Laura Wilde: a nova deusa do hard rock australiano

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar Correções  

"Tenho sido obcecada por guitarras desde que era uma garotinha. Eu me lembro de passar por lojas de instrumentos e chorar pra que meus pais deixassem que eu entrasse pra olhar pras guitarras," ri LAURA WILDE. A australiana de 22 anos acaba de lançar seu álbum de estreia, ‘Sold My Soul’, repleto de hard rock setentista.

publicidade

"Daí eu enchi o saco dos meus pais por anos, mas eles nunca me deram uma guitarra. Daí num Natal quando eu tinha 12 anos, eu vi uma caixa grande debaixo da árvore e minha mãe me disse que era uma coleção de livros do Harry Potter. Eu fiquei tão decepcionada! Enfim, eu abria caixa e era um amplificador de guitarra. Eu chorei de alegria e desde aquele dia eu tenho praticado e tocado guitarra diariamente" disse Wilde, que fará uma turnê pelos EUA abrindo para TED NUGENT mês que vem.

publicidade

Crescendo em Melbourne, Wilde disse ao site Noisecreep, "Eu tinha que ir de uniforme pra escola, então você não tinha como se expressar por suas vestes. Fora da escola, eu vestia essas camisas tipo militar e jaquetas de couro. Parecia que eu estava indo para um encontro de motoqueiros. Eu com certeza não parecia com as meninas que estudavam comigo."

publicidade

Assista ao clipe da faixa-título de ‘Sold My Soul’ abaixo:

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Kiss FM: as 500 mais tocadas pela rádio em 2008Kiss FM
As 500 mais tocadas pela rádio em 2008

Deep Purple: a contestada entrevista na Globo em 2006Deep Purple
A contestada entrevista na Globo em 2006


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin