Evergrey: chegada a hora de acontecer algumas mudanças

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Kako Sales, Fonte: Blabbermouth.Net, Tradução
Enviar Correções  

O vocalista/guitarrista Tom S. Englund, da banda sueca EVERGREY, divulgou o seguinte comunicado:

Motley Crue: Atriz pornô comenta sua relação com Tommy LeeRoadrunner: os dez melhores vídeo-clipes da gravadora

"Como prometido, aqui está a primeira parte das novidades sobre o EVERGREY como banda.

Inicialmente pode parecer devastador e assustador, assim como foi para nós ao tomarmos essa decisão. As pessoas mudam, se desenvolvem e crescem, às vezes de formas diferentes e em direções diferentes. Isso acontece com todo mundo e certamente aconteceu com o EVERGREY como uma banda com o passar dos anos.

Eu e o Rikard (Zander, teclados) nos reunimos com o Henrik (Danhage, guitarras) e Jonas (Ekdahl, bateria) e tomamos a decisão mútua de que era melhor para todos nós que eles saíssem do EVERGREY. Eles queriam sair e nós queríamos que eles saíssem.

As últimas turnês, gravações e até as zoeiras uns com os outros não têm sido tão divertidas como antes e antes que aconteça alguma coisa, resultando numa colisão entre amigos, que poderia arruinar tudo o que construímos durante esses anos, decidimos nos separar.

Às vezes é tanto inteligente quanto previsível acabar com situações antes que elas saiam do controle e criem algo que é totalmente desnecessário e irreparável. Fazer parte de uma banda deve ser uma experiência de diversão, entrega e satisfação. Há TANTO tempo na vida de um músico em turnê que é chato que se você não curtir enquanto estiver tocando, então é melhor fazer algo diferente.

Henrik e Jonas também têm o DEATHDESTRUCTION que TAMBÉM tem se desenvolvido e se tornado mais e mais sério com o passar do tempo e agora eles até gravaram um álbum de estréia e naturalmente parece revigorante para eles entrar em algo novo e inexplorado, diferente do EVERGREY, onde eles têm experimentados mais ou menos as mesmas coisas continuamente.

É MUITO importante para nós dizer a vocês que nós ainda somos grandes amigos e muito provavelmente sempre seremos visto que compartilhamos 10 anos de nossas vidas e as dedicamos ao progresso e desenvolvimento do EVERGREY. A amizade é o que valorizamos ao máximo e nada poderia ser mais importante que isso, ao menos para nós quatro. Então, por favor, tome algum tempo para digerir e entender. Que isso é o que fizemos e fico feliz em dizer que todos nós estamos mais felizes do que há muito tempo não estávamos. Isso é algo que eu acho que vocês podem sentir quando assistirem a versão em vídeo do comunicado.

MAS isso não é tudo. Jari (Kainulainen, baixo) TAMBÉM decidiu sair da banda, e a razão foi que ele iria tocar com uma banda chamada KILLING MACHINE, pois eles puderam lhe oferecer um salário que nós não podemos e essa foi a única razão de sua decisão. Nós ficamos MUITO tristes em ver Jari sair, pois ele é um exímio baixista e uma ótima pessoa.

Eu sei o que vocês estão pensando... JÁ BASTA de notícias depressivas.

Então, para algo mais leve: Com todas essas novas situações que estamos enfrentando, eu e Rikard tivemos que nos sentar e pensar. A primeira coisa foi, é claro, ‘Foda-se... vamos arrumar um emprego comum,’ mas depois de algumas semanas de contemplação e silêncio, percebemos uma coisa: devíamos largar o que estávamos fazendo, algo que ainda amamos tanto quanto há dez anos atrás, senão mais, por causa de alguém saindo? Quer dizer, não é como se fosse a primeira vez que isso acontece e isso nunca fez o EVERGREY se estagnar ou perder o foco, pelo contrário. Então, deveríamos continuar a fazer a música que nós e VOCÊ curtem muito?

Como podem perceber, nós decidimos continuar.

Nós temos um álbum inteiro já composto e gravado pela metade. O último dia de gravação/mixagem será 30 de junho. E o lançamento será ANTES ou até no máximo 14 de outubro. Nós vamos logo (como de costume) estar liberando alguns pedaços para vocês.

Nós TAMBÉM temos uma turnê européia em seguida – começando NO PRÓXIMO DOMINGO em Hamburgo. E para estarmos aptos para sair em turnê, devemos ter novos membros, e nós temos! Então mantenham a cabeça aberta e dêem boas vindas a:

* Marcus Jidell (ex-ROYAL HUNT) nas guitarras
* Johan Niemann (ex-THERION, MIND'S EYE) no baixo
* Hannes Van Dahl na bateria

Então certifiquem-se de trazer álbuns das bandas mencionadas acima para os shows para serem autografados.

Esses são os caras com os quais estivemos trabalhando duro ensaiando as músicas antigas e compondo as novas. E hoje foi nosso último ensaio para a turnê e devo dizer que o som está muito louco, de uma forma que eu não esperava após tão pouco tempo. Não há nenhuma chance de você se desapontar com a performance desses caras.

Então é por isso que nós vamos fazer essa turnê... Para trazes e apresentar os novos caras a vocês e também ao mesmo tempo ter a chance de tocar nas cidades em que não estivemos na turnê de novembro, é claro.

Como em QUALQUER mudança, quando você dá tempo a ela, você percebe que se transformou em algo melhor. Até agora, nessa INTERMINÁVEL troca de membros no EVERGREY, sempre tem se transformado em algo incrível e trazido sangue novo e motivação para dentro da banda, e o nível de vontade para provar a nós mesmos como banda está mais alto que nunca.

Nós temos algumas outras ótimas notícias que certamente vão levar essa banda a um outro nível, mas por enquanto ainda não posso falar.

"Então não desistam de nós, vocês nunca desistiram, e nós amamos vocês por isso!"




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metal sueco: site elege as dez melhores bandas da SuéciaMetal sueco
Site elege as dez melhores bandas da Suécia

Tom Englund: os álbuns que marcaram o vocalista do EvergreyTom Englund
Os álbuns que marcaram o vocalista do Evergrey


Motley Crue: Atriz pornô comenta sua relação com Tommy LeeMotley Crue
Atriz pornô comenta sua relação com Tommy Lee

Roadrunner: os dez melhores vídeo-clipes da gravadoraRoadrunner
Os dez melhores vídeo-clipes da gravadora


Sobre Kako Sales

Mineiro de Januária, baterista autodidata, cresceu em ambiente familiar ligado à música popular e erudita. Seu pai chegou a fazer pequenas turnês com bandas da Jovem Guarda como tecladista no fim da década de 70. Aos 10 anos, iniciou os estudos de teoria musical e piano clássico. Teve o primeiro contato com o mundo do metal ao escutar o CD Angels Cry do Angra, aos 15 anos. Desde então tem se dedicado a conhecer, colecionar e difundir o melhor do metal brasileiro e mundial. Graduado em Letras/Inglês, principalmente por influência da língua-mãe do rock, tem como principais ícones do metal as bandas Angra, Symphony X, Dream Theater e Opeth.

Mais informações sobre Kako Sales

Mais matérias de Kako Sales no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin