Lonn Friend: histórias do maior editor de rock dos anos 80

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Site do LoKaos Rock Show
Enviar Correções  

Com seu primeiro livro, ‘Life On Planet Rock’ de 2006, o ex-editor da revista RIP e apresentador do programa essencial de hard rock na MTV estadunidense, o HEADBANGERS’ BALL, LONN FRIEND levou os leitores para uma jornada sem freios a bordo de uma montanha-russa no Metal.

publicidade

Tal como ele fazia em sua revista, Friend usou ‘Life On Planet Rock’ como um tipo de passe para os bastidores que permitiu que todos os leitores vissem todo mundo desde o METALLICA até o AEROSMITH. Por trás dos palcos, em cima do palco, na platéia, em hotéis, em ônibus – Friend não escondeu nada em sua autobiografia reveladora. É o tipo de perspectiva de alguém de dentro da cena do rock que todo fã de música vive pra ter.

publicidade

Mas ‘Planet Rock’ era apenas uma parte da história do especialista em Metal, e agora ele volta com ‘‘Sweet Demotion: How An Almost Famous Rock Journalist Lost Everything and Found Himself (Almost)’, seu ultimo livro.

O site Noisecreep conversou com Friend para falar sobre o novo livro.

Em ‘Sweet Demotion’, Friend começa a história de onde seu ultimo livro acabou, ajustando-se à vida depois de deixar a revista de metal que ele colocou no mapa para viver como um executivo manda-chuva numa gravadora. A jornada de Friend não foi tão suave como ele esperava que fosse, mas ele encarou os obstáculos com um saudável equilíbrio de humor e sagacidade.

publicidade

Friend dedica uma boa parte de seu livro à cena fascinante que ele encontrou em 2009 quando seu velho amigo Steven Tyler levou o autor para sua casa para ajudá-lo a reescrever a autobiografia na qual ele estava empenhado.

"Eu sentei com ele naquela casa de campo na Nova Inglaterra, só nós dois", disse Friend ao site. "Eu me encolhi por horas a fio. Tyler tem uma tamanha energia, mas ele estava afundando no vício em analgésicos ao mesmo tempo. Eu tentei ser cuidadoso quanto a isso. Mas enquanto eu aprendia, ele era meu próprio reflexo dentro do sofrimento pelo qual u estava passando. E ele teria morrido se não tivesse buscado ajuda."

publicidade

Sem revelar muito, Tyler entra em cena quando Friend mais precisa de um amigo, algo que o autor jamais esquecerá. "Em meu livro, eu sempre quis me certificar de que as pessoas soubessem do humanismo de Tyler. Ele é um baita rock star. Assim como eu escrevo no livro, quando vamos até a feira local em sua cidade-natal, é como estar com o presidente. Aonde ele cresceu, ele é amável como todo mundo. Mas ele ainda está consciente de que ele é Steven Tyler. Estávamos ambos em modo de auto-preservação naquele momento. Mas eu sabia que eu estava testemunhando o Steven Tyler ‘desnudado’ – o que poucos conseguem ver."

publicidade

Friend também fala carinhosamente de Tommy Lee.

"Para mim, ele é o único verdadeiro visionário que veio de toda a cena do Metal dos anos 80", disse Friend. "O que ele faz hoje em dia com aquela bateria numa montanha russa é digno de nota. Ele combina Carl Palmer, Neil Peart – todos os maiores bateristas juntos em um showman. As coisas que ele faz com a tecnologia no palco são incríveis. Ele é apenas um garoto crescido se divertindo com brinquedos – é isso que a montanha-russa é pra ele – um grande brinquedo. Eu tenho paixão por certas almas humanas que eu encontrei ao longo do caminho e Tommy Lee é o exemplo perfeito disso. Eu fiquei muito feliz em dar a ele uma cópia desse livro."

publicidade

Esta matéria pode ser lida na íntegra no site do LoKaos Rock Show:
http://lokaos.net/lonn-friend-historias-do-maior-editor-de-r...




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Discórdia: alguns dos maiores insultos entre artistasDiscórdia
Alguns dos maiores insultos entre artistas

Jared Leto: a reação ao se ver no papel do CoringaJared Leto
A reação ao se ver no papel do Coringa


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin