Steven Tyler: "Cheirar ou não cheirar nem era uma questão!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Site do Lokaos Rock Show
Enviar correções  |  Comentários  | 

A autobiografia de Steven Tyler tem um milhão de lembranças.

339 acessosLoja de Discos do Cassio: Aerosmith no Rock in Rio5000 acessosPhil Anselmo: vocalista mostra seu barraco em Louisiana

Como daquela noite em 1978 quando ele desmaiou no palco enquanto cantava “Reefer-Headed Woman”. Ou quando ele e o Aerosmith visitaram a Casa Branca no dia que Bill Clinton sofreu um impeachment. Ou aquele estranho fim de semana com Keith Richards na antiga casa de Bing Crosby em Long Island. Tyler escreve que todo mundo estava “alucinado de farinha”.

A agência de notícias Associated Press comprou uma cópia de “Does the Noise in My Head Bother You?”, que sai nos EUA essa semana. Explícito e cheio de exclamações, parece uma versão ainda mais louca e mais alta do best-seller de Richards, “Life”. Tyler, de 63 anos, faz uma retrospectiva e conta história atrás de história sobre a vida na “mais decadente, sexualizada, nojenta das bandas no mundo”.

Ou como Tyler descreve: “Cheirar ou não cheirar. Essa não era nem uma questão.”

A estrada era tão louca que Tyler não consegue lembrar quantas vezes ele foi preso. Ele se lembra de ter visitado Paul e Linda McCartney nos bastidores com Bebe Buell, a mãe de Liv Tyler. Buell e Linda McCartney não se dão bem. Buel a chama de “groupie”. McCartney responde com “Maria Palheta”. Elas se agarram e vão pro chão. Mas os homens ficam em paz. “Eu curto sua música, cara”, diz Paul.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 11 de maio de 2011
Post de 24 de maio de 2014
Post de 25 de maio de 2014

Top 20Top 20
Os discos e singles mais odiados do rock, segundo o UCR

339 acessosLoja de Discos do Cassio: Aerosmith no Rock in Rio549 acessosAerosmith: tres vídeos retrospectivos de shows recentes460 acessosSteven Tyler: de volta ao American Idol?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Aerosmith"

AerosmithAerosmith
Joe Perry derrubou Steven Tyler do palco por vingança?

Antes da famaAntes da fama
Atores que apareceram em clipes clássicos

Steven TylerSteven Tyler
"Nunca esquecerei a audição para o Led Zeppelin!"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Drogas e Álcool"0 acessosTodas as matérias sobre "Aerosmith"

Phil AnselmoPhil Anselmo
Vocalista mostra seu barraco em Louisiana

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1982

CretinCretin
Transexual rompe barreiras no metal extremo

5000 acessosEm vídeo: Seguidores do Demônio, as 10 bandas mais perigosas segundo pastor americano5000 acessosBizarro & Absurdo: 12 Tristes Realidades da Música5000 acessosO tempo, ah o tempo!: rockstars nos anos oitenta e hoje5000 acessosAnthrax: veja Scott Ian sendo morto em "The Walking Dead"5000 acessosHeavy Metal: top 10 músicas instrumentais com foco em guitarras5000 acessosAssombrai-vos: prodígio da bateria de 7 anos descasca Painkiller

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online