Nightwish: Anette fala sobre o radicalismo na música

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Emanuel Seagal, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 18/07/09. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


Anette Olzon, vocalista do NIGHTWISH, postou o texto abaixo em seu blog oficial:
1482 acessosTarja Turunen: trazendo novamente ao Brasil uma boa turnê solo5000 acessosRock Brasileiro da Década de 70

"Quando eu cantei no Alyson Avenue, que é uma banda com vocal feminino como o NIGHTWISH, mas muito mais, pois somente minha voz está lá, nós víamos muitos 'reais' hard rockers e headbangers que falaram que bandas com vocal feminino eram merda e que somente homens deveriam cantar rock, e etc... Muito antes de ser assim, até bandas como HEART tinham grandes problemas para ter algum respeito em sua época.

Muitas pessoas pensam que é OK misturar ópera ou canto clássico no metal mas não aceitam, por exemplo, que Britney ou Avril Lavigne cantem metal??

Qual é a diferença entre ter um cantor de outro gênero como pop ou jazz cantando metal ou um cantor clássico?

E olhe para Chris Cornell e Timbaland... então isso não seria OK de fazer também? Visto que Chris é um roqueiro e Timbaland 'pop'?

Você pode imaginar o que os fãs de ópera/clássico diriam sobre cantores de música clássica que cantam em uma 'banda metal??' 'Oh meu deus... isso não pode ser feito... ópera é tããããão especial e metal não é música...' Tenho ouvido por mim mesma estas coisas sendo ditas na universidade de música e no meio de pessoas que estudaram música clássica.

E quando eu comecei a ter aulas de canto aos 15 anos... 'Você PRECISA cantar ópera ou clássico!! O rock irá matar sua voz!!!'

Hmmm... ;=)

Eu cantei em um show local de Natal alguns anos atrás e era a única que não foi treinada em ópera ou clássico. E quando ensaiamos, o responsável disse logo após eu cantar uma música mais rock: 'Bem, ISSO também é uma forma de cantar...' e pareceu que ele havia engolido um limão muito ruim... ;=)

Uma coisa é todos termos diferentes gostos na música... nós devemos ter e isso é ótimo, mas quando se trata de 'regras' e tal radicalismo que podemos ver não somente no metal mas em outros gêneros também, eu acho que é triste para a música.

Música deve ser alegre, quebrando fronteiras, tornando as pessoas mais próximas, fazendo as pessoas sentirem, abraçarem e falarem com corações e almas, e mais do que isso, preencher o mundo com sons diferentes.. como eu disse antes quando falei sobre diferenças nas pessoas, eu não quero ouvir apenas UM som repetitivo todos os dias, eu quero ter sons diferentes ao redor.

Mais cores na música também ;=)

E aqui [veja vídeo do YouTube abaixo] é apenas um exemplo de cruzamento de fronteiras: Nightwish em um remix da DJ Orkidea... ótimo, ótima mix e eu amaria dançar ao som disto na pista de dança. ;=) techno é perfeito na pista de dança. ;=)"

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Tarja TurunenTarja Turunen
Trazendo novamente ao Brasil uma boa turnê solo

1234 acessosTarja Turunen: Como foi a apresentação da cantora em São Paulo1412 acessosMarcio Guerra: A performance de Falaschi e Tarja no RIR 2011896 acessosRio Rock City: Quando o vocalista novo dá certo?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Nightwish"

Tarja TurunenTarja Turunen
"O Metal veio para minha vida com o Nightwish!"

TarjaTarja
Reagindo à escolha de canção em casamento de Léo Áquila

Tarja TurunenTarja Turunen
Nightwish é uma banda de metal, eu faço rock

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Nightwish"

A década perdida?A década perdida?
Rock Brasileiro da Década de 70

MetallicaMetallica
Jason explica o baixo apagado de And Justice For All

Max CavaleraMax Cavalera
Explicando o que houve com seus dentes

5000 acessosMotley Crue: Atriz pornô comenta sua relação com Tommy Lee5000 acessosAntes do Black Sabbath: as 50 músicas mais pesadas do rock5000 acessosCourtney Love: ajudando a resolver os maiores mistérios do mundo5000 acessosUltimate Classic Rock: as 25 músicas mais tristes da história5000 acessosCorey Taylor: lesão cervical foi 20 vezes pior que em lutadores do UFC5000 acessosEsquecendo a letra no palco: Bruce Dickinson, Peter Criss e mais

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Emanuel Seagal

Descobriu o metal com clássicos como Iron Maiden e Black Sabbath. Hoje em dia, entre outros gêneros musicais, e sem se limitar a rótulos, ouve principalmente doom, viking e folk metal. Sempre que possível está em busca de novas bandas que tenham algo a transmitir alem de clichês, e mesmo em meio a tantas novidades não dispensa pérolas como o bom e velho Candlemass. Acompanha o Whiplash! desde os primórdios, tendo iniciado sua vida de internauta no mesmo ano de criação do site (1996). Há algum tempo está envolvido com metal, seja trabalhando com eventos, bandas, gravadoras ou imprensa, na tentativa de contribuir de alguma forma para o crescimento desse que é um dos segmentos mais apaixonantes da música, o metal.

Mais informações sobre Emanuel Seagal

Mais matérias de Emanuel Seagal no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online