Rob Halford: "Tenho fãs metaleiros gays em todo o mundo"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Diego Camara, Fonte: Dallas Voice, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Rich Lopez, do Dallas Voice, conduziu em dezembro de 2009 uma entrevista com Rob Halford, frontman do JUDAS PRIEST. Um trecho da conversa pode ser visto abaixo.

Rock Progressivo: Você sabe que está ouvindo demais quando...Metallica: Ulrich comenta sobre seu maior erro

Sua voz é uma lenda. Ela ficou restrita ao cantar algumas músicas tradicionais [para o álbum "Winter Songs" do HALFORD]?

Halford: "Esta voz pode fazer muitas coisas e eu vejo isso como um presente. Eu terminei de ler uma crítica de ADAM LAMBERT e parece ser um álbum fantástico. Em primeiro lugar, obrigado a Deus por Adam Lambert. Precisamos de pessoas como ele na música e na comunidade gay. A voz dele pode fazer muitas coisas ótimas."

Você tem um público gay em particular?

Halford: "Eu tenho fãs metaleiros gays em todo o mundo. Algumas vezes eles são tão óbvios do palco, mas sempre é uma surpresa maravilhosa."

O quão isso é legal?

Halford: "Algumas destas canções entram no espírito do orgulho [gay] e podem ser até mesmo hinos gays como 'Light of the World'".

Faz mais de 10 anos desde que você assumiu. Como tem sido desde então?

Halford: "Me dá muito conforto e é um peso a menos nos meus ombros. Há muita fobia no metal, mas vou retirando lascas desse muro, pouco a pouco. Passou pela minha mente que eu não tive feedback negativo. Os fãs foram legais, e isso diz muito para um mundo melhor. Viemos nos trancos e barrancos".

O que nos surpreenderia em Rob Halford?

Halford: "As pessoas pensam que por causa das minhas roupas de couro e rebites eu faço parte desta comunidade. É apenas um visual, nunca estive envolvido pessoalmente com a comunidade do couro, mas eu respeito e apoio as escolhas e decisões das pessoas. Ah, e eu posso ser uma diva. Eu só quero aparecer e gravar. Eu tenho meus momentos também. Algumas vezes a banda pensa: 'Oh, ela está tendo um momento de drama'".

A entrevista completa pode ser vista, em inglês, no Dallas Voice, no endereço abaixo.



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Homossexualidade"Todas as matérias sobre "Judas Priest"Todas as matérias sobre "Rob Halford"


Noisecreep: dez melhores canções de Metal (e Hard) dos 80sNoisecreep
Dez melhores canções de Metal (e Hard) dos 80s

Músicas imortais: Electric Eye, um dos maiores símbolos do heavy metalMúsicas imortais
"Electric Eye", um dos maiores símbolos do heavy metal


Rock Progressivo: Você sabe que está ouvindo demais quando...Rock Progressivo
Você sabe que está ouvindo demais quando...

Metallica: Ulrich comenta sobre seu maior erroMetallica
Ulrich comenta sobre seu maior erro


Sobre Diego Camara

Nascido em São Paulo em 1987, Diego Camara é jornalista, radialista e blogueiro. Seu amor pelo metal e rock começou há 6 anos. Um amante da nova geração, é um grande fã de Arjen Lucassen, Andre Matos e bandas como Nightwish, Hammerfall, Sonata Arctica, Edguy e Kamelot. Também não deixa de ter amor pelos clássicos, como Helloween, Gamma Ray e Iron Maiden e do Rock de bandas como Oasis, Queen e Kings of Leon. Atualmente seus textos podem ser lidos no blog OCrepusculo.com sobre assuntos diversos, além de planos para criação de um projeto totalmente voltado aos blogs de Rock e Metal.

Mais informações sobre Diego Camara

Mais matérias de Diego Camara no Whiplash.Net.