Dani, Shadowside: "metal não é som só pra homem"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Luiz Figueiredo, Fonte: Rádio WebRoots
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 15/07/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


248 acessosShadowside: clipe produzido por diretor de Criminal Minds5000 acessosKing Diamond: As opiniões do rei sobre Satanismo

A Rádio WebRoots conversou com a bela vocalista do grupo Shadowside. O Shadowside de Santos (SP), em atividade desde 2001, toca pela primeira vez em Belo Horizonte. O show acontece no domingo, às 15hs, pelo Stone Metal Fest. Dani Nolden falou sobre diversos assuntos, além da grande expectativa para este show inédito.

RÁDIO WEBROOTS: O Shadowside tem data marcada para tocar pela primeira vez em Belo Horizonte no Stone Metal Fest. O que o público daqui pode esperar deste show inédito?

DANI NOLDEN: Os fãs de Belo Horizonte podem esperar um show arrasador, com muita energia e um set list especial! Estamos muito animados por essa apresentação e tocar em Minas Gerais é algo que eu queria fazer há muito tempo pois parte da minha família veio daí. Vamos fazer valer a pena o tempo que o público teve que esperar para que finalmente tocássemos na cidade!

RWR: Nas composições de vocês, quais assuntos vocês preferem abordar, tem algum em especial?

DANI: O dia-a-dia, pensamentos, medos, ideais, desvios de personalidade, tudo de bom e ruim que existe dentro de nós... Resumindo, a vida. Gosto de escrever sobre o que acontece comigo e com o que se passa entre meus amigos, família, sobre coisas que me fazem pensar. Como em In the Name of Love, que é sobre violência doméstica, sobre uma distorção perversa do que é amor, de um lado alguém que justifica ações violentas e abusos dizendo que é porque ama demais, de outro alguém que encontra desculpas para justificar o comportamento de quem abusa ou que não sai da situação por medo ou pela própria visão deturpada de um relacionamento, talvez pelo trauma dos abusos. Waste of Life é sobre a manipulação da grande massa, enquanto My Disrupted Reality é como a realidade pode ser apenas um ponto de vista. Essa música específica fala sobre fantasmas. Quem acredita neles ou viu um, tem certeza que eles são reais. Quem não acredita vai chamar quem viu um de louco e a realidade de um nunca será a mesma que do outro. No Inner Monster Out, as letras são uma verdadeira viagem dentro da mente humana com todas as perversões, distúrbios e virtudes, mostrando que todos nós temos um pouco de loucos e que isso é que é ser normal.

RWR: É evidente o crescimento da participação feminina no metal, tanto na imprensa especializada, quanto freqüentando os shows e também tocando. O que você acha que incentiva essa participação tão crescente?

DANI: Eu acredito que o sucesso de bandas com mulheres acaba incentivando essa participação feminina em todas as áreas do metal. Muitas da minha geração começaram a escutar metal pelo sucesso do Nightwish, por exemplo. Todas as meninas daquela época queriam ser a Tarja Turunen e isso as levou a conhecer outras bandas, gostar do estilo, formar outras bandas, trabalhar na área... Muita gente pensa que os homens eram fechados, machistas, mas a realidade é que as meninas simplesmente não tinham muito interesse em metal até pouco tempo atrás.

Leia a entrevista completa na Rádio WebRoots...

http://www.radiowebroots.com

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

248 acessosShadowside: clipe produzido por diretor de Criminal Minds525 acessosShadowside: confira o novo videoclipe "Alive"280 acessosShadowside: Dani Nolden em entrevista no Heavynroll.720 acessosShadowside: liberados capa e detalhes de novo disco0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Shadowside"

Metal BrazucaMetal Brazuca
Algumas bandas que você precisa conhecer

Musas do MetalMusas do Metal
Confira as 10 mais lindas atualmente

ShadowsideShadowside
Existem bandas ruins no Metal e coisas boas fora dele

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Shadowside"

King DiamondKing Diamond
"Satanismo é mais uma filosofia que uma religião!"

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Alice Cooper e Emerson Fittipaldi

Música BrasileiraMúsica Brasileira
Quais os discos mais vendidos da história?

5000 acessosRolling Stone: as 10 melhores bandas de Heavy Metal5000 acessosEdu Falaschi: os dez vocalistas brasileiros preferidos dele5000 acessosMotorhead: a gafe nazista de Lemmy em Nuremberg5000 acessosAnette Olzon: "Às vezes é preciso ser malvada"5000 acessosPantera: ouça canção inédita de "Dimebag" Darrell5000 acessosDuff McKagan: questionando o "estilo de vida Rock and Roll"

Sobre Luiz Figueiredo

Sem descrição cadastrada.

Mais matérias de Luiz Figueiredo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online