Pantera: a complicada relação dos irmãos Abbott com o pai

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Ver Acessos

O ex-baixista do PANTERA, REX BROWN, conversou em março de 2013 com o site NOISECREEP sobre sua autobiografia, "Official Truth, 101 Proof: The Inside Story of Pantera". Um trecho da conversa é reproduzido abaixo:

Álbuns: os vinte piores discos de todos os temposSeparados no nascimento: Ozzy Osbourne e Jim Carrey

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Vivendo agora uma vida limpa, Brown diz estar em paz com sua história pregressa repleta de álcool e drogas. "Isso tudo está no passado e eu não vivo no passado. Eu só tive que ir lá pra esse livro. Eu não perco sono com coisas que já fiz. Você tem que se lembrar de que muito desse lance de droga aconteceu depois que Dimebag morreu, então eu estava zoado", afirma Brown sobre a trágica morte do guitarrista Dimebag Darrrell em 2004 durante um show em Columbus, Ohio.

JERRY ABBOTT- pai de Dimebag e seu irmão, o baterista VINNIE PAUL - é parte vital da história do Pantera, administrando o grupo no começo e os ajudando no estúdio, e Brown admite isso, mas tal como ele descreve em "Official Truth", essa nem sempre foi uma parceria harmoniosa. O baixista acha que Jerry encheu os bolsos à custa da banda muito depois de sua parceria com a banda ter acabado. "Eu comparo isso à situação de [a lenda do baseball estadunidense] Barry Bonds Sr, muito envolvido com seu filho quando ele era um moleque, mas isso quer dizer que ele deveria ficar com metade do dinheiro que o filho dele fazia. Não faz muito sentido pra mim. Ao invés de ele simplesmente pedir pra Vinnie e Dimebag, 'Hey, garotos, eu preciso de um dinheiro, podem me ajudar? ', ele decidiu ir lá e tirar da banda. Ele achava que tinha direito a isso e Phillip Anselmo nunca engoliu isso. Eu sempre fiquei no meio, já que os irmãos achavam que não podiam falar sobre isso com o pai deles. Enfim, eu eventualmente recuperei todos os direitos do Pantera, de qualquer modo. Isso tudo é verdade e eles sabem disso."

O livro chega às livrarias dos EUA no próximo dia 12 e não tem previsão de lançamento no Brasil.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Pantera"


Phil Anselmo: Arrependido, vocalista pede segunda chancePhil Anselmo
Arrependido, vocalista pede "segunda chance"

Soundcheck: Bandas que mandam bem até na passagem de somSoundcheck
Bandas que mandam bem até na passagem de som


Álbuns: os vinte piores discos de todos os temposÁlbuns
Os vinte piores discos de todos os tempos

Separados no nascimento: Ozzy Osbourne e Jim CarreySeparados no nascimento
Ozzy Osbourne e Jim Carrey


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

adGoo336