Dave Mustaine: fazendo prefácio de biografia de Michael Sweet

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 24/02/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


784 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa5000 acessosSeparadas no nascimento: Pitty e Amy Winehouse

O vocalista do STRYPER, Michael Sweet, está finalizando sua autobiografia, "Honestly", que deverá ser lançada no final do ano. Há também um disco solo com 12 canções para coincidir com o lançamento do livro.

De acordo com o Sweet, o seu "amigo e irmão", Dave Mustaine do MEGADETH, teve a "gentileza" de escrever a seguinte sinopse para o livro:

"Às vezes você vê alguém ou alguma coisa e você acha que tem tudo planejado, apenas para descobrir que estava muito longe do seu objetivo. Isso é um sentimento idiota. Aprendi há muito tempo a não julgar um livro pela capa, e muito mais como eu costumava pensar que eu não sou nada como Michael Sweet, eu percebi que nós dois tivemos várias dificuldades em comum; as mesmas provações e tribulações, os mesmos problemas com a banda, e alguns dos mesmos problemas de relacionamento. Felizmente para nós, ambos acreditamos no mesmo Jesus, e servirmos o mesmo criador, portanto não é de admirar que nós dois estamos de pé do mesmo lado, vitoriosos na vida, uma vez que toda a fumaça se disolveu no final da luta. Eu espero que você posssa desfrutar de suas memórias e chegue a uma nova compreensão e uma nova valorização assim como Michael Sweet".

Sweet afirmou anteriormente sobre seu próximo livro: "Escrever e poder terminar minha autobiografia foi algo muito além das minhas expectativas, tanto as boas quanto as ruins. Foi muito mais difícil do que eu poderia imaginar, no entanto, foi tipo uma terapia em poder falar sobre a minha vida e sobre o passado com mais de 30 anos e sobre todas as coisas com o Stryper. Eu me aprofundei completamente para compartilhar coisas que podem te surpreender. Eu falo sobre as disfunções nessa banda, a dor e o sofrimento de estar tão perto um do outro que às vezes até machuca, os altos e baixos, desde o nosso ponto mais alto (1987-1988) até nosso ponto mais baixo (1991-1992) e por isso fomos levados à decadência até voltarmos em meio as derrotas e o desespero. Eu compartilho minha dor pessoal, considerando minha dedicação pela música até o dia em que eu dei a notícia para os caras de que eu estaria deixando a banda e o por quê disso. Daquele dia em diante, eu tinha tudo que um homem podia pedir e então, por um instante, tudo foi levado para longe.

Tenho quase 50 e me sinto como se eu tivesse vivido uma vida de um homem de quase 90. Olho para trás e tudo que eu posso dizer é obrigado a Deus por me permitir servi-lo e por ter me dado um presente, minha vida!

'Honestly' estará disponível em breve e eu posso dizer do fundo do meu coração, é tremendamente honesto e minhas esperanças e orações são para que ele te toque de alguma forma".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 24 de fevereiro de 2013

MegadethMegadeth
Dave Mustaine classifica os guitarristas da banda

784 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa477 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo3397 acessosMetallica: e se James Hetfield cantasse no Megadeth?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

MetallicaMetallica
James Hetfield imitando Dave Mustaine na TV

MegadethMegadeth
Ellefson comenta postura de fãs sobre sua fé

Lars UlrichLars Ulrich
O motivo pelo qual o Big Four tocou "Am I Evil"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"0 acessosTodas as matérias sobre "Stryper"

Separadas no nascimentoSeparadas no nascimento
Pitty e Amy Winehouse

EmoEmo
Gênero que todos amam odiar sem conhecer absolutamente nada

Max CavaleraMax Cavalera
Explicando o que houve com seus dentes

5000 acessosRush: Um Adeus Aos Reis5000 acessosAs histórias por trás de 11 capas clássicas5000 acessosRock e metal: o outro lado das capas de discos5000 acessosKiss: o Brasil acreditava que a banda matava pintinhos nos shows5000 acessosStryper: Tom Araya fala sobre demônio, sai do palco e vai rezar5000 acessosSepultura: as dez canções mais subestimadas da banda

Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online