Matérias Mais Lidas

imagemFilho de Trujillo fez guitarra na "Master of Puppets" que toca em Stranger Things

imagemMetallica em "Stranger Things" deixa fãs preocupados com a "popularização" da banda

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemSummer Breeze Open Air Brasil acontece em abril de 2023 em São Paulo

imagemLady Gaga: "o Iron Maiden mudou a minha vida!"

imagemPink Floyd: Suas 10 músicas mais subvalorizadas, segundo a What Culture

imagemMax Cavalera revela como "selou a paz" com Tom Araya, vocalista do Slayer

imagemLobão explica porquê todo sertanejo gostaria, no fundo, de ser roqueiro

imagemPink Floyd: Gilmour nega alegação de Waters sobre "A Momentary Lapse of Reason"

imagemO álbum do The Who que Roger Daltrey achou "uma m*rda completa

imagem"Stranger Things" traz cena com "Master of Puppets", do Metallica

imagemO grave problema do refrão de "Eagle Fly Free", segundo Fabio Lione

imagemMorre aos 43 anos Andrew LaBarre, ex-guitarrista e vocalista da banda Impaled

imagemVital, o ex-Paralamas que virou nome de música e depois foi pro Heavy Metal


Airbourne 2022

Jethro Tull: banda acabou e não volta mais, brada Ian Anderson

Por Nacho Belgrande
Fonte: Playa Del Nacho
Em 06/05/14

O líder do JETHRO TULL, IAN ANDERSON, está divulgando seu novo disco solo, ‘Homo Erraticus’ no momento, mas parece que o lançamento pode ser mais do que apenas uma obra transitória entre discos do Tull.

Tal como os fãs que já compraram a edição de luxo de ‘Erraticus’ já sabem, Anderson está em uma fase totalmente individualista hoje em dia. No encarte desta versão do disco, ele escreve: "Eu acho que prefiro, em meus derradeiros anos, usar meu próprio nome por, em sua maior parte, ter sido compositor de virtualmente todas as músicas do Tull desde 1968". E, apesar de as bandas clássicas saírem da aposentadoria tão frequentemente quanto entram, Anderson disse recentemente à Billboard que ele não vislumbra mudar de ideia quanto ao fim do Jethro Tull.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Eu acho que, se olharmos pra trás, o fim chegou mais ou menos nos últimos 10 anos", elaborou ele, resumindo os últimos lançamentos do grupo como "um par de discos ao vivo e um disco de canções natalinas". Apesar de ele jurar nunca ressuscitar a banda, ele declara: "Eu acho que isso define os últimos álbuns sob o nome Jethro Tull. É um conjunto de obra que eu prefiro ver agora como meio histórico, já que o peso dele está mais concentrado nos anos 70 e 80 em termos de volume. E eu prefiro pensar que é bom deixar aquilo de legado."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Metallica: perdendo o Grammy para o Jethro Tull e ganhando do Megadeth



Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande.