Matérias Mais Lidas

Baixistas: os 30 maiores de todos os tempos - até um youtuber entrou na listaBaixistas
Os 30 maiores de todos os tempos - até um youtuber entrou na lista

Covers: dez bandas de rock e metal que gravaram álbuns para homenagear seus ídolosCovers
Dez bandas de rock e metal que gravaram álbuns para homenagear seus ídolos

Toyah Willcox e Robert Fripp: Confira versão de Sweet Dreams, do EurythmicsToyah Willcox e Robert Fripp
Confira versão de "Sweet Dreams", do Eurythmics

AC/DC: as ordens de Malcolm para quem ia subir ao palcoAC/DC
As ordens de Malcolm para quem ia subir ao palco

Crypta: Os seis heróis de Fernanda Lira no baixoCrypta
Os seis heróis de Fernanda Lira no baixo

Metallica: a fortuna que Robert Trujillo recebeu só para se juntar à bandaMetallica
A fortuna que Robert Trujillo recebeu só para se juntar à banda

AC/DC: a reação de Angus Young quando ouviu Jimi Hendrix pela primeira vezAC/DC
A reação de Angus Young quando ouviu Jimi Hendrix pela primeira vez

Kiss: veja o rápido show de volta aos palcos em Nova IorqueKiss
Veja o rápido show de volta aos palcos em Nova Iorque

Iron Maiden: As 44 músicas nunca tocadas ao vivo, segundo a LoudwireIron Maiden
As 44 músicas nunca tocadas ao vivo, segundo a Loudwire

Guns N' Roses: quando a banda ajudou Ian Astbury, do The Cult, a fugir da políciaGuns N' Roses
Quando a banda ajudou Ian Astbury, do The Cult, a fugir da polícia

Chorão: quando o vocalista do Charlie Brown Jr tretou com Hermes e RenatoChorão
Quando o vocalista do Charlie Brown Jr tretou com Hermes e Renato

Brian May: por que ele prefere tocar com moeda ao invés de palhetaBrian May
Por que ele prefere tocar com moeda ao invés de palheta

Epica: saiba tudo o que rolou em Omega Alive, a superproduzida livestream da bandaEpica
Saiba tudo o que rolou em "Omega Alive", a superproduzida livestream da banda

Rock e organização: músicas para deixar a faxina do final de semana mais animadaRock e organização
Músicas para deixar a faxina do final de semana mais animada

Go Ahead and Die: Novo projeto de Max e Igor Amadeus Cavalera lança álbum de estreiaGo Ahead and Die
Novo projeto de Max e Igor Amadeus Cavalera lança álbum de estreia


Stamp
Pentral

Jake E. Lee: "Parei de usar drogas quando vi o estado de Ozzy"

Por Nacho Belgrande
Fonte: Playa Del Nacho
Em 31/01/14

Em 2014, EDDIE TRUNK conduziu uma entrevista com o guitarrista JAKE E. LEE [OZZY OSBOURNE, BADLANDS, RATT] em seu programa de rádio "Trunk Nation". Jake já divulgava sua nova banda, o RED DRAGON CARTEL, que acabara de lançar seu autointitulado álbum de estreia.

Dentre vários assuntos, Trunk e Lee falaram dos insistentes rumores de que o guitarrista teria um sério vício em barbitúricos, sobre o qual ele replicou:

"Na verdade não, não uso mais nada. Na real, eu usei drogas na adolescência, e até usei quando estava no RATT. Quer dizer, todo mundo usava, era como você curtia. Depois que eu entrei na banda de Ozzy, tão logo vi Ozzy e quanto ele estava zuado… quando eu estive na banda de Ozzy, foi quando ele estava mais zuado. E isso meio que me espantou das drogas. Então eu realmente parei de usar drogas, foi quando estive na banda dele, porque eu sempre tivera aquele exemplo de ‘Sim, você poderia estar no lugar dele caso continue’. Apesar de que eu não acho que jamais pudesse acompanhar Ozzy nesse sentido; ele era um monstro, e quero dizer que quando se trata da habilidade dele de conseguir ingerir quantidades enormes de veneno e ainda acordar no dia seguinte, era com ele. Então eu parei por ali. E no BADLANDS, nós curtíamos um pouco, mas nunca foi algo do tipo, no nível do Mötley Crüe. E apesar de eu ter me aposentado, eu ainda saía e curtia. Mas nunca foi tão ruim assim – nem perto do que todo mundo achava. Eu usei drogas, e daí, eu diria que talvez cinco ou seis anos atrás, eu decidi, ‘Ah, isso é meio que chato’ e parei de usar qualquer coisa que estivesse usando. Agora eu só me concentro em bons whiskys escoceses."


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Arte Musical
Blind Guardian
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Jake E. Lee: ele foi muito melhor que Randy Rhoads, diz músico do NecrophobicJake E. Lee
Ele foi muito melhor que Randy Rhoads, diz músico do Necrophobic


Jake E. Lee: quando ele recusou US$ 10 mil para tocar com George LynchJake E. Lee
Quando ele recusou US$ 10 mil para tocar com George Lynch

Jake E. Lee: ele foi muito melhor que Randy Rhoads, diz músico do NecrophobicJake E. Lee
Ele foi muito melhor que Randy Rhoads, diz músico do Necrophobic

Jake E. Lee: ele se ofereceu a abrir shows de Ozzy e tocar músicas com eleJake E. Lee
Ele se ofereceu a abrir shows de Ozzy e tocar músicas com ele


Slipknot: como são os membros da banda sem as máscaras?Slipknot
Como são os membros da banda sem as máscaras?

Steven Tyler: primeira vez aos 7 anos, com duas gêmeasSteven Tyler
Primeira vez aos 7 anos, com duas gêmeas


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande.