Hamer Guitars: empresa declara falência

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Leandro Maciel, Fonte: Dynasty Rock News
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 12/12/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


5000 acessosHeavy Metal: "um conforto para os jovens brilhantes"5000 acessosCovers inusitados: COB tocando Britney? Shakira tocando ACDC?

No ultimo dia 06/12, a subestimada marca Hamer de guitarras e baixos declarava o fim das fabricações. A empresa não ia bem com as vendas desde 2007 - quando a marca Fender a comprou.

Fundada em 1973 por Paulo Hamer, Jol Dantzig e John Montgomery, a Hamer foi uma das pioneiras na fabricação de cópias perfeitas das 'Explorer' e 'Flying V', originais da Gibson.

A Hamer começou a divulgar seus instrumentos com pequenos anúncios em preto e branco em revistas de guitarras em 1974. Até 1977, a empresa empregava até sete endosers - Jethro Tull e Bad Company foram alguns deles.

A empresa ganhou mais popularidade no final dos anos 70 com o patrocínio oficial do guitarrista Rick Nielsen, do Cheap Trick.

Judas Priest:

Nos primórdios do Judas Priest, Ian Hill tinha preferência por um Jazz Bass 1970, da Fender. Porém nos meados dos anos 80, trocou sua Fender por baixos personalizados da Hamer Guitars, confiando num som mais pesado, que se adaptasse mais ao Judas Priest.

Entre 1985-86 o guitarrista Glenn Tipton também optava pela Hamer. Quando ele começou a usar diversas guitarras da Hamer, se interessou em modelos signatures, que eram usados ​​quase que exclusivamente em performances ao vivo até 2009. Atualmente, Glenn ainda utiliza suas Hamers.

Gary Moore:

Se é pra falar de Hamer, não podemos esquecer também de Gary Moore. Ele teve uma breve passagem com a Hamer no final de 1984, começando com uma Explorer série número 10 padrão de acabamento natural com captadores Slammers Hamer, fabricados pela DiMarzio.

Gary Moore ganhou a guitarra de seu técnico Graham Tilly em 1984.

Steve Stevens:

Também nos meados dos anos 80, Steve Stevens (Billy Idol) se tornava endoser oficial da Hamer já com ideias de criar signatures "SS-I", II e II. Antes se filiar com a Hamer, Steve usava guitarras da Charvel/Jackson.

Além dos músicos citados acima, também usaram Hamer os guitarristas Michael Schenker, Wolf Hoffmann (Accept), K.K. Downing (Judas Priest). Ambos usaram modelos Flying V.

Ao falar de Heavy Metal e Hard Rock oitentista, a Hamer com certeza foi uma das primeiras opções dos músicos da época, assim como a Kramer (que hoje pertence à Gibson), Charvel/Jackson (Fender), BC Rich, Ibanez, entre outras.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 14 de dezembro de 2012

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias

Heavy MetalHeavy Metal
Pesquisa indica que gênero é apreciado por alunos brilhantes

Covers inusitadosCovers inusitados
COB tocando Britney Spears? Shakira tocando ACDC?

A década perdida?A década perdida?
Rock Brasileiro da Década de 70

5000 acessosAve, Satan!: As dez melhores músicas sobre o Inferno5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19925000 acessosHeavy Metal: Os 11 melhores álbuns dos anos 2000 segundo o Loudwire5000 acessosTradução - Seventh Son Of a Seventh Son - Iron Maiden5000 acessosDave Mustaine: ensinando como pegar todas as gatinhas da escola5000 acessosBruno Sutter: "Run To The Lepo Lepo" no Motorcycle Rock Cruise

Sobre Leandro Maciel

Leandro Maciel, 17 anos. Fã do Rock n' Roll desde os sete, guitarrista desde os onze. Apaixonado pelo Kiss e fã (nático) pelas técnicas usadas pelo Michael Angelo Batio. Suas influencias vão desde o Hard Rock e Heavy Metal setentista ao oitentista. Apreciador de longa data do bom Southern Rock, no qual favorita Allman Brothers.

Mais matérias de Leandro Maciel no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online