Vivalma: as variáveis do Progressivo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Batalha, Fonte: ASE Press, Press-Release
Enviar correções  |  Ver Acessos

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

"Se você misturar desde Camel a Muse, e Pink Floyd a Opeth, você pode começar a entender o quanto eles são variados", descreve Phil Ashcroft, da revista inglesa Fireworks (#64), sobre o álbum de estreia da banda paulistana Vivalma, "Human Effect".

Lemmy: "Radiohead e Coldplay são bandas sub-emo"Slipknot: 12 histórias que retratam o quão insana a banda é

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Utilizando influências variadas, os músicos moldaram seu próprio estilo, de forma libertária e sem impor limites, até iniciar a gravação de "Human Effect", álbum duplo e conceitual. "Isso é o mais legal no Progressivo. Você pode experimentar e misturar influências sem se prender a regras ou restrições", diz o guitarrista Odilon Gonçalves.

Gus Martins, tecladista, acredita que o som do grupo seja uma mistura de tudo que os músicos escutam. "Como cada músico tem um background bem diferente de gostos musicais, mesmo bandas e artistas que não são de progressivo acabam nos influenciando", diz. "Não nos influenciamos apenas por uma ou duas bandas, mas dezenas, e isso deixa nosso som original", acrescenta o vocalista Marco Petucco.

"Human Effect", que foi produzido, gravado, mixado e masterizado por Brendan Duffey e Adriano Daga no Norcal Studios (SP), teve o pré-lançamento no final de 2013, com a venda digital na CD Baby, Amazon, iTunes e outras lojas online. Agora, o grupo realiza uma campanha de financiamento coletivo no Catarse para a prensagem do disco (http://www.catarse.me/pt/vivalma).

Composto por oito músicas, sendo uma delas divida em três partes, "Human Effect" é um álbum conceitual que traz Envision como personagem central. Possuidor do dom da mediunidade, é capaz de ver cenas das vidas de outras pessoas. Desta forma, cada uma das faixas representa uma de suas visões e apresenta personagens falhos como humanos ao ouvinte, assim como consequências de seus atos. O disco trata basicamente do resultado das ações humanas em nosso mundo - logo, a escolha do título "Human Effect".

Sites relacionados:
http://www.vivalma.com.br
https://www.facebook.com/vivalma
http://www.youtube.com/user/vivalmaofficial
https://soundcloud.com/vivalma/vivalma
http://www.catarse.me/pt/vivalma

Contato para shows: contato@vivalma.com.br

Confira abaixo a música 'Envision, Pt. II (Young Blood)':




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Vivalma"


Lemmy: Radiohead e Coldplay são bandas sub-emoLemmy
"Radiohead e Coldplay são bandas sub-emo"

Slipknot: 12 histórias que retratam o quão insana a banda éSlipknot
12 histórias que retratam o quão insana a banda é


Sobre Ricardo Batalha

Ricardo Batalha, formado em Direito pela FMU, é um dos diretores da empresa ASE Press, integra o conselho editorial do Jornal Momento Notícias e vem trabalhando de forma fixa na Revista Roadie Crew desde 1996. Começou editando os fanzines Deathcore e Silent Rage e se tornou uma biblioteca do Metal brasileiro, colaborando para diversos veículos de mídia ligados ao Heavy/Rock desde os anos 1980. Suas bandas preferidas são Black Sabbath, Judas Priest e Accept, mas nunca escondeu a predileção pelo Hard Rock dos anos 80, especialmente o Ratt.

Mais matérias de Ricardo Batalha no Whiplash.Net.

adGoo336