Led Zeppelin: lançado aplicativo da banda para iPhone

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Nathália Plá, Fonte: Blabbermouth.net, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 07/06/11. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Uma das bandas seminais do rock em performances ao vivo pode agora ser vista de uma forma completamente nova, em qualquer lugar, a qualquer hora pelo iPhone. Baseado no premiado livro de fotografias "Led Zeppelin: Live Dreams" é um aplicativo com ferramentas interativas e material adicional que são apresentados apenas em um aplicativo. Ele está sendo disponibilizado pelo Strategic Marketing and Management, LLC, exclusivamente através do iTunes.

2317 acessosLed Zeppelin: Dando peso ao trailer de Thor Ragnarok5000 acessosBanda cristã explica a proximidade com o Behemoth

Em 1993 o aclamado fotógrafo de rock Laurance Ratner lançou seu trabalho "Led Zeppelin Live Dreams". Baseando em sua experiência pessoal em 22 shows do LED ZEPPELIN, esse livro digno de um museu foi por si só uma obra de arte, com uma caixa feita a mão e uma escultura de prata na capa. Ele foi lançado em comemoração do 25º aniversário da formação do LED ZEPPELIN em 1968. Infelizmente, a disponibilidade limitada e o alto preço de tabela deixou o livro fora de alcance da maioria dos fãs do LED ZEPPELIN. Agora, quase duas décadas depois, graças à tecnologia, o "Live Dreams" está de volta e disponível aos fãs do LED ZEPPELIN na forma de um aplicativo para o iPhone.

Os aspectos multi-mídia do "Live Dreams" levam o usuário para dentro da experiência de presenciar as performances mais lendárias do LED ZEPPELIN. O fluxo da fotografia e do texto trabalhando juntos para fazer uma verdadeira jornada experimental por si só; o usuário realmente tem a sensação da experiência pessoal de Ratner ao testemunhar a majestade do ZEPPELIN em seu apogeu, entre 1972 e 1977.

O aplicativo "Live Dreams" traz mais de 14.000 entradas de texto e mais de 300 imagens, muitas das quais inéditas, com menus interativos que permitem diversas maneiras de se experimentar o trabalho. Funções especiais como "Marcadores" e "Favoritos" permitem o usuário a criar suas próprias mini-versões do trabalho e apreciá-las em formato de slideshow ou enviar cópias de suas fotos favoritas a seus amigos. Mini-episódios, chamados "Pedras Angulares" recriam segmentos especiais de performances ao vivo do LED ZEPPELIN como realmente ocorreram, e permitem o usuário utilizar sua biblioteca musical de seu iPod para que possam apreciar suas versões favoritas de canções do LED ZEPPELIN enquanto visualiza concomitantemente o conteúdo visual. Contos das experiências de turnê de Ratner com o LED ZEPPELIN, chamados "As Jornadas", são expressos em detalhes vívidos tanto em áudio quanto texto. Há também acesso direto à galeria online "Live Dreams Gallery" onde impressões de edição limitada podem ser adquiridas.

A tela inicial com a escultura de prata original do livro faz a introdução ao Menu Principal do aplicativo. A navegação às várias seções foi desenhada a partir da verdadeira perspectiva do fã para a máxima atenção aos detalhes da iconografia do LED ZEPPELIN.

O aplicativo começa com a "Experiência Completa". Essa seção do aplicativo inclui basicamente tudo que o aplicativo oferece; começando com a discussão sobre o aplicativo propriamente dito, a arte da capa, um Prefácio e uma Introdução, e então as fotos, várias passagens de texto e detalhes históricos sobre os shows reais.

Uma das galerias de foto se chama "Tomadas Externas". Estas são fotos que não fizeram parte do livro original mas que Ratner acha ainda terem algo especial a dizer. Ela inclui fotos ultra raras de dois shows históricos em Chicago no ano de 1969. Todas as galerias de foto permitem ver imagens em miniatura para ainda mais opções de navegação.

As experiências de Ratner com o LED ZEPPELIN não se limitaram a fotografar shows. No "As Jornadas", ele faz crônicas de viagens e aventuras que estiveram ligadas de várias maneiras aos shows. Sua escrita levou a um considerável reconhecimento e prêmios. David Letterman chamou o "Live Dreams" de "O Livro do THE LED ZEPPELIN” e o USA Today o proclamou "A companhia ideal para a música deles".

"Live Dreams" foi escolhido para exposição do multimilionário museu de memórias do LED ZEPPELIN patrocinado pela Miller Genuine Draft na turnê de Jimmy Page e Robert Plant na América do Norte no ano de 1995.

"Live Dreams" também recebeu um prêmio especial "Reconhecimento por Excepcional Criatividade e Excelência em Design e Produção" no Music Journalism Awards de 1996, e foi objeto de um mini documentário no VH1 e destaque por 12 vezes no MTV News.

"Live Dreams" é um aplicativo que proporciona horas de puro deleite aos fãs do LED ZEPPELIN, bem como aos amantes da boa fotografia do rock.

Preço e Disponibilidade: Led Zeppelin: Live Dreams 1.1 custa $3.99 dólares americanos (ou importância equivalente em outras moedas) e está disponível no mundo inteiro exclusivamente pela App Store na categoria Música.

Para mais informações, acesse aqui.

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Steve VaiSteve Vai
A música que o fez querer ser guitarrista

2317 acessosLed Zeppelin: Dando peso ao trailer de Thor Ragnarok686 acessosEduarda Henklein: tocando e cantando "Immigrant Song" do Led1149 acessosDinamarca: garotinha de 10 anos ganha programa tocando Led e RATM0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Led Zeppelin"

Guitar WorldGuitar World
Os melhores solos de guitarra de todos os tempos

Led ZeppelinLed Zeppelin
Page diz que a ação contra "Stairway" é ridícula

Steven TylerSteven Tyler
Vocalista recusou-se a gravar com o Led Zeppelin

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Led Zeppelin"

BehemothBehemoth
Banda cristã comenta proximidade com Nergal

AerosmithAerosmith
"Há alguns álbuns dos quais eu prefiro não me lembrar!"

Big FourBig Four
Astros da cena Heavy escolhem banda preferida

5000 acessosMotorhead: a bizarra memorabilia nazista de Lemmy5000 acessosAntes do Guitar Hero: os primeiros rockstars em video-games5000 acessosPoeira: Rockstars e as bandas que eles sonhavam fazer parte5000 acessosVinil: 21 coisas que ninguém nunca lhe conta sobre colecioná-lo5000 acessosKerry King: certo que fez coisa legal na sua carreira5000 acessosGwar: "Oderus Urungus" é queimado em memorial ao vocalista

Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online