Geoff Tate: separação do Queensryche "foi tudo sobre dinheiro"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fernando Portelada, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 12/12/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


Ruben Mosqueda do Oregon Music News recentemente conduziu uma entrevista com o vocalista do QUEENSRYCHE, Geoff Tate. Alguns trechos desta conversa podem ser lidos abaixo.
733 acessosGeoff Tate: "No palco com minha nova música, eu corro riscos"5000 acessosDeath Metal: as 10 melhores bandas de acordo com a AOL

Oregon Music News: Desde que nos falamos pela última vez, aconteceram muitas coisas entre você e o QUEENSRYCHE. Houve rumores que as coisas estavam “tensas” no interior da banda. Quando tudo começou a azedar entre você e seus companheiros?

Tate: “(pausa) Ahn, tudo começou em maio (2012); esta foi a ‘grande explosão’, eu acho. Tudo veio do nada, de lugar nenhum e explodiu. Saiu do nada. Eu não estava esperando isso, me pegou com a guarda baixa e eu simplesmente estou deixando isso me levar. (risos) A vida segue e eu estava preparando este álbum, então eu canalizei minha energia e os pensamentos positivos em meu álbum solo: ‘Kings & Thieves’.

Oregon Music News: O quanto a comunicação entre você e Michael (Wilton) com Scott (Rockenfield) e Eddie (Jackson) foi importante no rompimento da banda?

Tate: “Honestamente, Ruben, eu não sei. Foi difícil para mim especular como eles estavam pensando, você me entende? Foi tudo um mistério para mim. Até tudo acontecer em maio nós tínhamos turnês planejadas para este ano, planos de fazer um novo disco e turnês em 2013. Tudo era sobre ‘negócios’ normalmente, e estou brincando de ‘pique esconde’ desde então.

Oregon Music News: Atualmente você pode usar o nome QUEENSRYCHE, assim como Scott, Michael e Eddie. Você juntou uma formação repleta de grandes nomes sob este nome. O quão confuso você acha que isto pode ser para os fãs mais casuais, e isso vai ferir a marca da banda?

Tate: “Sim, claro, vai ser ruim. Foi por isso que eu abri um processo para que todos parassem de usar o nome da banda até que acertássemos nossas diferenças. Eles não quiseram, já que queriam continuar a turnê. Eles não podiam vender seu outro projeto sem o nome ‘QUEENSRYCHE’. Eu acho que isto os incentivou a me despedir e passar por medidas tão extremas. Eles estão operando ‘no vermelho’, o que é realmente muito ruim. Não foi assim que imaginei o fim da banda. E eu acho de verdade que é confuso para o fã ‘casual’, mas a maioria dos fãs do QUEENSRYCHE são pessoas inteligentes, que podem ir ao Queensryche.com ou Geofftate.com e descobrir o que está acontecendo. Acho que isso vai poder embasar suas decisões sobre o que fazer.”

Oregon Music News: Então, Geoff, o quanto esta separação tem a ver com dinheiro?

Tate: “Isso foi tudo sobre dinheiro. Tudo sobre dinheiro. É triste que algumas pessoas não consigam ver o local aonde estão. Eles foram mal informados do que é a ‘realidade’. Então essas pessoas tomam péssimas decisões por uma informação errada e tentam justificar seus atos. É isso que está acontecendo aqui.”

Oregon Music News: Por curiosidade, você já viu algum dos clipes de TODD LA TORRE tocando algum dos materiais “clássicos” do QUEENSRYCHE? Se sim, o que você achou?

Tate: “Ah não, e nem estou interessado.”

Oregon Music News: Você ainda espera se reunir em algum ponto com os outros membros do QUEENSRYCHE?

Tate: “Eu nunca gosto de dizer nunca. (longa pausa). Eu lhe digo que tem de haver muita conversa antes de qualquer decisão deste tipo. Honestamente, Ruben, eu me sinto completamente livre agora. Eu adoro este sentimento de poder trabalhar com pessoas que eu gosto. De trabalhar com pessoas que estão felizes e amam o que estão fazendo [...]”

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 12 de dezembro de 2012
Post de 14 de dezembro de 2012

Heavy MetalHeavy Metal
Dez grandes acústicas de bandas do gênero

733 acessosGeoff Tate: "No palco com minha nova música, eu corro riscos"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Queensryche"

USA TodayUSA Today
As 20 maiores de todos os tempos nos Estados Unidos

Heavy MetalHeavy Metal
Os 10 melhores EPs de todos os tempos

Mike PortnoyMike Portnoy
Racha do Queensryche foi pior que do Dream Theater

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Queensryche"0 acessosTodas as matérias sobre "Geoff Tate"

Death MetalDeath Metal
As 10 melhores bandas de acordo com a AOL

Sexo e rock n rollSexo e rock n' roll
Banda grava e vende pornô para bancar despesas

Por poucoPor pouco
15 rockstars que quase partiram dessa para uma melhor

5000 acessosChris Cornell: relatório policial descreve últimas horas e morte5000 acessosHeavy Metal: "um conforto para os jovens brilhantes"5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19815000 acessosHeavy Metal: 10 vídeos involuntariamente engraçados5000 acessosMastodon: veja fotos do casamento de Brent Hinds com brasileira4003 acessosAxl Rose: vocalista critica policia de Utah por morte de cachorro

Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online