FelipeRicotta: Lançando novo trabalho 70músicas/70cidades

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por nayara c, Fonte: assessoria imprensa rpp produç, Press-Release
Enviar correções  |  Ver Acessos

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

Depois de se envolver com o experimentalismo eletrônico no disco sêxtuplo ME ABRE ELA DISS (2010), FelipeRicotta está de volta às canções com o projeto 70MÚSICAS/70CIDADES.

Tradução: O clássico The Wall, do Pink FloydAerosmith: Tyler acha que Kiss é banda de história em quadrinhos

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sem lançar nenhuma nova canção desde seu disco de estréia VOCÊ NAO ENTENDEU PORRA NENHUMA (2008), Ricotta gravou a primeira música do projeto em Santos (SP) acompanhado de NandoBassetto (GarageFuzz) e AndréPinguim (CharlieBrownJr, Conexão).

Atualmente, o músico, que não tem residência fixa faz 4 anos, está rodando a AméricaLatina pra gravar novas faixas do projeto que é totalmente bancado pelo que o mesmo chama de "PunkCrowdFundingAleatório no TeatroDoVendedorAmbulanteDiscreto".

"Estou mantendo o mesmo esquema da coletânea ARTISTA IGUAL MENDIGO vol.1 e do ME ABRE ELA DISS de lançar o disco em forma de flyer e trocá-lo por uma moeda de qualquer valor com quem cruza o meu caminho." - diz Ricotta que, mesmo parecendo absurdo, garante que tem obtido um resultado bastante satisfatório com a experiência de vender seu trabalho de maneira ambulante.

"É um teatro de rua, criei um personagem vendedor porque eu, assim como qualquer outro músico, teria muita dificuldade pra vender meu próprio trabalho. Até então, já foram mais de 65.000 vendidos e realmente acaba sendo uma estratégia bem inusitada pra chamar atenção ali pro trabalho. O retorno é bem perceptível no número de acessos ao site que hospeda os discos e nas redes sociais."

A lógica de Ricotta se baseia num cálculo muito simples: partindo do princípio de que um artista recebe uma porcentagem muito pequena pela venda do seu disco numa loja, uma moeda de qualquer valor por um disco em forma de flyer acaba gerando um lucro bem maior ao artista que consequentemente acaba vendendo bem mais por ser muito barato.

"Eu fico impressionado como todo mundo compra. Quando comecei a fazer isso em 2011 não esperava esse índice de rejeição tão pequeno. Na real, estava procurando uma maneira de viver em constante turnê e dessa forma, quando passo por uma cidade e não dá pra fazer show por algum motivo, eu vou numa faculdade ou numa praça ou num bar e faço meu dinheiro vendendo minha música."

Além da música, Ricotta tem um livro publicado (12Conto), se prepara pra lançar o segundo (TRIBUTO AO INBOX) e está envolvido com artes visuais fazendo exposições e intervenções urbanas por todos lugares que passa.

Para ouvir "Eu Contra Vocês", primeira faixa de 70MÚSICAS/70CIDADES, acesse o link abaixo.

http://tinyurl.com/mxk8ybu




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Felipe Ricotta"


Tradução: O clássico The Wall, do Pink FloydTradução
O clássico The Wall, do Pink Floyd

Aerosmith: Tyler acha que Kiss é banda de história em quadrinhosAerosmith
Tyler acha que Kiss é banda de história em quadrinhos


Sobre nayara c

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGoo336