Mötley Crüe: Mick Mars admite que banda usa fitas ao vivo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 

O guitarrista estadunidense MICK MARS [MÖTLEY CRÜE] foi o destaque do episódio do programa televisivo THAT METAL SHOW – apresentado por EDDIE TRUNK – da noite do último dia 3 de março. Mick, notório por não ser um grande apreciador do trabalho de relações públicas e todos os aspectos relacionados à divulgação do show business – não se fez de rogado e a conversa rendeu bastante.

5000 acessosCarreira solo: 7 músicos que nunca lançaram projetos paralelos5000 acessosRefrãos: alguns dos mais marcantes do Rock/Metal

O tema mais polêmico que tem rondado a carreira do Mötley Crüe desde 2005, que seria o uso de ‘backing tapes’ [material pré-gravado executado durante apresentações ao vivo] foi abordado pela primeira vez com um membro do grupo. Desde que a banda ‘voltou’ no fim de 2004, várias tem sido as ocorrências públicas e registradas em vídeo de episódios em que a banda ‘se atrapalhou’ com as fitas tocando ao fundo [ainda que não sejam necessariamente ‘fitas’ por definição], ou em casos nos quais o mecanismo arquitetado para executar tais trilhas apresenta problemas de funcionamento, pegando a banda de calças curtas.

De acordo com técnicos terceirizados por promotores de shows do grupo em diferentes cidades dos EUA, tais fitas seriam ‘dobras’ para deixar a sonoridade da banda mais encorpada, e apenas sublinham o que os músicos já estariam executando. Já roadies que trabalharam com a banda ao longo da última década afirmam que as fitas são parte fundamental do show da banda, e há quem chegue a afirmar que o roadie de Mick toca guitarra na coxia acompanhando o set list do começo ao fim.

Mars admitiu para Trunk que a banda faz sim uso de backing tapes, ainda que ressalte que tal manobra sirva mais como uma referência de marcação de tempo e tom, e concluiu: “Eu odeio isso. Nos deixa soando como Britney Spears.”

O guitarrista ainda revelou que já tem 6 músicas compostas para um vindouro lançamento solo, mas que ele pode simplesmente lançar um EP ou singles variados. Ele e o baixista da banda, NIKKI SIXX, acabaram de compor uma música nova para a banda, e que será lançada como single à ocasião do começo da turnê de despedida do Crüe que tem início em julho nos EUA. Ainda nessa turnê, além dos grandes sucessos do grupo, serão incluídas faixas mais obscuras do catálogo da banda, como “Bastard” e “Keep Your Eye On The Money”. Ainda comentando sobre a discografia pregressa da banda, ele reafirmou seu ódio pelos álbuns “Generation Swine” [1997] e “Theatre Of Pain” [1985], e que o autointitulado disco de 1994 do grupo é seu favorito entre todos seus trabalhos.

Falando sobre a doença que o aflige, o mal reumatológico Espondilite Anquilosante, Mick comentou que sente dor 24 horas ao dia, mas que quando está no palco, sua mente se abstrai da condição.

A entrevista deve ir ao ar no Brasil em breve.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Carreira soloCarreira solo
7 músicos que nunca lançaram projetos paralelos

536 acessosHair Metal: em vídeo, as dez maiores bandas do gênero2768 acessosRock e Metal: em vídeo, as dez maiores tretas entre músicos863 acessosMotley Crue: finalmente a maior biografia do rock vai virar filme0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Motley Crue"

LuxúriaLuxúria
Uma lista de alguns dos clipes mais sexys da história

Mötley CrüeMötley Crüe
A ousada tattoo de modelo paulista em tributo à banda

Power BalladsPower Ballads
As 10 piores já escritas

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 05 de março de 2014
Post de 06 de março de 2014
Post de 08 de março de 2014

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Motley Crue"

RefrãosRefrãos
Alguns dos mais marcantes do Rock/Metal

MotorheadMotorhead
Lemmy fala sobre Jimi Hendrix, drogas e mais

Regis TadeuRegis Tadeu
E Axl Rose queimou a nossa língua...

5000 acessosOzzy Osbourne: "o morcego era quente e crocante"5000 acessosCharlie Brown Jr: Filho de Chorão conta sobre treta com Marcelo Camelo5000 acessosViva a diferença: como cada músico arranja sexo5000 acessosDuff McKagan: Pelado com a esposa em foto para a PETA5000 acessosCláudia Leite: musa do Axé adora Led Zeppelin e Iron Maiden5000 acessosRonnie James Dio: falando sobre Bossa Nova ao Estadão em 2006

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online