Slayer: a verdade por trás da separação com Rick Rubin

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Metal Hammer, Tradução
Enviar Correções  

A separação do SLAYER com o produtor Rick Rubin aconteceu após receberem a oferta de uma acordo "insultante" para seu 11º álbum, disse Kerry King.

"Repentless", que vai sair pela Nuclear Blast em 11 de setembro, é o primeiro disco do SLAYER sem Rubin desde "Hell Awaits", de 1985.

E Tom Araya disse que por mais que a percepção geral é de que a banda fez essa separação, foi o produtor que cortou os laços com a American Records.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

King falou ao Metal Hammer Magazine Show: "Solidariedade é bem mais forte do que pular num navio e ir para outro lugar. Eu achei que ainda estaríamos na American – mas quando recebemos a oferta, eu fiquei insultado."

"Isso para mim só disse: ‘Boa sorte, você não vai mais ter sorte aqui.’ Então nós achamos nossos novos amigos na Nuclear Blast."

publicidade

O novo disco foi produzido por Terry Date, que previamente trabalhou com o SLIPKNOT, PANTERA e DEFTONES, e King disse: "Eu acho que isso vai ser uma boa progressão, seguir em frente. Não importa quanto discos vamos fazer no futuro, espero que Terry esteja livre."

Araya adiciona que o SLAYER não terminou a relação de 28 anos com Rubin: "Foi algo mais como se ele tivesse dado a notícia para nós", afirmou o frontman. "Quando começamos esse disco, estávamos achando que iríamos trabalhar com Rick – mas as coisas não aconteceram assim. Tivemos que seguir em frente."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Cli336 WhiFin Goo336 GooInArt