Billy Corgan: "A indústria opera em cima do emburrecimento"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar Correções  

publicidade

O frontman do SMASHING PUMPKINS, BILLY CORGAN, declarou-se quanto ao modo que a indústria musical funciona, dizendo que ela ‘opera a partir do princípio do emburrecimento’.

O cantor, cuja banda lançou seu novo disco de estúdio, ‘Oceania’ em junho passado, afirmou que acredita que poucas bandas conseguem manter um conteúdo inteligente se quiserem ser bem-sucedidas, mas citou o RADIOHEAD como uma exceção.

publicidade

Falando ao site GMA News, Corgan disse: "Acho incrível o quão sofisticadas as pessoas ficam de fato quando você dá a elas a oportunidade de serem sofisticadas. A indústria musical opera essencialmente sobre um princípio de emburrecimento. O quão estúpidos temos que ficar pra vender esse disco pro maior número possível de pessoas?"

Perguntado então se ele conhecia alguma exceção a isso, Corgan emendou: "Há muito poucas bandas que conseguem manter inteligência nos discos, o Radiohead é um bom exemplo. Eles tem uma mensagem muito forte e ainda assim são muito populares. Mas predominantemente, as paradas são dominadas por música que essencialmente emburreceu em termos de melodia, tom, textura e mensagem porque isso alcança um número maior de pessoas."

publicidade

Ele ainda concluiu: "Eu acho que na posição que estou agora, eu não quero ser emburrecido. Eu só acho que é a pior coisa pro rock n’ roll."




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Varg Vikernes: ele diz odiar o Brasil e cita brasileiros como inferioresVarg Vikernes
Ele diz odiar o Brasil e cita brasileiros como "inferiores"

Ozzy Osbourne: o morcego era quente e crocanteOzzy Osbourne
"o morcego era quente e crocante"


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin