Muse: banda é cortada da trilha sonora de "Eclipse"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Francisco Silva Júnior, Fonte: Baixahits
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 16/03/10. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

A banda inglesa MUSE foi cortada da trilha sonora do filme "Eclipse", terceiro filme da saga "Crepúsculo". A banda revelou que escreveu uma canção de amor para ser usada no filme de vampiros, mas a produção acabou recusando a música.

424 acessosRio Rock City: melhores introduções de baixo da atualidade5000 acessosSlayer: quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanista

"São as pessoas envolvidas com os negócios do cinema, sem nenhuma relação com os escritores e o pessoal da criação. Acredito que as pessoas cujo trabalho não envolve criação são as mais difíceis para se lidar em Hollywood, então acabou não dando certo", revelou o baterista Dominic Howard.

O baterista ainda afirmou que aproveitará a música gravada para usar em um novo álbum.

"Claro que nós vamos aproveitar a música", disse Howard. "Nós gravamos na Austrália e estamos prontos para trabalhar em coisas novas. Em breve entraremos em estúdio com o produtor Butch Vig (Nirvana, Green Day, Foo Fighters)".

A notícia foi recebida com espanto, já que Stephenie Meyer, criadora da saga Crepúsculo disse que o Muse é a sua banda predileta.

A banda já havia participado da trilha sonora dos dois primeiros filmes da saga de Stephenie Meyer. Em "Crepúsculo", o primeiro filme, com a música "Supermassive Black Hole". No segundo filme, "Lua Nova", a música foi "I Belong to You (Remix)".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

424 acessosRio Rock City: melhores introduções de baixo da atualidade0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Muse"

MuseMuse
Eleita a melhor banda do mundo na atualidade

Total GuitarTotal Guitar
Os melhores riffs de guitarra do século 21

Regis TadeuRegis Tadeu
Ah, o ingresso é muito caro? Então não vá ao show!

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Muse"

SlayerSlayer
Quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanista

Cradle Of FilthCradle Of Filth
"Pessoas chamam de satânico o que não entendem!"

Iron MaidenIron Maiden
A tour de Powerslave quase acabou com a banda

5000 acessosDimebag Darrell: guitarra de Van Halen num caixão do Kiss5000 acessosDepressão: 10 músicas que devem ser evitadas5000 acessosGóticas: 10 grandes bandas do gênero na Inglaterra dos anos 804910 acessosGeezer: grande parte da minha vida se foi com Ronnie5000 acessosStreet Fighter: e se os músicos do grunge entrassem pro game?5000 acessosHelter Skelter: a música que Charles Manson "roubou" dos Beatles

Sobre Francisco Silva Júnior

Francisco nasceu e mora em Natal/RN. Escuta rock desde 1996, quando ouviu o disco “Dois” da Legião Urbana. A partir daí, não parou mais. Ouvia bastante Nirvana, Pearl Jam, Alice In Chains, Silverchair e outras, quando mais jovem. É engenheiro de computação e trabalha como professor do serviço público federal. Atualmente, dedica algumas horas de seu tempo como vocalista e guitarrista de uma banda. Curte todos os estilos e sub-estilos do rock e do metal, mas hoje em dia, tem preferência por jovens bandas britânicas como Oasis, Radiohead, Muse, Keane e Arctic Monkeys.

Mais matérias de Francisco Silva Júnior no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online