AC/DC: empresário recorda exigências inusitadas da banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nathália Plá, Fonte: classicrockmagazine.com, Tradução
Enviar Correções  

O ex-empresário do AC/DC, Peter Mensch diz que a exigência mais idiota que ele já recebeu em sua carreira foi feita pelo baterista Phil Rudd.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O renomado chefão criou a empresa Q Prime com Cliff Bernstein em 1982 e administra os negócios do Metallica, Jimmy Page, Red Hot Chili Peppers, Muse e muitos outros.

Mas ele jamais se esquece de um momento em particular durante seus primeiros trabalhos como empresário aos vinte anos de idade.

Falando ao Reddit Ask Me Anything, Mensch disse: "A exigência mais idiota que já recebi foi quando era empresário do AC/DC. Eu estava em Londres. Eles estavam em Paris. O Phil Rudd queria água quente porque a chaleira dele tinha estragado. Ele me ligou à meia noite para me pedir para levar água qente…"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Queria ter dito a ele que iria fretar um jato para levar uma chaleira pra ele e cobrar isso dele. Nem preciso dizer que eu não fui".

E ele admite: "Todo artista que gerenciamos pode ser difícil às vezes, mas geralmente as coisas boas superam as ruins". Mas ele diz que os tempos mudaram, especialmente quando se trata de bandas em turnê: "Os mais loucos que já vi foram os Guns n’Roses. Mas os caras tem caído de produção nos últimos anos em termos de loucuras. O item mais popular é água, o que não é tão rock’n'roll."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Ozzy Osbourne: Fim do Guns foi a maior tragédia do rockOzzy Osbourne
Fim do Guns foi a maior tragédia do rock

Freddie Mercury: veja a primeira foto do cantor no palco, ainda nos anos sessentaFreddie Mercury
Veja a primeira foto do cantor no palco, ainda nos anos sessenta


Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Cli336 Goo336 Goo336