Corey Taylor: o Kiss original não tocar no Rock Hall é ridículo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: antimusic, Tradução
Enviar Correções  

É difícil estar em uma banda, como qualquer pessoa em uma banda vai poder lhe afirmar. Leve em conta Corey Taylor: um cara ambicioso. Ele é o frontman não só de uma, mas duas bandas, o SLIPKNOT e o STONE SOUR. Então pode-se dizer que ele entende bem as dificuldades de manter uma banda unida e como, após anos e anos no estúdio e na estrada, as coisas podem ficar feias.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sim, ao mesmo tempo, ele também tem alguns conselhos para Gene Simmons e Paul Stanley do KISS. Como Taylor contou ao Radio.com em uma recente conversa, ele sente que os dois principais personagens do KISS deviam deixar o passado no passado e tocar na vindoura cerimônia do Rock and Roll Hall Of Fame com os membros fundadores Ace Frehley e Peter Criss. Simmons e Stanley já falaram que não vão fazê-lo.

Taylor estava falando com o Radio.com sobre o vindouro trabalho em memória do grande Ronnie James Dio, mas a conversa tomou o rumo do KISS: "De um lado você está animado em ser um fã do KISS", disse Taylor sobre a nomeação ao Rock Hall. "Mas do outro, será que esses caras não podem deixar de lado essas diferenças e fazer só um show para o fãs com a formação original de novo? Vocês nunca mais precisam se ver novamente!"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Só faça uma coisa, porque sem esses dois caras", disse Taylor, referindo-se a Frehley e Criss. "Os outros caras, não estariam onde estão! E isso sou eu falando a verdade. Eu posso nunca mais receber uma gentileza dessa banda, mas eu acho que é algo insignificante e ridículo! Entendam-se! Mostrem respeito, porque algumas vezes não é sobre vocês, é sobre os fãs."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ele entende, porém, como é difícil deixar o passado para trás. "É uma dessas coisas, o quão fora das reservas nós ficamos às vezes. Você tem que se lembrar, nós somos músicos... nós somos pessoas loucas que não conseguem se entender de vez em quando. Eu definitivamente sentei à mesa com uma faca no bolso algumas vezes, você sabe como é. Faz parte de ser humano. Agora, adicione fama, dinheiro e toda essa loucura do rock and roll. Temos sorte de não cometermos canibalismo na indústria."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O criticismo de Taylor vem do fato de que ele se considera um grande fã da banda. "O KISS era uma grande influência. Posso me lembrar de andar no jardim de infância ou na primeira série, com a maquiagem de Peter Criss na cara. Eu era um grande fã do KISS. Havia uma mística, e eles eram a perfeita combinação de rock and roll e histórias da Marvel. Eu acho que seria difícil achar alguém que cresceu durante este tempo, que está em uma banda e não era fã do KISS. E se eles disseram o contrário, provavelmente estão mentindo."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Pantera: o surreal e constrangedor funeral de Dimebag DarrellPantera
O surreal e constrangedor funeral de Dimebag Darrell

Metallica: James Hetfield explica suas tatuagens preferidasMetallica
James Hetfield explica suas tatuagens preferidas


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Goo336 Goo728 Cli336 Goo336 Goo336 Cli336 GooAdHor