Industrial: bandas do gênero que merecem atenção

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Felipe B.
Enviar Correções  

O gênero Industrial geralmente não é bem visto por alguns headbangers pelo fato de haver a mistura de Metal com efeitos eletrônicos. Algumas bandas até são bem aceitas, como é o caso do Ministry e do Rammstein (algumas pessoas também incluem o Fear Factory dentro do gênero, mas isso eu nunca vou entender). Portanto, recomendo aqui bandas que merecem a devida atenção de muitas pessoas:

DEATHSTARS

publicidade

Esta banda faz parte do excelente cenário do Metal que existe na Suécia, e está na ativa desde 2000. A banda chama a atenção por misturar uma androginia bastante obscura com um visual militar muito respeitoso. A banda já passou pelo Brasil em 2010 e fizeram um excelente show no Carioca Club, provando para os fãs que não é necessário o uso de pirotecnias ou um palco teatral para se fazer um show formidável.

publicidade

Disco recomendado: Termination Bliss, de 2006.

OOMPH!

Esta banda da Alemanha geralmente é colocada lado a lado com o Rammstein, criando assim, uma espécie de rixa entre os fãs de ambas as bandas (tipo um Slipknot x Mushroomhead). Porém, a proposta musical do Oomph! se afasta completamente da proposta do Rammstein, pois além de continuar fazendo um som Industrial, a banda também já passou por uma fase "EBM", e continuam incluindo elementos sonoros desse gênero até hoje em suas músicas. A banda está em atividade desde 1989.

publicidade

Discos recomendados: Self-titled de 1992 (fase EBM) e GlaubeLiebeTod de 2006 (fase Industrial)

MALDITA

publicidade

O Brasil também possui seu espaço dentro do gênero. Esta banda carioca está na ativa desde 2001, e ganhou notoriedade pelas influências nítidas de Marilyn Manson (o disco Mortos Ao Amanhecer é praticamente uma homenagem ao cantor, e também abriram o seu show aqui em São Paulo na Via Funchal, em 2007), Rammstein e Skinny Puppy. A banda é bastante conceitual em suas letras, prova disso é o excelente disco "NERO", de 2010, que narra a personalidade do doentio antigo imperador romano.

publicidade

Disco recomendado: NERO, de 2010.

BLACK LIGHT BURNS

A sonoridade dessa banda pode ser classificada como uma mistura de Nine Inch Nails com Tool. O vocalista é ninguém mais que Wes Borland, guitarrista do Limp Bizkit, porém, no Black Light Burns, sua criatividade musical ganha mais espaço, assim como seu talento para artes visuais. Estão em atividade desde 2005.

publicidade

Disco recomendado: Cruel Melody, de 2007.

COMBICHRIST

Este grupo norueguês está na ativa desde 2003, e começou fazendo um som que pode ser classificado como "Electro-Industrial", porém atualmente a banda passou a acrescentar mais guitarras em suas músicas, desde que compuseram a trilha sonora para o jogo "DmC Devil May Cry", lançado em 2013, e que ainda por cima lançaram um disco usando a temática do jogo, chamado "No Redemption", lançado em 2013.

publicidade

Discos recomendados: Today We Are All Demons de 2009 (fase Electro-Industrial) e We Love You de 2014 (fase Industrial).



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Sepultura: Gloria Cavalera xinga e rebate Derrick Green após entrevistaSepultura
Gloria Cavalera xinga e rebate Derrick Green após entrevista

O Clube dos 27: 17 roqueiros que sucumbiram à idade fatídicaO Clube dos 27
17 roqueiros que sucumbiram à idade fatídica


Sobre Felipe B.

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin