Tobias Sammet: "farto de alta velocidade a qualquer custo"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Diego Camara, Fonte: Brave Words & Bloody Knuckles, Tradução
Enviar Correções  

O frontman do EDGUY, Tobias Sammet, deu uma entrevista para Carl Begai do site Bravewords.com. Um resumo da discussão sobre o novo álbum, "Tinnitus Sanctus", foi colocada abaixo:

Reclamações sobre o álbum 'Tinnitus Sanctus' não têm nada a ver com a escolha de letras e imagens de vídeo potencialmente idiotas (boa parte do álbum anterior, "Rocket Ride"). Aparentemente a falta da velocidade acrobática no novo álbum deixou muitos fãs revoltados. Vale ouvir de Sammet, que admitiu intencionalmente mover o som da banda mais para um caminho mais leve do que dizer que ele copiou o "movimento natural" da grande indústria musical.

publicidade

"Eu não posso falar por todos da banda, mas eu estava cansado dessa história 'alta velocidade a todo custo'. Se você realmente tem que dizer algo sobre alta velocidade, como em 'Speedhoven' por exemplo, então está bom pois esta música era para ser rápida, mas eu realmente não quero pessoas dizendo o que eu devo fazer. Eu não vou gravar músicas rápidas somente por gravar músicas rápidas. Isso não faz sentido, e para mim fazer músicas em velocidade média me dá mais oportunidades para colocar energia, melodia e atmosfera nelas. A música respira muito mais, e isso faz com que seja mais fácil que ela tenha um coração e uma alma. Há tantas bandas de Power Metal tocando músicas rápidas e todas as músicas soam iguais. Algumas vezes eu penso que estas músicas foram feitas seguindo uma receita".

publicidade

A entrevista completa (em inglês), está disponível neste link.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Separados no nascimento: Sebastian Bach e Fernanda LimaSeparados no nascimento
Sebastian Bach e Fernanda Lima

Slayer: fãs hardcore dão (literalmente) o sangue pela bandaSlayer
Fãs hardcore dão (literalmente) o sangue pela banda


Sobre Diego Camara

Nascido em São Paulo em 1987, Diego Camara é jornalista, radialista e blogueiro. Seu amor pelo metal e rock começou há 6 anos. Um amante da nova geração, é um grande fã de Arjen Lucassen, Andre Matos e bandas como Nightwish, Hammerfall, Sonata Arctica, Edguy e Kamelot. Também não deixa de ter amor pelos clássicos, como Helloween, Gamma Ray e Iron Maiden e do Rock de bandas como Oasis, Queen e Kings of Leon. Atualmente seus textos podem ser lidos no blog OCrepusculo.com sobre assuntos diversos, além de planos para criação de um projeto totalmente voltado aos blogs de Rock e Metal.

Mais informações sobre Diego Camara

Mais matérias de Diego Camara no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin