Mötley Crüe: "Poucos grunges por aí, e nós lotamos arenas!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por João Renato Alves, Fonte: Blog Van do Halen
Enviar Correções  

Vince Neil concedeu entrevista ao Bradenton.com. Confira alguns trechos.

Sobre a atual turnê:

Normalmente não temos bons feedbacks dos críticos. Mas desta vez mesmo os detratores elogiam. Todos estão em suas melhores formas.

Mötley Crüe: Nikki Sixx se acha o baixista mais subestimado da história

Bateristas: Os 30 melhores de todos os tempos

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Lembrando o show no US Festival 1983, diante de 650 mil pessoas, junto com Van Halen, Ozzy Osbourne, Quiet Riot, Judas Priest, Triumph e Scorpions:

Estávamos divulgando o Shout at the Devil. Fomos os segundos a tocar e as pessoas nos amaram. Para uma banda jovem, tocar diante de tanta gente, foi demais.

Sobre a balada "Home Sweet Home":

Na América do Sul, onde iniciamos essa turnê, Tommy começava a tocar a abertura no piano e na hora que eu ia cantar, o local inteiro acompanhava. Era difícil continuar.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre o álbum Girls, Girls, Girls:

Adoro tocar a faixa-título. A platéia adora. Nunca fico cansado dela.

Sobre a chegada do Grunge nos 1990s:

Não era ruim, apenas diferente. Sempre virá algo novo. Mas poucas daquelas bandas ainda estão aí, enquanto nós continuamos lotando arenas aos 30 anos de carreira.


Cli336x280 CliIL Cli336x280