Bill Hudson: vídeo de "Pull Me Under" com James LaBrie em SP

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 25/11/14. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Na noite do último sábado, dia 22 de Novembro, realizou-se em São Paulo a primeira edição do METAL ALL STARS no Brasil, uma jam session entre músicos de grande nome na cena, evento bastante raro – e praticamente inédito no país.

1027 acessosMike Portnoy: já se conformou que sempre vão perguntar sobre o DT5000 acessosClassic Rock: revista elege 100 melhores músicas de rock

O show vinha sendo planejado e elaborado há bastante tempo, e era previsto para ter ocorrido já no fim do ano passado, depois foi adiado para o primeiro semestre desse ano, e finalmente se materializou no último fim de semana.

Dentre cancelamentos, ausentes, desacordos, tombos, cambalachos e tudo mais, o músico brasileiro radicado nos EUA BILL HUDSON [JON OLIVAS PAIN, CIRCLE II CIRCLE, VITAL REMAINS] foi incumbido de substituir ao grego GUS G [FIREWIND, OZZY OSBOURNE], um dos ‘Missing In Action’ do espetáculo, que deveria ter sido divulgado como TRIBUTO A TIM MAIA.

Hudson, um guitarrista em ascensão no momento e colunista da revista especializada GUITAR WORLD, estava no Brasil a convite dos decanos do Metal Extremo no país, o KORZUS, que seria uma das bandas a se apresentar no festival. Na madrugada do dia 21 para o dia 22, ele fora acordado por RODRIGO OLIVEIRA, baterista do grupo, que ligava de um telefone na Bolívia, onde tinha acabado de se apresentar, informando a ele que precisariam de alguém de stand-in para algumas músicas no show em São Paulo.

As músicas seriam “Symphony Of Destruction” [com DAVID ELLEFSON e KOBRA PAIGE] e “Pull Me Under” com JAMES LABRIE do DREAM THEATER.

Hudson, praticamente um iPod ambulante, topou de pronto por conhecer as músicas, em especial a ‘Pull Me Under’, integrante do álbum ‘Images and Words’, de 1992, do qual Hudson é um admirador confesso. A familiaridade dele com a música, explicada pessoalmente ao vocalista por alguns minutos em um encontro geral horas antes do show tranquilizou bastante ao estadunidense, e o resultado você pode ver abaixo.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Mike PortnoyMike Portnoy
Já se conformou que sempre vão perguntar sobre o Dream Theater

1403 acessosDream Theater: Portnoy se recusa a falar sobre fase atual da banda668 acessosDream Theater: Entrevista com o tecladista Jordan Rudess0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Dream Theater"

Top 10Top 10
Álbuns conceituais

Dream TheaterDream Theater
Saiba o que Petrucci pensa sobre Donald Trump

Dream TheaterDream Theater
Assista Portnoy e filho tocando faixa do Avenged Sevenfold

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Bill Hudson"0 acessosTodas as matérias sobre "Dream Theater"


Classic RockClassic Rock
Revista elege 100 melhores músicas de rock

QueenQueen
Uma interpretação da letra de "Bohemian Rhapsody"

Top 500Top 500
As melhores músicas da história segundo a Rolling Stone

5000 acessosGuitarra: em vídeo, o solo mais destrutivo que você já viu5000 acessosA História da Tatuagem: Forma de expressão artística há mais de 3.500 anos5000 acessosMetallica: as extravagâncias da banda para tocar no Rock in Rio5000 acessosLody Kong: a banda dos filhos de Max Cavalera4782 acessosO Metaleiro: Baile da Favela - Paródia Metal5000 acessosMegadeth: Dimebag e Vinnie Paul quase entraram no grupo

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online