Mike Portnoy: feliz pelo Avenged Sevenfold ter se reerguido

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
Enviar correções  |  Ver Acessos

No dia 23 de maio, Steve-O do "The Addiction Live" conduziu uma entrevista com o baterista Mike Portnoy (THE WINERY DOGS, DREAM THEATER, AVENGED SEVENFOLD, ADRENALINE MOB), em Houston, Texas. O bate papo por ser visto abaixo.

Infectious Grooves: show gratuito é confirmado em SP com Charlie Brown Jr e maisGuitarristas: Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista Fuzz

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Perguntado sobre seu período relativamente curto como baterista de estúdio e de turnê do AVENGED SEVENFOLD, após a morte do baterista original da banda, James "The Rev" Sullivan, por uma overdose acidental de medicamentos, Portnoy disse: "Foi uma experiência muito legal. Foram basicamente duas experiências - o álbum 'Nightmare' [gravação] e [posteriormente] a turnê. O álbum foi uma experiência emocional muito pesada. Porque começamos o álbum, eu não sei, talvez seis semanas, após The Rev ter sido sepultado. Portanto, ainda era muito recente para esses caras, e todo mundo estava realmente muito emocionado. Então, fazer o álbum foi uma experiência muito emocional e eu me senti muito honrado por ter feito parte dessa experiência com eles. E é por isso que eu e Zacky [Vengeance, guitarrista do Avenged Sevenfold] temos essas tatuagens combinando. Para mim, foi uma experiência realmente incrível em poder me relacionar com eles durante esse período. E, depois dessa experiência, você sabe, eu queria estar lá para ajudá-los, e é assim que os meus serviços foram prestados para a primeira metade da turnê - eu fiz, eu acho, eu acho, os primeiros cinco ou seis meses de turnê com 'Nightmare' - basicamente, até o fim de 2010 e, você sabe, naquele momento, eles estavam apenas se reerguendo e eu estava ajudando".

Ele continuou: "Eu acho que eu não ficaria na banda por muito tempo. Eu ainda estava no Dream Theater, nesse ponto, e mesmo eu deixando o Dream Theater, o combinado era que eu apenas daria uma mão naquela fase. E foi uma grande turnê, cara. Eu me diverti com esses caras. Eles são caras legais. E eu estou tão feliz de ver que eles conseguiram se reerguer e floresceram para um nível totalmente novo, e continuar fazendo o que eles fazem. Então, foi uma experiência que eu vou olhar para trás com ótimas lembranças".

Fonte original desta matéria:
http://www.blabbermouth.net/news/mike-portnoy-is-happy-to-se...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Mike Portnoy"Todas as matérias sobre "Avenged Sevenfold"


Infectious Grooves: show gratuito é confirmado em SP com Charlie Brown Jr e maisInfectious Grooves
Show gratuito é confirmado em SP com Charlie Brown Jr e mais

Kerrang!: os maiores mascotes do Heavy MetalKerrang!
Os maiores mascotes do Heavy Metal

A7X: M. Shadows usava camiseta do Slayer em sua escola católicaA7X
M. Shadows usava camiseta do Slayer em sua escola católica

Avenged Sevenfold: e se Lars Ulrich fosse o baterista da banda?Avenged Sevenfold
E se Lars Ulrich fosse o baterista da banda?


Guitarristas: Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista FuzzGuitarristas
Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista Fuzz

Dr. Sin: Agora todo mundo lamenta? Vão se foder!, diz Regis TadeuDr. Sin
Agora todo mundo lamenta? Vão se foder!, diz Regis Tadeu


Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

adGoo336