In Flames: "não sabíamos o quão ruim estava Jesper!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Karina Detrigiachi, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar Correções  

O baixista do IN FLAMES, Peter Iwers, recentemente concedeu uma entrevista em que falou sobre o atual estado do guitarrista Jesper Strömblad, que está internado em um centro de reabilitação para livrar-se do alcoolismo, e também sobre a atual situação da banda com Niclas Engelin, substituto temporário de Strömblad.

publicidade

Qual o estado de Jesper [Strömblad- guitarrista] agora? Ele ainda está na reabilitação? Qual é a situação agora com a banda no geral?

Peter Iwers: "Seu status é que ele ainda está trabalhando para ficar 100 por cento - ficar melhor e voltar assim que ele se sentir preparado. Agora nada vai mudar. O IN FLAMES possui cinco membros e nada mudará, ao contrário do que algumas pessoas têm especulado. Jesper está na banda, mas ele precisa estar preparado.

publicidade

Cabe a ele dizer quando estará pronto para voltar e quando estará forte o suficiente para ficar na estrada. Ele realmente precisa lidar com seus problemas, e nós estamos aqui por ele, tanto quanto podemos, tentando apoiá-lo da melhor maneira possível, sem o apressar e mostrando-o que seu lugar é aqui, quando ele estiver pronto para voltar.

Ele não vai voltar pelo menos para a primeira turnê, e então nós vamos ver como será a próxima. Ele está melhorando e estou muito feliz por ele. Tem sido um problema de muitos, muitos anos. No início deste ano, ele adiou esta decisão, mas a sua mais recente decisão foi de se analisar e melhorar de uma vez por todas.

publicidade

E com algumas pequenas dificuldades ele está progredindo. Trata-se de uma doença e muitas pessoas não sabem disso. E todos tiveram que aprender, obviamente. Alcoolismo é uma doença - você não pode evitar. Muita gente pode dizer [que os alcoólicos são] egoístas e mesquinhos, e o que um alcoólatra pode fazer para você, de forma pessoal, mas lembre-se que trata-se de uma doença. Leva um tempo para melhorar. E ele é um dos meus melhores amigos e estou tentando dar a ele todo o apoio que ele precisa".

publicidade

Então a decisão foi dele? Não houve qualquer tipo de intervenção da banda ou algo dessa natureza?

Peter Iwers: Não, porque nós não sabíamos o quão ruim ele realmente estava. E quando você é um alcoólatra, obviamente é uma vida dura, mas acho que de alguma forma você sabe. Não sabíamos o quão ruim ele realmente estava. Na verdade ele nos contou sobre isso. Foi uma decisão própria dele. Estamos torcendo por ele. Mas ainda estamos excursionando pois queremos tocar e realizar os compromissos que marcamos para o ano inteiro. Não podemos simplesmente continuar cancelando. Nós nos reunimos com Jesper e determinamos manter a turnê sem ele até que ele esteja pronto para voltar".

publicidade

OK, então conte aos fãs sobre a substituição:

Peter Iwers: "Niclas Engelin. Ele toca em uma banda chamada ENGEL. Ele tem nos ajudando e é um grande guitarrista, grande compositor e tudo o mais. E sua banda, o ENGEL, é uma que todos deveriam escutar. Eles possuem um ou dois álbuns, mas não sei qual a situação do segundo. Porém eles são uma banda incrível. Ele é um grande cara. Ele veio com somente alguns dias de aviso e incrementou as músicas. E ele é um bom amigo, já há muito tempo. Eu e ele nos juntamos ao IN FLAMES em 1997, e o Björn [Gelotte] tocava bateria e Nic guitarra. Porém em 1998 Björn decidiu por tocar guitarra então Nic saiu e formou o ENGEL. Nos tornamos bons amigos desde então".

publicidade

Para conferir a entrevista completa (em inglês) acesse este link.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


System Of A Down: Daron Malakian ensina como ser músicoSystem Of A Down
Daron Malakian ensina como ser músico

Mini Iron Maiden: tocando Ghost Of The Navigator na escolaMini Iron Maiden
Tocando "Ghost Of The Navigator" na escola


Sobre Karina Detrigiachi

Designer, nascida na cidade de São Paulo, Kari como é mais conhecida, cresceu ouvindo Deep Purple, Led Zeppelin, Skid Row e Alice Cooper. É apaixonada por todas as vertentes do Metal, porém ouve de tudo um pouco sem se prender a rótulos.

Mais matérias de Karina Detrigiachi no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin