Matérias Mais Lidas

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemIggor Cavalera diz que reunião da formação clássica do Sepultura seria incrível, mas...

imagemTravis Barker, do Blink-182, é hospitalizado às pressas e filha pede orações

imagemGregório Duvivier: "Perto de Chico Buarque, Bob Dylan é uma espécie de Renato Russo!"

imagemCinco nomes do heavy metal que já gravaram músicas do ABBA

imagemQuando Jimi Hendrix chamou Eric Clapton para subir no palco e afinar sua guitarra

imagemVeja diz que David Coverdale só passa vergonha nas redes sociais

imagemAvenged Sevenfold e o álbum do Guns N' Roses que deveria ser mais valorizado

imagemCuecão de couro: Rob Halford posa com suas "great balls of fire" em camarim

imagemKerry King explica por que não assumiu o posto de guitarrista do Megadeth

imagemMike Portnoy e a música do Rush que virou um grande sucesso do Guns N' Roses

imagemO clássico dos Paralamas que Gilberto Gil escreveu a letra e ditou pelo telefone

imagemTravis Barker, do Blink-182, está com pancreatite, diz TMZ

imagemMick Jagger diz que sente muito a falta do baterista Charlie Watts

imagemNergal diz que Behemoth é mais que anti-religião e emociona-se com LGBTQ e aborto


Stamp

Napster: como era a música quando ele chegou em 1999

Por Nacho Belgrande
Fonte: Site do LoKaos Rock Show
Em 03/12/11

Por Paul Resnikoff, traduzido por Nacho Belgrande

Eis um retrato de como era a indústria musical quando o NAPSTER apareceu, em junho de 1999.

Os CDs representavam 89.4 por cento de toda a venda de música, de acordo com a RIAA. As fitas cassete ainda puxavam cerca de 7.6 por cento do total, e os LPs quase 0.2 por cento, e o download de discos era basicamente INEXISTENTE.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Havia 5 grandes gravadoras: Warner Music Group, EMI, Sony Music Entertainment, Bertelsmann Music Group (BMG), e a Universal Music Group.

As grandes gravadoras estavam no meio do MELHOR ANO DE SUAS HISTÓRIAS. Aquele foi o ano em que o Disco de Diamante foi criado, para celebrar lançamentos com mais de 10 milhões de cópias vendidas.

O iPod era um nome desconhecido. Na verdade, demoraria mais dois anos até que ele chegasse ao mercado.

Justin Bieber tinha 5 anos de idade. Justin Timberlake tinha 18. Daniel Ek (CEO do Spotify) tinha 16.

A maioria dos artistas não tinha ideia do que havia chegado. Em um processo protocolado em dezembro, o então-batizado Puff Daddy dizia, "Eu não conseguia acreditar que essa coisa de Napster estava conectando milhares de pessoas com o novo álbum de Notorious B.I.G., ‘Born Again’, uma semana antes de ele chegar às lojas."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

‘Millenium’ dos Backstreet Boys dominou as paradas dos EUA pela maior parte do mês. Ele se tornaria um dos discos mais vendidos da história, com vendas acima de 40 milhões de cópias ao redor do globo.

O MySpace ainda demoraria mais 4 anos pra ser apresentado.

Outros discos de destaque daquele ano foram ‘… Baby One More Time’ de Britney Spears, ‘The Slim Shady LP’ de Eminem, ‘Things Fall Apart’ do The Roots, ‘Californication’, do Red Hot Chili Peppers, ‘100% Ginuwine’ de Ginuwine e o disco de estreia do Slipknot, ‘Slipknot’.

Hilary Rosen era diretora e CEO da RIAA. Depois de abandonar o cargo, ela depois criticaria a maneira que sua própria empresa tinha lidado com o problema do Napster.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Comente: Você preferia os tempos antes do Napster?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande.