Matérias Mais Lidas

Charlie Brown Jr: mais ex-membros rompem com filho de Chorão e se unem a outra turnêCharlie Brown Jr: mais ex-membros rompem com filho de Chorão e se unem a outra turnê

Alec Baldwin: o que vamos fazer com este idiota, babaca e imbecil, explica Ted NugentAlec Baldwin: "o que vamos fazer com este idiota, babaca e imbecil", explica Ted Nugent

Nirvana: a resposta direta e reta de Dave Grohl ao bebê de Nevermind após processoNirvana: a resposta direta e reta de Dave Grohl ao bebê de Nevermind após processo

Guns N' Roses: turnê continua milionária, veja os assombrosos númerosGuns N' Roses: turnê continua milionária, veja os assombrosos números

Black Sabbath: por que Dio não quis Cozy Powell na banda, segundo o próprio bateraBlack Sabbath: por que Dio não quis Cozy Powell na banda, segundo o próprio batera

Iron Maiden: Bruce revela crítica a preconceituosos na letra de Fear is the KeyIron Maiden: Bruce revela crítica a preconceituosos na letra de "Fear is the Key"

Judas Priest: o problema com o baixo de Ian Hill conforme a banda ficava mais pesadaJudas Priest: o problema com o baixo de Ian Hill conforme a banda ficava mais pesada

Iron Maiden: o que Adrian e Janick dizem sobre a elogiada música Hell on EarthIron Maiden: o que Adrian e Janick dizem sobre a elogiada música "Hell on Earth"

Metallica: James Hetfield vendeu terras próximas à fronteira com o México por boa granaMetallica: James Hetfield vendeu terras próximas à fronteira com o México por boa grana

Yngwie Malmsteen: qual modelo de guitarra ele usaria se as Stratos sumissem do mundoYngwie Malmsteen: qual modelo de guitarra ele usaria se as Stratos sumissem do mundo

Zakk Wylde: Randy Rhoads não gostava do Black Sabbath, por isso era especialZakk Wylde: Randy Rhoads não gostava do Black Sabbath, por isso era especial

Cannibal Corpse: homofobia faz Corpsegrinder perder homenagem no jogo World of WarcraftCannibal Corpse: homofobia faz Corpsegrinder perder homenagem no jogo World of Warcraft

Megadeth: veja formação clássica tocando Hangar 18 em talk show da TV norte-americanaMegadeth: veja formação clássica tocando "Hangar 18" em talk show da TV norte-americana

Angra: escolhas erradas prejudicaram Aqua, não foi uma boa ideia, segundo AndreoliAngra: escolhas erradas prejudicaram "Aqua", "não foi uma boa ideia", segundo Andreoli

Alice in Chains: são um monte de coisa, mas o Metal nunca vai deixar a bandaAlice in Chains: são um monte de coisa, mas o Metal nunca vai deixar a banda


Tunecore 2
Casa do Rock

Gaijin Sentai: OST descrito faixa por faixa

Por Rick Avenger
Em 25/10/13

Gaijin Sentai: OST. Independente/ Nacional. 2013

RED DANI: VOCALS
NORDAN MANZ: VOCALS AND EWI
JEFFERSON AMORIM: KEYBOARDS
KLEBER AMORIM: DRUMS
ALEXANDRE MANZ: BASS AND VOCALS
ARILSON POLI: GUITARS

Saudações galera! É sempre bom falar de música, principalmente, quando se trata de música de qualidade. A banda Gaijin Sentai é o ícone mais expressivo, quando se fala em J- Music, no Brasil. Seu álbum de estreia, OST, é uma obra de arte completa, pioneiro, no estilo, em terras Tupiniquins. O álbum já chama atenção no conceito e arte do encarte, que apresenta personagens e cenários inspirados em cinegrafia trash vintage japonesa e ocidental, remetendo ao próprio sentido do nome da banda (Gaijin = estrangeiro; Sentai = Super esquadrão de heróis estilo Live Action, típicos do Japão).

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

A produção ficou a cargo do produtor Julio Cesar Porto Messias, gravado em diversos estúdios e mixado e masterizado no Norcal Studios, resultando em um projeto fonográfico bem sucedido. Um fato interessante é que esse CD foi produzido por contemplação de um programa de incentivo cultural da Secretaria de Estado da Cultura do Governo do Estado de São Paulo. Acompanhe os comentários do CD, faixa por faixa:

The First: A faixa de abertura do CD começa com efeitos sonoros que remetem a cenas de suspense e si-fi, em seguida, é embalada por melodias de sintetizador e riffs de guitarra empolgantes. A música segue um andamento modesto até o fim, talvez, para preparar o terreno para a faixa seguinte.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Okami No Youni: A segunda faixa do álbum já promete ser mais paulada. Como na música anterior, as melodias de sintetizador também se fazem presentes na introdução. Aqui, a banda faz uma fusão, muito bem sucedida, de metal com trechos de música latina, mas o destaque vai para o refrão, onde a frase "Susume Carry On/ Susume Warrior" entra na mente como um brainworm. O solo de guitarra indica uma possível influência de Blind Guardian.

Hachi No Densetsu: Mais uma vez, teclado e sintetizador introduzem a música, em um clima denso que, em seguida, dá lugar a uma pegada hard rock a la Scorpions. Nessa canção, a voz de Nordan sai de cena e dá vez para que a delicada voz de Dani protagonize a canção. O refrão é bem marcante e ressalta a pegada hard rock predominante na música.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

K: Existem teorias conspiratórias que afirmam que o vocalista, Nordan, escreveu essa música em homenagem ao baterista, Kleber Amorim, porém, tais especulações ainda não puderam ser comprovadas. Esta seja, talvez, a música mais direta do álbum. Na parte instrumental, a guitarra toma a frente com riffs marcantes e harmonias que acompanham a linha vocal.

Jaguatimem vs Sunrider: Essa canção é homônima do EP que precede esse álbum e conta com a participação, mais do que especial, do vocalista Eizo Sakamoto, líder da consagrada banda japonesa Animetal. Até aqui, esta faixa se mostra a mais pesada e complexa, estruturalmente. Exige mais do que uma ou duas audições para ser assimilada pelo ouvinte, afinal, misturar heavy metal, baião, taiko e enka (esses dois últimos, ritmos tradicionais do Japão) é uma tarefa trabalhosa. Produzir essa música deve ter sido igualmente trabalhoso, pois foi gravada em oito estúdios diferentes, mas o resultado não deixou a desejar. O experimentalismo dessa canção comprova a maturidade e bagagem musical dos músicos.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Mega: Não falo ou entendo japonês, mas a sonoridade dessa canção e a arte do encarte, presente junto à letra da mesma, me levam a crer que a música tem como tema algo relacionado a mechas (os robôs gigantes controlados por humanos), outra marca registrada dos seriados tokusatsu (heróis biocibernéticos individuais, estilo live- action) e sentai (esquadrões de heróis biocibernéticos). Música empolgante e de refrão marcante, mas não tanto quanto Okami No Youni.

Horses And Gears: Aqui temos a música de trabalho dessa obra fonográfica. No canal oficial da banda, no Youtube, encontra-se disponível o vídeo - clipe da faixa, que tem como locações paisagens da França e Portugal. Trata-se de uma canção folk, cantada, predominantemente, pela vocalista Dani, que agradaria, de longe, fãs de Blackmore’s Night. Horses And Gears fala de amizade, união e de superação de obstáculos. O clip da música retrata, justamente, os membros da banda em momentos descontraídos. Tanto, que a o vídeo aparenta não ter tido um direcionamento artístico comercial. É mais parecido com um making of e cenas de bastidores. A canção é muito boa e tem uma aceitação excelente, o que pode ser evidenciado nos shows, com o retorno do público.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Metaru Hirô: Novamente, Eizo Sakamoto cede sua voz para mais uma canção pesada, mas não tão experimental quanto à faixa da participação anterior, mas com progressões rítmicas e melodias igualmente ricas. O título se refere à forma "niponizada" do termo Metal Hero (termo utilizado para representar uma franquia de heróis tokusatsu).

Rider: Com certeza o tema dessa faixa presta tributo à famosa franquia tokusatsu Kamen Rider. Fica evidente, no refrão, ao ouvirmos os termos "Henshin!" (utilizado pelos protagonistas no momento da transmutação. Pode ser traduzido como transformação ou metamorfose) e "Wake Up!" (tema de abertura de Kamen Rider Black RX). Os riffs e solos da música trazem, novamente, a influência de Blind Guardian. Nesse ponto do CD percebemos que o track list embalou, pra valer, na pegada das músicas mais rápidas e pesadas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Defender: Com uma roupagem um pouco diferente em alguns trechos, a música de trabalho do EP "Jaguatimem vs Sunrider" mostra toda sua energia. Talvez a versão em português do EP pudesse vir ao álbum como uma faixa bônus, pois sua letra marcante contagia o público e persuade a uma aceitação maior por parte daqueles que ainda não são afeiçoados ao J- Music. Na versão do álbum, a música perdeu peso, mas ganhou dinâmica, tornando mais evidente as partes de piano e o tempero latino, mas está longe de ser uma música suave.

Tengu: Chega o ponto em que o álbum fica com cara de despedida. Tengu é uma canção de voz, piano e shamisen (instrumento típico oriental). Nordan e Dani dividem as vozes para dar vida a essa bela canção que progride entre o erudito e o enka. O título, a atmosfera da música e a arte que acompanha a letra no encarte sugerem um tema que trata de cultura ancestral. É a música mais calma do CD.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Heiwa No Kyojin: Mais uma música para fãs de robôs gigantes. Os efeitos sonoros remetem com perfeição à arte do encarte. É possível, até, imaginar uma cena de filme. A última canção do "OST" segue uma dinâmica parecida com a das primeiras músicas do CD. Moderada em andamento, enérgica, melódica. Talvez, para despertar a vontade de voltar a ouvir o álbum do inicio.

Ouvir um álbum, como esse, transmite sinceridade, compromisso e uma base consolidada. Exige algumas audições para ser completamente digerido. Percebe-se que houve liberdade para compor abertamente. Houve a preocupação de conectar as ideias musicais com a identidade visual. OST é o retrato da banda Gaijin Sentai: união entre o lúdico, a maturidade musical e o bom senso; Não é exagerado nem enxuto; Mostra um direcionamento comercial que não excede o artístico. Gostaria de ver um ponto negativo para criticar, mas a banda não deixou nós sem ponto.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Rick Avenger

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Black Sabbath: um Tony Iommi que você não conheciaBlack Sabbath
Um Tony Iommi que você não conhecia

The Voice Kids: garotinha canta Led Zeppelin e conquista todosThe Voice Kids
Garotinha canta Led Zeppelin e conquista todos