Mustaine: "nunca tentei agir como se estivesse acima dos fãs"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fernando Portelada, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 02/07/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O Illinois Entertainer recentemente conduziu uma entrevista com o frontman do MEGADETH, Dave Mustaine. Alguns trechos desta conversa estão disponíveis abaixo.

3902 acessosMegadeth: Dave Mustaine conta qual o seu riff favorito5000 acessosMotorhead: Lemmy fala sobre ser solteiro para sempre

Illinois Entertainer: Você está recebendo críticas pelo seu material no último disco. A que você atribui a inabilidade dos fãs de thrash metal em aceitar estas diferentes incursões ("Supper Collider", "The Blackest Crow", e o cover do THIN LIZZY, "Cold Sweat")?

Mustaine: "Eu acho que os fãs de thrash metal, quando você os rotula de 'fãs de thrash metal', claro que não vão gostar de uma faixa de rock. Não tem nada a ver com o MEGADETH ou a grandiosidade da banda e sua música. Heavy é heavy. Veja o quão pesado é o BLACK SABBATH, e eles não são rápidos. Eu acho que a música mais rápida que eles fizeram foi "Neon Knights" com o Ronnie James Dio. Isso é tudo relativo, eu acho. Será que eu quero ficar em minha zona de conforto e tocar o mesmo álbum por 40 anos como alguns destes dinossauros fazem, ou realmente arriscar e seguir o caminho para onde a música me levar? Porque uma boa música vai lhe dizer o que ela quer. Quando estávamos fazendo 'The Blackest Crow', por exemplo, eu sabia que seria arriscado. A coisa é, na comunidade do thrash metal hoje em dia, muito desses fãs de thrash metal, Deus os abençoe, o que eles pensam do thrash metal, não é bem o que o thrash metal era antigamente. Não era sobre a velocidade da música, era sobre o conteúdo da música. Eram as letras, a energia, o modo que os acordes progrediam. Haviam várias bandas que tocavam uma nota e um pedal muito rápido, e quase não se movimentavam. Todas estas bandas ficaram pelo acostamento. Você deve ter algum mérito artístico alguma hora, onde as músicas tenham melodias, ou as pessoas vão lhe jogar no meio destas outras bandas que soam igual. Eu quero dizer, meu Deus, faço isso por 30 anos. Acho que aprendi algo."

Illinois Entertainer: Você contou ao "Rockline" que "Super Collider" não tenta alienar o ouvinte com política. Como esse sistema de dois partidos afetou o MEGADETH nos anos recentes?

Mustaine: "Eu acho que o que aconteceu, foi que a política e a mídia liberal realmente infectaram minha mensagem e minha música, e não importa o que eu diga, isso será mal interpretado. Então eu acho que provavelmente usaríamos melhor nosso tempo se eu respondesse outras questões. Quero dizer, eu adoraria falar de política com você, mas nosso país está em uma posição bem precária no momento, em todos os partidos: Republicano, Democrático, Independentes, Partido Verde. Você pergunta aos jovens e eles acham que Ron Paul era a resposta, até ele dizer que nós somos iguais ao Taliban. Nós não somos como o Taliban, nós não cortamos cabeças de crianças. Em quem você acredita? Acho que o mais importante é: Exercite seu direito ao voto, vote, conheça os assuntos em debate, eduque-se, não escute todas as baboseiras que as celebridades falam para endossar os políticos e coisas desse tipo. Isso é somente eles dizendo o que querem. Tenha sua própria opinião. Eu tenho."

Illinois Entertainer: Bandas de rock clássico como o JOURNEY e o STYX estão dizendo que fazer novos álbuns é fútil. Eles não estão dizendo que vão pendurar as luvas, mas estão dizendo que talvez seja o fim dos álbuns de estúdio. As turnês costumavam promover os álbuns, mas agora os álbuns promovem turnês. Qual sua opinião nisso?

Mustaine: "Muitas vezes, quando os caras envelhecem, eles perdem aquela chama interior. Eu ainda sinto como se fosse um adolescente por dentro. Alguns dias eu acordo e meu pescoço me avisa que tenho 100 anos, mas eu ainda me sinto muito jovem, e nunca tentei agir como se estivesse acima dos fãs. Eu ainda gosto de macarrão com queijo e você pode me ver comendo um hambúrguer em um drive-thru de vez em quando, porque sou um cara normal. Eu acho que quando você acorda em sua torre de marfim, você começa a não dar valor para as coisas. Sim, você perde o foco. Quem quer ouvir como é ter 16 anos e estar confuso de um cara que dirige Rolls-Royces por aí?

Leia a entrevista completa, em inglês, no Illionois Entertainer.

http://illinoisentertainer.com/2013/07/qa-megadeths-dave-mus...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MegadethMegadeth
Dave Mustaine conta qual o seu riff favorito

3146 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa535 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

Dave MustaineDave Mustaine
O que acontece quando você o encontra pela primeira vez?

MetallicaMetallica
Segundo Mustaine, James, Cliff e Kirk iam demitir Lars

MegadethMegadeth
Atual formação é um upgrade imenso sobre as anteriores

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"

MotorheadMotorhead
Lemmy Kilmister fala sobre ser solteiro para sempre

Van HalenVan Halen
Eddie explica os segredos do seu modo de tocar

Steve PerrySteve Perry
Cinco fatos curiosos sobre o ex-vocal do Journey

5000 acessosArnaldo Jr: Colecionador de ítens relacionados ao Metallica5000 acessosMetallica: a evolução de James Hetfield ao longo dos anos5000 acessosHard Rock - Aqueles que ficaram para trás - Parte 15000 acessosShow das Poderosas: pre-pare-se para uma versão metal4138 acessosBlack Label Society: strip foi fundamental para contratação de Dario Lorina5000 acessosIron Maiden: os 10 melhores clipes da história da banda

Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online