidade, mas apenas uma publicidade estranha", disse, acrescentando: "Ele não fica em lugares assim (a casa de alguém). Dave é um tipo que fica em hotéis quatro estrelas".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Van HalenVan Halen
Em "5150", uma banda mais compacta e divertida

1241 acessosVan Halen: Simplesmente "FUCK"474 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Van Halen"

Rolling StoneRolling Stone
As 100 melhores músicas de guitarra

Tempo implacávelTempo implacável
Os rockstars também envelhecem parte 1

Maridos traídosMaridos traídos
Não adianta: todo mundo terá seu dia de dor-de-corno

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Van Halen"

MetalMetal
As bandas mais expressivas surgidas nos últimos 15 anos

AC/DCAC/DC
Isso sim é uma bela estrada para o inferno

Twisted SisterTwisted Sister
Dee Snider: "Ser pobre e famoso é uma merda"

5000 acessosBlack Sabbath: About.com elege os 5 melhores álbuns da banda5000 acessosMetromix: a lista dos vocalistas mais irritantes do rock5000 acessosMegadeth: uma voz escondida em música de 2004 previa a entrada de Kiko na banda?5000 acessosGuitarras: algumas podem mudar a sua vida, outras não5000 acessosDeep Purple: Blackmore atirou macarronada na cara de Gillan em 935000 acessosMotorhead: Nem queda de avião consegue abalar a calma de Lemmy Kilmister

Sobre Daniel Faria

Nascido em 1977, cresceu em um lar onde rock progressivo dominava as ondas do ar. Aos 12 anos, com a compra de "Paranoid" (Black Sabbath) tudo mudou e o metal gradualmente passou a ser o som predominante em casa. Estudou Computer Science / Applied Science pela Concordia University (Montreal, Québec, Canada) e hoje vive em um vilarejo rural em Simcoe County, centro-sul de Ontario, Canada.

Mais matérias de Daniel Faria no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online