Al Jorgensen: heroína e boquete em companheiro de banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fernando Portelada, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

O frontman do MINISTRY, Al Jourgensen, discutiu sexo, drogas e rock and roll e sua nova autobiografia na nova edição da Record Collector, que já está nas bancas gringas. Alguns trechos desta entrevista, você encontra aqui.

199 acessosMinistry: novo álbum será lançado no final do ano5000 acessosJames Hetfield: O equilíbrio entre Metallica e vida familiar

Record Collector: Você fala bastante sobre os pelos pubianos de Courtney Love. Aposto que você não pode confirmar esta história facilmente.

Jourgensen: "Ah, não - nós temos testemunhas [risos] desculpe. Esta é bem fácil na verdade. Algumas das histórias são bem escusas, mas esta é certeira. Nós fomos direito à fonte. Essa garota não é humana. Eu não quero desrespeitá-la, só estou dizendo. Eu conhecia Kurt [Cobain] e ele era legal. Esta garota é uma idiota. Eu disse isso e confirmo. Com certeza ela também não tem muitas coisas boas a dizer sobre mim. Eu e Mikey [Sciaccia, falecido guitarrista do MINISTRY] entrávamos no seu quarto e roubávamos sua heroína. Éramos muito drogados. [risos]"

Record Colecctor: Foi corajoso falar sobre sua experiência homossexual, quando você fez boquete em um amigo.

Jourgensen: "Espera, eu fiz o que?"

Record Collector: Você fez sexo oral em um dos caras de sua antiga banda. Está na página 48.

Jorgensen: "Ah, sim, eu chupei um pau antes. Jesus Cristo, se você não o fez, realmente está perdendo, chupe o pau de um cara e ele fica feliz."

Record Collector: Eu gostei da forma que você descreveu "Isto ainda é controverso nos dias de hoje?"

Jorgensen: "Bem, as pessoas ainda estão assustadas com isso. Sério, eu quero dizer, você está me perguntando sobre isso. Ok, sim, eu chupo uns pintos, O que tem de mais? Sou na verdade muito bom nisso."

Record Collector: Há também uma história legal de você forçar o METALLICA a deixar o camarim colocando os vegetais da mesa no seu traseiro e correndo de costas para eles.

Jorgensen: "Isto na verdade tem um nome: O Holandês Voador. Eu os ataqueis com os vegetais que saiam da minha bunda. O guitarrista, Kirk Hammet, estava bem. O resto deles tinha medo de mim. O vocalista nunca quis me ver de novo. Kirk era o único que entendia o humor do MINISTRY, então eu trabalhei com ele por um tempo."

Record Collector: Como está o LARD, seu projeto paralelo com Jello Biafra do DEAD KENNEDYS?

Jorgensen: "Adoro trabalhar com Jello, porque ele é louco. Louco! Não, não, não, escute, ele chega na minha casa com luvas, luvas de borracha e algum tipo de liquido de limpeza, então ele chega com essas luvas e começa a limpar a casa. Eu deixo ele continuar com isso, se isto lhe faz feliz, então continue. Ele quer deixar o lugar limpo. [risos]. Sim, você vai ver mais música do LARD. Eu adoro Jello, sempre haverá espaço para Jello. Estamos conversando, estamos trabalhando e sim, haverá um novo disco do LARD."

Record Collector: Haverá mais álbuns do Revolting Cocks?

Jorgensen: "Esta banda já acabou. Acabou, acabou, acabou, ok? Não vou mais fazer álbuns do REVOLTING COCKS, e também não vou mais fazer álbuns do MINISTRY. Os próximos álbuns serão com Lil Wayne, o rapper. Eu gosto dele. Eu não sabia quem ele era, mas bebemos a manhã inteira no Arizona e então duas horas depois meu motorista me diz: 'Ei, você sabia quem era esse?' E eu falei: 'Não.' Ele disse: 'Esse era Lil Wayne'. Ele tem o mesmo cabelo e as mesmas tatuagens, e nós nos demos muito bem, cara."

Record Collector: O que você vai fazer quando se aposentar?

Jorgensen: "Cara, eu tenho um sistema. Eu amo minha vida. Eu acordo toda manhã e pedalo 50 milhas. 50 milhas, cara, que é a distância exata entre El Paso e Las Cruces no Texas. Então eu faço mil abdominais e então eu basicamente fico bêbado."

Record Collector: É um estilo de vida sustentável a longo prazo?

Jorgensen: "Eu acho que é bem sustentável se comparar com as outras merdas que eu já fiz."

Record Collector: Como você ainda está vivo?

Jorgensen: "Ei, eu sou uma pessoa abençoada. Eu não sei o que diabos aconteceu. Este livro me faz parecer fodido, mas eu sou uma pessoa abençoada. Abençoada, abençoada. Eu não sei como diabos ainda estou por aqui. Todos meus amigos estão mortos, certo? Eu não sei se tenho um gene de barata ou algo assim. Eu vivi mais que todos eles. Bem, espere - eu e Lemmy ainda estamos lutando [risos]. Ele é 10 anos mais velho do que eu. Eu vou viver mais que ele. O que acha disso?

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

199 acessosMinistry: novo álbum será lançado no final do ano0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Ministry"

Al JorgensenAl Jorgensen
Heroína e boquete em companheiro de banda

Rock e MetalRock e Metal
Dez canções clássicas que citam Jesus Cristo

VíciosVícios
As 10 melhores músicas sobre drogas

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Ministry"

James HetfieldJames Hetfield
O equilíbrio entre Metallica e vida familiar

Led ZeppelinLed Zeppelin
"Stairway To Heaven" vale mais de US$500 milhões?

HumorHumor
Namorar um headbanger é sair da zona de conforto

5000 acessosPantera: o surreal e constrangedor funeral de Dimebag Darrell5000 acessosHeavy Metal: "cristãos podem aprender muito com o gênero"5000 acessosTop 5: Os roqueiros mais chatos da história5000 acessosRock in Rio: Alcione ensina Axl Rose a cantar "O Sooooollll"5000 acessosChris Cornell: esposa escreve emocionante carta de despedida4934 acessosPaul Di'Anno: Steve Harris não aceitou muitas de minhas canções

Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online