Kiss: "eu nunca quis crescer", diz Ace Frehley

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por André Garotti, Fonte: The Huffington Post, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 05/01/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Nicki Gostin, do The Huffington Post, recentemente conduziu uma entrevista com Ace Frehley, guitarrista original do KISS. Seguem alguns trechos da conversa.

292 acessosGene Simmons: Na capa da revista britânica Heavy Music Artwork5000 acessosTrues quase infartaram: Obituary mitou ao lado de Joelma e Chimbinha

The Huffington Post: Você escreve que, nos primeiros anos o KISS era muito mais um esforço em grupo.

Ace: Sim, era um esforço colaborativo. Gene «Simmons» e Paul «Stanley» tentaram diminuir as contribuições minha e do Peter «Criss». Era um por todos e todos por um. Nós estávamos todos só tentando fazer o melhor show e aparecer com idéias interessantes.

The Huffington Post: Houve um momento em que você percebeu que tinha que parar de beber álcool?

Ace: Houve vários - O grande problema é se eu estava ou não seguindo com eles. Levou um tempo pra eu entender. O último foi quando minha filha me ligou e ela fez algo como uma intervenção comigo, depois de sair do telefone com ela eu só disse, "OK, é isso. Hora de crescer." Eu nunca quis crescer. Estando no negócio do rock and roll, ninguém cresce. Todo mundo desvia a responsabilidade.

The Huffington Post: Você é um pouco mimado na indústria.

Ace: Você tem uma almofada. Você sempre tem o seu guarda-costas e o seu manager. Você não precisa ser responsável por suas ações. Eu poderia dirigir na estrada a 100 milhas por hora (160,93 km) e um oficial estadual poderia me parar. Eu daria a ele uma foto 8x10 autografada e ele me deixaria ir. Você fica com a sensação de que está acima da lei. Você pode se livrar de qualquer coisa. Você está na sua bolha de segurança e aí quando a bolha não está mais lá, você resvala e cai.

The Huffington Post: Eu não consigo acreditar que você odiava tocar "I Was Made for Loving You". Eu amo aquela música.

Ace: Eu não era um grande fã da música pra começar porque era meio do tipo disco e eu senti que a gente estava se vendendo, eu sou um guitarrista de hard rock. Além do fato de que eu não gostava da música, quando a gente tocava ela ao vivo eu tinha que fazer aquele som "chukka, chukka" durante a maior parte do tempo e eu costumava ficar com cãimbras no meu pulso.

Leia a entrevista completa do The Huffington Post.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Paul StanleyPaul Stanley
"Guitarristas não aprendem a fazer base"

292 acessosGene Simmons: Na capa da revista britânica Heavy Music Artwork552 acessosMarcos de Ros: Gene Simmons, o Capitalista Malvadão505 acessosAce Frehley: "Anomaly" ganha versão deluxe; ouça música inédita0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Kiss"

Gene SimmonsGene Simmons
"Não deixarei meus filhos ricos"

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Paul Stanley e Sidney Magal

KissKiss
Clipe de "I", gravado em 1981, divulgado pela 1ª vez

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Kiss"

Trues quase infartaramTrues quase infartaram
Obituary mitou ao lado de Joelma e Chimbinha

Bandas extremasBandas extremas
10 álbuns que causaram surpresa

Black SabbathBlack Sabbath
Tony Iommi explica a diferença entre Dio e Ozzy Osbourne

5000 acessosMetallica: as extravagâncias da banda para tocar no Rock in Rio5000 acessosSlipknot: causando medo no cantor Latino durante o Rock In Rio5000 acessosMegadeth: as pérolas mais polêmicas ditas por Mustaine5000 acessosSlipknot: Demissão de Joey Jordison foi a decisão mais difícil da carreira5000 acessosRush: Alex Lifeson fala sobre o peso da idade5000 acessosDave Mustaine: o que acontece quando você o encontra pela primeira vez?

Sobre André Garotti

André Garotti nasceu e reside em Brasília e é formado como Jornalista, Professor de Inglês e Técnico em Audio Digital pelo CAM (Curso de Audio & Música) do DF. Trabalha como guitarrista, produtor musical e técnico de som com todos os estilos de música, mas tem um amor infinito pelo rock e pelo metal desde a infância, sem compromissos ou preconceitos com nenhum tipo de banda dentro desses estilos.

Mais matérias de André Garotti no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online