Amon Amarth: "queríamos um pouco mais de agressividade"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
Enviar correções  |  Ver Acessos

O Lords of Metal recentemente conduziu uma entrevista com o vocalista Johan Hegg da banda de metal extremo AMON AMARTH. Confira um trecho da conversa em que o vocalista fala sobre a sonoridade do novo álbum.

"Cê tá de brincadeira, né?": quando grandes nomes vacilamBlack Sabbath: Tony Iommi explica como tocar "Paranoid"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Lords Of Metal: "Deceiver Of The Gods" é o primeiro álbum do Amon Amarth a ser gravado fora da Suécia. Você queria fazer algo diferente desta vez, não é?

Johan: Realmente. Nós fomos para a Inglaterra para gravar no Backstage Studios com o produtor Andy Sneap. Seu estúdio é no campo, para que você possa se ​​concentrar no que você está fazendo. Depois de "Surtur Rising", todos nós queríamos algumas mudanças para sair da nossa zona de conforto. Ir para o Reino Unido e trabalhar com Andy foi um desafio. Nós gravamos três álbuns com Jens Bogren no Fascination Street Studios. Nós o conhecemos bem. Finalmente você tem as coisas reconhecidas. Jens é absolutamente qualificado, mas a sua abordagem era um pouco limpa demais para o que tínhamos em mente neste momento. Queríamos ter mais agressividade, soar mais perigosos e ameaçadores, perto do nosso som ao vivo. Uma nova porrada. É sempre interessante mudar pequenas coisas em todo o processo de se fazer um álbum. Em uma zona de conforto, você confia demais no produtor e vira uma espécie de rotina.

Leia a entrevista completa (em inglês) no link abaixo:

http://www.lordsofmetal.nl/en/interviews/view/id/4723




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Amon Amarth"


Metal sueco: site elege as dez melhores bandas da SuéciaMetal sueco
Site elege as dez melhores bandas da Suécia

Amon Amarth: é impossível viver de música hoje em diaAmon Amarth
"é impossível viver de música hoje em dia"


Cê tá de brincadeira, né?: quando grandes nomes vacilam"Cê tá de brincadeira, né?"
Quando grandes nomes vacilam

Black Sabbath: Tony Iommi explica como tocar ParanoidBlack Sabbath
Tony Iommi explica como tocar "Paranoid"


Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

Cli336x280