Slipknot: Taylor riu com vazamento de identidade de baixista

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
Enviar correções  |  Ver Acessos

O vocalista do SLIPKNOT, Corey Taylor, negou que ele se irritou com o vazamento da identidade do novo baixista da banda, insistindo que ele "riu pra caralho", quando mencionaram que ele estava "chateado" com a divulgação do novo membro da banda.

Slipknot: quando eles abriram o show de uma banda de jazzSlayer: as preferências do guitarrista Kerry King

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O quinto álbum do Slipknot, ".5: The Gray Chapter", foi lançado no dia 21 de outubro via Roadrunner. É o primeiro disco da banda sem o baterista, Joey Jordison, que foi demitido em 2013 e sem o falecido baixista, Paul Gray.

As identidades de novo baixista e do novo baterista da banda ainda não foram reveladas, mas ambos já aparecem - disfarçados com suas novas máscaras - no vídeo de "The Devil In I", o primeiro single do novo álbum.

No entanto, acredita-se amplamente que o novo baixista seja Alessandro "Vman" Venturella, que ostenta exatamente a mesma tatuagem que foi flagrada na mão do baixista no vídeo. Venturella era técnico de guitarra para o MASTODON, COHEED AND CAMBRIA e outros, ao mesmo tempo, tocando na banda KROKODIL.

Questionado pela revista Revolver se ele ficou "chateado" sobre o vazamento do novo baixista através das tatuagens, Corey disse: "Foi algo que nem sequer tínhamos pensado e que nem mesmo nos ocorreu até eu ficar tipo, 'Ah, cara. Tenha paciência'. Mas o engraçado é que eu fiz uma entrevista de rádio e eu ri sobre isso. Então a história foi pega por todos esses meios de comunicação que insinuaram que fiquei bravo, irritado, e indignado. Na verdade, não. Se você ouvir à entrevista, eu ri pra caramba. Isso só serve para te mostrar, através destes TMZ's da vida, que as pessoas pegam algo apenas para fazer uma história em cima disso. Nada que me fizesse ter algum argumento, mas naquele momento eu pensei, 'Cara, quem se importa?'".

Fonte original desta matéria:
http://www.blabbermouth.net/news/slipknots-taylor-says-he-wa...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Slipknot"


Slipknot: quando eles abriram o show de uma banda de jazzSlipknot
Quando eles abriram o show de uma banda de jazz

Lista: bandas que mudam a imagem a cada álbum lançadoLista
Bandas que mudam a imagem a cada álbum lançado

Slipknot: banda também terá seu próprio cruzeiro a partir de 2020Slipknot
Banda também terá seu próprio cruzeiro a partir de 2020

Slipknot: Shawn precisa de oxigênio durante os shows ou foi um acidente?Slipknot
Shawn precisa de oxigênio durante os shows ou foi um acidente?

Slipknot: Corey Taylor diz que drogas não aumentam criatividadeSlipknot
Corey Taylor diz que drogas não aumentam criatividade

Slipknot: eles teriam que tirar as máscaras para ir ao show do ToolSlipknot
Eles teriam que tirar as máscaras para ir ao show do Tool

Clube da Música: 10 bandas de Rock/Metal mais acessadas do YouTube (vídeo)

Slipknot no Wacken: banda fará sua estreia no lendário festivalSlipknot no Wacken
Banda fará sua estreia no lendário festival

Slipknot: mashup mistura NSYNC, Rolling Stones e maisSlipknot: banda grava vídeo para "Nero Forte"

Corey Taylor: Verdades sobre Joey Jordison e Jim RootCorey Taylor
Verdades sobre Joey Jordison e Jim Root

Corey Taylor: o problema do HOF não foi o rap e sim o Deep PurpleCorey Taylor
O problema do HOF não foi o rap e sim o Deep Purple


Slayer: as preferências do guitarrista Kerry KingSlayer
As preferências do guitarrista Kerry King

Guns N Roses: Bon Jovi fez com Steven Tyler o que ele fez com AxlGuns N Roses
Bon Jovi fez com Steven Tyler o que ele fez com Axl


Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

adGoo336