Almah: "Não sei como ainda não morri" diz ex-guitarrista

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Lucas Steinmetz Moita, Fonte: Programa MoitaRock
Enviar correções  |  Comentários  | 

O guitarrista Paulo Schroeber anunciou em abril deste ano sua saída da banda ALMAH, liderada pelo vocalista Edu Falaschi. O motivo de Paulo ter se desligado do grupo está relacionado à sua condição de saúde... Schroeber sofre de uma doença cardíaca degenerativa chamada miocardiopatia dilatada. Em entrevista ao programa MoitaRock, o guitarrista deu maiores detalhes sobre sua condição e procedimentos que o aguardam. Confira alguns trechos:

5000 acessosFalaschi: veja setlist do primeiro show da tour Rebirth Of Shadows5000 acessosPhotoshop: Luan Morrison, Ivete Osbourne, Axl Teló e mais

Sobre sua experiência e saída do Almah:

"Eu entrei numa coisa legal. Foi muito bacana essa experiência que eu tive com os caras. Mas infelizmente eu sou cardíaco, nasci com uma doença hereditária, e eu passei muito mal naquela época depois dos clipes. Acabei optando por sair porque fisicamente eu estava muito debilitado. O Edu me ligou pressionando para eu tocar no MOA (Metal Open Air) e eu não tava muito afim de me detonar ainda mais, porque eu tava bem fudido!"

Sobre seu estado de saúde:

"Meu estado de saúde é bem grave. Eu tenho uma doença chamada hipertrofia do ventrículo esquerdo...miocardiopatia dilatada. O direito voltou ao normal, porque antigamente meu coração todo era grande. Eu tive que me cuidar e tomar esses remédios. Deste cuidado eu colhi os frutos né, porque meu ventrículo direito voltou ao normal. Eu vou colocar um CDI, que é um aparelho que é um desfibrilador. Porque no meu caso o grande perigo é a morte súbita. Então é um aparelho que vai dois eletrodos no coração, e se ele parar, dá um choque e ele volta a bater. Eu não sei se vai se resolver, porque é uma doença grave e degenerativa... a tendência é sempre piorar. Eu já perdi dois primos com a mesma doença que a minha. Um com 18 e outro com 22 anos. Eu to com 39 e continuo na tranqueiragem... não sei como não morri ainda!"

Paulo ainda fala sobre sua estrada no meio musical, o cenário underground no Brasil e o que pretende fazer se as coisas se resolverem. Confira a entrevista na íntegra:

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 11 de setembro de 2012

Edu FalaschiEdu Falaschi
Veja setlist do primeiro show da tour Rebirth Of Shadows

1093 acessosNerd Metal: Edu Falaschi, The Treta Tour...402 acessosAlmah: novo vídeo disponibilizado em streaming0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Almah"

Rock/MetalRock/Metal
As poucas bandas que conseguem viver disto no Brasil

Metal NacionalMetal Nacional
A união condensada em uma única foto

Ed MottaEd Motta
Brasileiros que tocam no exterior discutem desabafo

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Almah"

PhotoshopPhotoshop
Luan Morrison, Ivete Osbourne, Axl Teló e mais

Helter SkelterHelter Skelter
A música que Charles Manson "roubou" dos Beatles

Guns N RosesGuns N' Roses
O que ninguém deve fazer ao se tornar um rockstar

5000 acessosKiss: vídeo com Gene Simmons em cena de sexo?5000 acessosA importância da revista Playboy na vida de alguns rockstars5000 acessosDiscórdia: alguns dos maiores insultos entre artistas5000 acessosDave Grohl: "foi o melhor desastre da história da banda"5000 acessosRegis Tadeu: "Lemmy era tão poderoso que seu corpo não teve coragem de contrariá-lo"5000 acessosPaul Stanley: A dor e o drama de ser corno de um Caça-Fantasmas

Sobre Lucas Steinmetz Moita

Formado em Jornalismo pela Unisinos, atua em duas áreas bastante bipolares: música pesada e teologia. Proprietário do site CristianismoHardcore.com.br, atuou durante 5 anos com o Programa MoitaRock, entrevistando diversos artistas nacionais e internacionais (como Andre Matos, Angra, Sebastian Bach e Blind Guardian). O Programa MoitaRock foi extinto, mas o trabalho com vídeo e entrevistas continua em HeavyTalk.com.br, ao qual também administra.

Mais informações sobre Lucas Steinmetz Moita

Mais matérias de Lucas Steinmetz Moita no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online