Korzus: entrevista e show marcante em Volta Redonda, RJ

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Filipe Lima, Fonte: Over Metal Zine, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 31/05/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

No dia 17/05/13 teve início o VR do Rock, com 3 dias e diversas bandas brasileiras de rock e algumas de Metal.
Entre elas duas que representavam justamente o estilo foram Dark Slumber (Dark Metal), uma banda local representando a cidade de Volta Redonda e o já conhecido e adulto Korzus (Thrash Metal).

3896 acessosHeavy Metal: as dez melhores bandas sul-americanas do gênero5000 acessosJames Hetfield: O equilíbrio entre Metallica e vida familiar

Dark Slumber foi de fato a banda que preparou os bangers para a apresentação do Korzus. A banda representou a cena underground da região dando conta da responsabilidade, fazendo uma apresentação marcante.

Sempre falo que há bandas que merecem tocar com uma boa estrutura pra que todos tenham a dimensão da capacidade, qualidade, peso e técnica que a mesma tem a oferecer. Foi o que aconteceu com a Dark Slumber que apesar de ser uma banda recém formada, seus componentes têm muita história e experiência no Metal a compartilhar, isso fica evidente na apresentação ao vivo da banda que é fiel ao trabalho realizado em estúdio. O público acompanhou e aprovou a apresentação da banda até o fim.

Sem delongas o Korzus assume o palco principal, a insanidade toma conta dos bangers e a destruição é inevitável. Mosh pit e "Wall of Death" incitado pela banda instaura o caos (this is Thrash).

A banda prestes a atingir a idade de 30 anos mostrou que energia é o que não falta, foi porrada atrás de porrada do início ao fim. Isso foi evidente com "Agony" e "Truth". O caos chegou ao seu nível extremo quando a banda fez uma homenagem a Jeff Hanneman tocando "Raining Blood" do Slayer e pra fechar a noite não podia faltar guerreiros do Metal.

Ao fim do show Over Metal Zine, representado por Filipe Lima e Raphael Arízio fez uma rápida entrevista com Marcello Pompeu que falou do atual momento e deixou um recado para os headbangers.

Confira neste vídeo o áudio da entrevista com Marcello Pompeu!
Obs.: o áudio foi gravado de forma simples, mas permite entender tudo que está sendo abordado. Decidimos publicar pelo fato de ser um registro, breve, mas importante, pois foi feito com um dos personagens mais antigos da história do Metal brasileiro, Marcello Pompeu, vocalista da banda.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Confira a entrevista na íntegra:

Filipe Lima (F.L.) - esse ano vocês vão completar 30 anos, o que o Korzus está preparando?

Marcello Pompeu: estamos começando a falar desses 30 anos que serão completados entre setembro e outubro, então quando chegar essa data, vai começar as atividades, você tem completar...

...você tem que fazer a festa na hora que você completa os 30 anos, e até lá vai ser divulgado tudo que vai acontecer, por enquanto são planos ou projetos que a gente está viabilizando o que dá pra fazer e o que não dá pra fazer, mas vai ter muitas coisas

F.L. - Já tem um álbum sendo trabalhando, já está em estúdio?

Marcello Pompeu: já, todo composto! Nós já estamos fazendo as linhas de voz e as letras que é a última coisa, e já logo mais a gente vai entrar em estúdio para gravar

F.L. - Esse trabalho novo vai ter alguma regravação?

Marcello Pompeu: não, não, tudo música inédita.

F.L. - No último a banda fez um álbum que agradou pra caramba e teve boas críticas, o que vocês fazem pra manter essa pegada e continuar?

Marcello Pompeu: é muito amor no que você faz brother! É amor no que faz, é ter foco, entendeu! Saber qual é o estilo da sua banda e ter respeito ao seu público. O resto? A banda tem 30 anos, a banda não pode ser uma banda ruim!

Com 30 anos de carreira, sem parar! Às vezes pode até existir seu nome há 30 anos, porque você parou vinte. E quando você volta, volta tosco! Não é verdade?

Então no caso do Korzus, que nunca parou, a banda só cresceu, cresceu, todo mundo mandando bem né! Então é um Thrash Metal, que nós procuramos fazer um Thrash Metal a nível internacional!

F.L. - Agora um lance legal, a banda está ai com 30 anos, vocês pegaram a década de 80, 90, início dos anos 2000 e agora a gente entrando em mais uma década, enfim qual a diferença de uma década para outra 80, 90...?

Marcello Pompeu: vou tentar resumir rapidinho...

...80 é o começo, eu não quero voltar nunca mais nos anos 80, tá?! Todo mundo era banda tosca, todo mundo tocava mal, as gravações eram porcas...

F.L. - Estrutura zero...

Marcello Pompeu: os lugares zuados... (alguns saudosistas dizem) ah! Mais a gente era muito amigo, tinha uma união! Tinha uma união porque a gente era 300 heavy's em são paulo! "hoje não tem união!"
Não tem união porque você não conhece o headbanger...
...é muita gente! É muita gente, né, cresceu a coisa!

Anos 90 foi do caralho! Foi a hora que o sepultura rompeu as barreiras e o brasil foi descoberto, entendeu.

Anos 2000 é a melhor fase da música pesada brasileira. É a que tem mais público, é a que tem mais shows, entendeu. A estrutura é foda, tudo é melhor...
... tá com o Rock in Rio de volta, o Rock in Rio é o pulmão do heavy Metal nacional...

F.L. - Deixe só um recado final.

Marcello Pompeu: aí galera deem apoio ao Over Metal aqui da região de Volta Redonda estado do Rio de Janeiro. O estado que eu tenho muito orgulho de ter escrito muito da história do Heavy Metal. Nesse estado que sempre nos apoiou, acolheu com carinho, com respeito entendeu!

Desde os anos 90 quando a gente começou a tocar no rio de janeiro e até hoje. Pra você ter uma idéia no ano passado eu acho que eu fiz quase 10 shows no estado, então é uma coisa que nós temos um apreço muito grande pelo estado do rio, pela secretaria de cultura do Rio de Janeiro com uma proximidade muito grande.

Então dêem apoio ao Over Metal, pra que essa cena do Rio de Janeiro possa ficar ainda mais forte do que desse renascimento que ela teve, que ela possa ficar muito mais forte e que possa surgir grandes bandas e apóiem as bandas do seu estado também.

É o recado

É isso aí é Over Metal na veia.

F.L. - Valeu obrigado.

Agradecemos ao Marcello Pompeu e Korzus que nos atenderam após o show para entrevista. Obrigado e até a próxima.

Over Metal Zine

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Heavy MetalHeavy Metal
As dez melhores bandas sul-americanas do gênero

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Korzus"

Virada CulturalVirada Cultural
O Metal entrou em peso na programação

Heavy MetalHeavy Metal
As dez melhores bandas sul-americanas do gênero

Regis TadeuRegis Tadeu
Cinco bandas de metal nacional que nada devem aos "gringos"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Korzus"

James HetfieldJames Hetfield
O equilíbrio entre Metallica e vida familiar

Led ZeppelinLed Zeppelin
"Stairway To Heaven" vale mais de US$500 milhões?

HumorHumor
Namorar um headbanger é sair da zona de conforto

5000 acessosDossiê Guns N' Roses: A versão de Slash para os fatos5000 acessosCrianças: veja como cresceram as de "Nevermind", "War" e outras5000 acessosRodolfo: 100% arrependido das letras dos Raimundos5000 acessosMemes: versões para Slipknot, Linkin Park e SOAD5000 acessosGothic Metal: os dez trabalhos essenciais do estilo5000 acessosSepultura e irmãos Cavalera: da vanguarda ao apequenamento

Sobre Filipe Lima

Filipe Lima é um guitarrista, 30 anos, nascido em Barra Mansa-RJ, formado em Administração de Empresas. É apreciador de quase todas as vertentes do Rock e do Heavy Metal mundial, mas especificamente amante do Thrash e Death Metal. É também o criador e administrador do Over Metal Zine.

Mais matérias de Filipe Lima no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online