Pearl Jam: a visão da banda sobre "Even Flow"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Paulo Severo da Costa
Enviar correções  |  Comentários  | 


Se no transcurso dos últimos anos o PEARL JAM deu uma (normal) arrefecida na energia líquida que destilava no começo dos anos noventa, no início daquela década a história era diferente. Vinte e poucos anos mais jovens, as atuações da banda eram carregadas de um estado de pré-apnéia com VEDDER fazendo uma versão pós-oitentista do jogo de cena punk que o antecedeu. Mas, foi antes de seu ingresso junto aos remanescentes do MOTHER LOVE BONE que foi tecida uma muralha de riffs que viria a ser um dos maiores sucessos daqueles tempos de camisas de flanela e shoegaze.

3021 acessosEddie Vedder: preços dos ingressos para shows em São Paulo5000 acessosDiscórdia: alguns dos maiores insultos entre artistas

“Even Flow” nasceu antes de VEDDER entrar para a banda. A primeira demo instrumental foi gravado em agosto de 1990 com MCCREADY, STONE GOSSARD, JEFF AMENT e MATT CAMERON (que estava com o SOUNDGARDEN na época). VEDDER se juntaria à banda em outubro daquele ano, e escreveria a famosa letra sobre o indivíduo sem-teto que é negligenciado pela sociedade. Enquanto “Alive”, primeiro single de “Ten” era calcada em uma estrutura melódica e lírica cadenciadas, “Even” é sustentada em riffs zeppelianos e versos cantados no limite entre a melodia e o texto falado ( colocados de modo tão irrefreados que fizeram com que KIM THAYL declarasse que achava que a música” era sobre como a noite apenas parece fluir rapidamente quando todos estão se divertindo”), desembocando em um refrão que não fazia muita questão de esconder sua vocação pop - notas longas e pausadas em um verso sustentado por uma sequência bem manjada de power chords.

"Quando estávamos fazendo “Badmotorfinger”, EDDIE estava mixando “Ten” e eu lembro de ouvir o coro de `Flow´ e pensar: `Isso é foda´. Ele tem realmente um pegada ZEPPELIN, uma energia inacreditável. Embora tenhamos tocado um par de milhares de vezes desde que estou no grupo ,eu acho que essa é a quintessência musical do PEARL JAM - simplesmente fantástica” afirmou MATT CAMERON. Se merecedora de toda a reverência prestada, as gravações da faixa não foram, por assim dizer, um pedaço do éden. MCCREADY afirmou que “Nós tocamos "Even Flow" umas 50, 70 vezes. Eu juro por Deus, foi um pesadelo. Nós tocamos aquela coisa várias vezes até o ponto de nos odiarmos. Eu ainda acho que Stone não ficou satisfeito com o resultado.” O baterista DAVE KRUSEN também não alisou: "Eles tinham que editar o meio porque eu estava acelerando no final. Foi um pesadelo só."; nas palavras de JEFF AMENT: “A gente gravou ela umas cem vezes, mas nunca conseguíamos acertá-la.". Tanto esforço foi recompensado:`Even Flow’, executada pela primeira vez ao vivo em 22 de outubro de 1990 em Seattle, se tornou uma das mais executadas em seu repertório, teve dois clipes registrados (sendo que o show no Moore Theater em 1992, tornou a faixa um hit obrigatório na programação da época) e ajudou a pavimentar o caminho do PEARL JAM -a única banda que permaneceu em atividade ininterrupta daquele que foi o último movimento significante no rock n´roll.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Eddie VedderEddie Vedder
Preços dos ingressos para shows em São Paulo

2571 acessosMorello: Bleach é um dos melhores álbuns de rock de todos os tempos"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Pearl Jam"

GrungeGrunge
O top cinco dos membros substitutos

MorteMorte
Confira 15 das melhores músicas sobre o tema

Hard Rock e MetalHard Rock e Metal
Os vinte discos mais vendidos nos EUA

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Pearl Jam"


DiscórdiaDiscórdia
Alguns dos maiores insultos entre artistas

Rede GloboRede Globo
Em 1985, explicando o que são os metaleiros

Em 07/07/1990Em 07/07/1990
Morre Cazuza, por complicações decorrentes da AIDS

5000 acessosDavid Bowie: a última foto pública e a última foto privada5000 acessosDeep Purple: a contestada entrevista na Globo em 20065000 acessosFotos de Infância: Lemmy Kilmister, do Motorhead5000 acessosGuns N' Roses: 50 modelos convidadas para festa, mas nada de namorado5000 acessosBatismo: Os nomes verdadeiros dos artistas do Rock e Metal5000 acessosPlanno D: Você tem complexo de poser?

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 02 de maio de 2014
Post de 02 de maio de 2014


Sobre Paulo Severo da Costa

Paulo Severo da Costa é ensaísta, professor universitário e doente por rock n´roll. Adora críticas, mas não dá a mínima pra elas. Email para contato: joaopsevero@bol.com.br.

Mais matérias de Paulo Severo da Costa no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online