Rob Zombie: "para mim, nada mais importa do que um show"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 28/09/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Brandon Marshall do site Denver Westword conduziu uma entrevista recentemente com o roqueiro que virou cineasta, Rob Zombie. Alguns trechos da conversa seguem abaixo.

1964 acessosGhost: banda lança roupas em parceria com a Fright-Rags5000 acessosSkank: banda foi enganada ao participar de programa da Xuxa

Denver Westword: Qual é o seu filme de horror favorito?

Rob: Eu acho que o meu filme favorito é o do Frankenstein, provavelmente porque é tão icônico. Eu acho que quando eu era criança, eu teria dito King Kong. Mas eu acho que seja Frankenstein, só porque eu amo tudo neste clássico do terror. O design é bem clássico. É bem Hollywoodiano para mim. Quando você pensa em Hollywood, você lembra Groucho Marx, Marilyn Monroe e Frankenstein. Além disso, eu gosto do personagem. Até nos meus filmes eu sempre quero fazer monstros...Essa foi a minha inspiração para o meu remake de "Halloween". Eu sempre o vi como Frankenstein.

Denver Westword: Claramente, tocar ao vivo é muito diferente de fazer um filme, mas como você compara a logística e o processo de fazer um show ao vivo e fazer um filme?

Rob: A semelhança em fazer um show e fazer um filme é que você é o chefe e você tem uma equipe enorme de pessoas - e é um trabalho. Um trabalho grande, mas é um trabalho. Então, eles trabalham duro e é tudo bem organizado. E eu tenho que correr para deixar tudo organizado para que isso funcione. Para mim, nada importa mais do que o show. Eu não faço turnê só pra fazer festinha e foder com tudo por aí, porque eu não quero prejudicar o show. O show tem que ser excelente o tempo todo. Ninguém vai querer ir ao seu show só pra ver a bagunça que você faz nos camarins. Ninguém paga 50 dólares por isso. Eles querem uma boa programação. Isso é tudo o que me interessa. Isso é tudo que ninguém se preocupa. E se as pessoas que trabalham comigo não se importarem com isso, posso substituí-los por alguém que se importe. Essa é a maneira que deve ser, certo?

Leia a entrevista completa (em inglês) no link abaixo:

http://blogs.westword.com/backbeat/2012/09/rob_zombie_on_pee...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 28 de setembro de 2012

1964 acessosGhost: banda lança roupas em parceria com a Fright-Rags0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Rob Zombie"

Rob ZombieRob Zombie
Fazer turnê com o Slayer não foi tão legal assim

Fascínio pelo terrorFascínio pelo terror
Cinco bandas que dão medo

Oderus UrungusOderus Urungus
"Rob Zombie é um plagiador sem inspiração!"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Rob Zombie"

SkankSkank
Banda foi enganada ao participar de programa da Xuxa

Marilyn MansonMarilyn Manson
Ele ganharia o Grammy por incitação a mortes

Duff McKaganDuff McKagan
"É um milagre o Slash e eu ainda estarmos vivos!"

5000 acessosSeparados no nascimento: Lady Gaga e Eddie5000 acessosIron Maiden: conheça parte da equipe e dos parentes5000 acessosIron Maiden: uma releitura de "The Trooper" pelo Cine5000 acessosLegião Urbana: "Faroeste Caboclo" com censura da Globo5000 acessosPaul Di'Anno: "Drogas vão cobrar seu preço! Veja meu exemplo!"5000 acessosRoots Bloody Roots: versão arrasadora com Soulfly e Igor Cavalera

Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online