Paul Stanley: a passagem dele na história do Guns N' Roses

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Severo da Costa
Enviar correções  |  Ver Acessos

Em 1987, o GUNS, então recém-contratado pela Geffen Records, procurava urgentemente um produtor para o que viria a ser o seu primeiro álbum completo de estúdio. Dentre os selecionados para a empreitada, PAUL STANLEY do KISS foi destacado e, de fato, se empolgou com o som dos caras. Entretanto, em uma reunião prévia, Paul quis colocar a velha e boa mão autoritária no som da banda e, segundo a biografia "Slash", assinada pelo próprio, em conjunto com ANTHONY BOZZA, a história aconteceu como segue.

David Bowie: muito mais assustador que Michael JacksonRock in Rio: algumas das maiores vaias em edições nacionais

"- Vamos começar do início" - declarou ele (Paul) - "Quero reescrever Welcome To The Jungle". De acordo com Paul, a música tinha verdadeiro potencial, mas faltava-lhe uma estrutura de impacto. O que precisávamos era de um refrão que fosse mais fácil de memorizar, mais melodioso, mais sensual - numa palavra, mais parecido com uma música do KISS. No que me dizia respeito, aquele era o fim de nosso relacionamento. Ele era o epítome do cara com as belas roupas, a esposa-troféu e o carro do ano rebaixando-se até o nosso nível para nos dizer o que fazer. Não gostei nada daquilo. Após um show do GUNS, dias depois a resposta da banda viria. No dia seguinte tornamos a coisa oficial. Falei a Tom (nota: manager da banda à época) que informasse Paul que continuaríamos com a nossa busca por um produtor, muito obrigado.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"Todas as matérias sobre "Kiss"Todas as matérias sobre "Paul Stanley"


Guns N' Roses: o Chinese Democracy que você nunca viuGuns N' Roses
O "Chinese Democracy" que você nunca viu

Ultimate Guitar: os 100 melhores solos de guitarraUltimate Guitar
Os 100 melhores solos de guitarra


David Bowie: muito mais assustador que Michael JacksonDavid Bowie
Muito mais assustador que Michael Jackson

Rock in Rio: algumas das maiores vaias em edições nacionaisRock in Rio
Algumas das maiores vaias em edições nacionais


Sobre Paulo Severo da Costa

Paulo Severo da Costa é ensaísta, professor universitário e doente por rock n'roll. Adora críticas, mas não dá a mínima pra elas. Email para contato: joaopsevero@bol.com.br.

Mais matérias de Paulo Severo da Costa no Whiplash.Net.

adGooILQ