Matérias Mais Lidas

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemAnitta é a maior roqueira que existe hoje no Brasil, diz integrante do Titãs

imagemJanis Joplin: última gravação dela em vida foi feita para um Beatle

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemJoão Gordo compara anarcocapitalistas com quem acredita em terraplanismo

imagemBruce Dickinson revela qual é sua música preferida do Iron Maiden

imagemRock in Rio libera ingressos extras e novamente dia do metal é único que não esgota

imagemA reação de Jimi Hendrix ao assistir King Crimson ao vivo

imagemPrika diz que fez "tudo errado" na primeira turnê da Nervosa, mas aprendeu lição

imagemSe não fosse o Queen, Max Cavalera provavelmente não existiria

imagemNergal diz que vocalista do Arch Enemy é mais corajosa do que muito metaleiro homem

imagemGeddy Lee e Alex Lifeson tocam clássica do Rush em evento nos EUA

imagemVídeo de clássico do Kiss é disponibilizado no canal oficial da banda

imagemNova Fã que descobriu Metallica por Stranger Things quer cancelar banda e reúne provas


Stamp

Phil Anselmo: as surpreendentes influências não-metálicas dele

Por Nacho Belgrande
Fonte: Playa Del Nacho
Em 11/03/13

O frontman do PANTERA e do DOWN, PHIL ANSELMO, foi o convidado de honra do programa estadunidense de rádio FULL METAL JACKIE em março de 2013. Anselmo falou sobre seu vindouro disco solo, assim como sobre suas influências musicais fora do Metal. Ele também discutiu seu festival de filmes de terror, o Housecore Horror Film Festival e muito mais. O que segue abaixo é uma compilação de trechos traduzidos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

[...]

O nome Philip Anselmo é sinônimo do metal mais pesado e poderoso já feito. Por fora, que tipo de música que não seja Metal você gosta de ouvir e como isso o inspira criativamente?

Bem, você tem que entender, eu cresci moleque nos anos 70 e daí ao longo de todos os anos 80, então tem muita música que eu ouvi ao longo dos anos. Eu acho que tudo começa mesmo com os Beatles. Eu amo os Beatles e quando eu era muito jovem, meus pais eram muito novos, então Led Zeppelin e Janis Joplin e Jimi Hendrix e os Beatles foram grandes influências em minha vida.

À medida que cresci, há certas bandas que me chamaram a atenção e quando eu digo isso, são álbuns de bandas que me cativaram como o THE CURE e o álbum "Seventeen Seconds", o disco "Faith" – esses dois álbuns são muito especiais pra mim. Os Smiths, eu amo os Smiths, eles eram muito únicos no que faziam. Nossa você me apertou agora – eu gosto de muita coisa, desde o The Church antigo até Siouxsie and the Banshees até, putz, eu poderia continuar e pensar mais se você tiver tempo – melhor você ir comprar cerveja… [...]

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Quais são alguns dos seus filmes de horror favoritos?

Ah meu deus, você está abrindo uma caixa enorme – é melhor você mandar alguém comprar mais cerveja. É engraçado que você pergunte isso porque ontem passou "O Exorcista" e eu assisti aquela porra do começo ao fim porque eu não via faz tempo porque há tantas imitações dele que vieram depois desse filme, mas é filmado tão lindamente e tão bem que causa impacto, especialmente num moleque – causou um grande impacto.

Eu acho que mais tarde, quando você está na adolescência, eu chamo de ’a fase Gore’, onde tudo que você quer ver é sangue e tripas, mas eu também amo o filme com uma pegada, mesmo os sobre o sobrenatural, e ao mesmo tempo eu acho que "A Morte do Demônio", o primeiro, realmente me chapou. Eu o assisti no momento ideal que eu crescia [...]

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Philip, tanta negatividade e tristeza pareceram brotar nos últimos anos do Pantera, especialmente a morte de Dimebag. Agora, tocando algumas daquelas velhas músicas durante a clínica/oficina Metal Masters, isso te leva a um lugar melhor, mais positivo?

Eu acho que há muito que vai nisso de voltar para um lugar melhor e mais positivo antes das músicas e talvez por isso mesmo isso fique para uma conversa diferente, ou talvez já tenhamos tido essa conversa antes. Para responder à sua pergunta, antes demais nada, eu estou no mesmo patamar que os caras que eu conheço desde os anos 80, que tem uma cota de cinco ou seis anos meus de tocar música e fazer sucesso, pessoas que eu admirava e ainda admiro. Essa parte da coisa toda me emociona, e claro, estou falando de todo mundo desde os caras do Anthrax, os caras do Slayer, alguns caras do Megadeth, aquele porra daquele baterista do Dream Theater – to zoando com ele, Portnoy, eu te amo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O lance é que só o fato de estar ali com essas caras é incrível o suficiente, mas daí tocar as músicas do Pantera, não me entenda mal, é demais, é fantástico e de fato me leva de volta a uma posição poderosa, um lugar muito único na história. Eu acho que crescer e ralar e depois crescer com os caras do Pantera e nós sempre tocamos com um certo rancor e você tem essa descarga de memória quando estala em cima tocando, mas são muitas emoções embrulhadas numa só, mas são muito boas.

Pra mim, a parte mais divertida de tudo é ver a reação dos fãs. Eu sempre disse que os fãs do Pantera eram os melhores do mundo e eu fui sincero quando disse isso e ainda sou. É por isso que o projeto Metal Masters mantém o coração da coisa batendo. Eu não posso deixar de mencionar nenhum dos caras e qualquer um que tenha conhecido Billy Sheehan sabe do talento enorme que ele é. Ter um cara daqueles do seu lado, quando você está tocando "Fucking Hostile" é um momento surreal [risos]. É tipo, ‘peraí, cara, isso é uma zona do tempo, e isso parece com três máquinas do tempo se confrontando’. É do caralho e eu mal posso esperar pela próxima. [...]

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Comente: Quais são as bandas não-metal que você gosta?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Phil Anselmo: vocalista fala de sua relação com as drogas

Phil Anselmo: as surpreendentes influências não-metálicas dele

Phil Anselmo: em vídeo, bêbado e se divertindo com fãs russos

Van Halen: o constrangedor encontro de Eddie com o Nirvana

A importância da revista Playboy na vida de alguns rockstars


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande.