Def Leppard: sem perder contato com a verdadeira realidade

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nathália Plá, Fonte: blabbermouth.net, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 07/07/11. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Jen Kajzer do The Aquarian Weekly entrevistou recentemente o guitarrista do DEF LEPPARD Phil Collen. Seguem alguns trechos da conversa.

851 acessosGanhos: veja quanto algumas bandas faturaram com shows recentes5000 acessosGuns N' Roses: a trágica história do baixista fundador

The Aquarian Weekly: Como foi escolher as músicas «para o "Mirror Ball"»?

Collen: Nós gravamos todos os shows nos últimos dois anos e nosso "cara da frente" também é nosso produtor. Então escolher as músicas foi a parte fácil. Foi só uma questão de encontrar as que soavam melhor. Nosso produtor literalmente notava cada uma das músicas que tinham uma resposta boa do público ou se algo soasse realmente bem. Então nós demos uma capinada no que sabíamos que ia dar certo. Não foi o caso de capinar um milhão de fitas. É tudo digital e fácil de encontrar.

The Aquarian Weekly: De onde veio o título "Mirror Ball"?

Collen: Não queríamos fazer um DEF LEPPARD "Live" porque há três faixas novas e um DVD, então não queríamos ficar presos na idéia do "oh, é só um álbum ao vivo" mentalmente. Então demos a ele um nome e uma caracteristica. "Mirror Ball" dá a ele essa sensação de ser ao vivo, e foi uma sequencia bacana para nosso último álbum, "Songs From The Sparkle Lounge".

The Aquarian Weekly: Qual o plano da banda para os próximos cinco anos?

Collen: Fizemos cinco anos seguidos de turnê. É difícil fazer álbuns durante isso. O que eu realmente gosto desse álbum é que temos três faixas de estúdio. Do jeito que a indústria está indo, a maioria das pessoas quer ouvir música nova em geral, essa janela em particular... eles tem um pequeno alcance de atenção e não querem esperar. É uma situação perfeita para nós. Devemos fazer turnê todos os anos pelos próximos cinco anos e soltar um álbum a cada ano.

The Aquarian Weekly: Vocês estão por aí por três décadas e você mencionou como a indústria está mudando, como vocês se adaptam e mudam constantemente?

Collen: Temos que seguir; senão você acaba como um filme em preto e branco ou mudo. Se você ficar e fincar o pé, você fica amargo, eles te deixam pra trás. Você tem que ter consciência do que está se passando. Eu sempre fui fã de todos os tipos diferentes de música. Se você fica preso numa torre de marfim então você está meio que perdido, e é o que acontece com algumas das bandas velhas; eles meio que perdem contato com o que é a verdadeira realidade. Nós não fizemos isso. Não havia nenhum CD em certo ponto e agora você nem sequer pode doá-los. Nós passamos por muita coisa.

Leia a entrevista na íntegra no The Aquarian Weekly.

http://www.theaquarian.com/2011/07/06/interview-with-phil-co...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

851 acessosGanhos: veja quanto algumas bandas faturaram com shows recentes2219 acessosDef Leppard: edição deluxe celebra 30 anos do álbum "Hysteria"1026 acessosDef Leppard: nunca mais lançarão álbuns como o "High and Dry"498 acessosWho e Def Leppard em POA: venda para público geral inicia amanhã2761 acessosThe Who: venda de ingressos para show em POA começa nesta segunda0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Def Leppard"

GuitarristasGuitarristas
Os 10 músicos mais subestimados de todos os tempos

Def LeppardDef Leppard
"O Rio de Janeiro não gosta de nós", diz Phil Collen

Ogro do MetalOgro do Metal
Os álbuns mais importantes da história do Rock

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Def Leppard"

Guns N RosesGuns N' Roses
A trágica história do baixista fundador que morreu afogado

Yngwie MalmsteenYngwie Malmsteen
Primeira namorada fala sobre o guitarrista

Bruce DickinsonBruce Dickinson
Recebendo resposta de ícones do Punk

5000 acessosSeparados no nascimento: Sarah Jessica Parker e o mascote Eddie5000 acessosBlender: as letras mais repulsivas do Heavy Metal5000 acessosNirvana - Perguntas e Respostas5000 acessosTarja: agredida sexualmente por fã durante show no México em 20005000 acessosLuciano Sorrentino: Colecionador de material do Kiss5000 acessosMetallica: James Hetfield comenta a morte de Chris Cornell

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online