Matérias Mais Lidas

imagemO clássico da Legião inspirado em novela da TV Globo e acusado de plagiar The Doors

imagemO clássico dos Paralamas que Gilberto Gil escreveu a letra e ditou pelo telefone

imagemVídeo mostra o Guns N' Roses novamente tocando "Back in Black" do AC/DC

imagemA incrível história do hit "Se Eu Não Te Amasse Tanto Assim", de Herbert Vianna

imagemPor motivo de saúde, Tracii Guns faz show inteiro do L.A.Guns dentro do banheiro

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemO álbum do Kiss que infelizmente é ignorado pela banda, segundo Andreas Kisser

imagemTico relembra trauma que o fez entrar na Fazenda e briga bizarra com Sérgio Mallandro

imagemPor que o Pato Fu era confundido com os Mamonas Assassinas, segundo Fernanda Takai

imagemEdu Falaschi e as versões de "Bleeding Heart" que "dá uma tristezinha" de ouvir

imagemComo o clássico "Angel Dust" fez o guitarrista Jim Martin sair do Faith No More

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1988 é um ano inesquecível

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagemCinco músicas que são covers, mas você certamente acha que são as versões originais


Stamp

Africa: músicos são demitidos por mensagens de Whats App

Por Willba Dissidente
Fonte: Pablo Guerra no facebook.
Em 04/06/15

Se antes o leão africano rugia com a fúria e a málica do Heavy Metal aliado ao Hard Rock oitentista, agora os urros são de raiva. Formada em 2011 na cidade de Buenos Aires, capital da Argentina, a banda AFRICA vinha conquistando novos fãs por onde se apresentava ao vivo e vinha gozando de boa receptividade do novo disco "Rendirse Jamás", que foi lançado em março de 2015. Quem pensava, porém, que o grupo que cantava a amizade, mensagens positivas e valores boêmios vivia em festa, decepcionou-se com ocorridos recentes.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

AFRICA durante a gravação do vídeo Seguir Intentando, que permanece inédito
AFRICA durante a gravação do vídeo Seguir Intentando, que permanece inédito

Em nota publicada no dia 28/03 do presente ano, o guitarrista Hernan Chavez dizia que a banda mudaria, novamente, de formação "para se tornar mais profissional", saindo o vocalista Pablo Guerra e o baterista Hugo Gomez. Nada mais se falou até que o cantor publicasse em sua página no facebook, dois dias depois, a versão dos demitidos. "Não fariamos qualquer comentário", começa Guerra, "mas as mentiras escritas pelo covarde na página da banda nos levaram a isso". Referindo-se ao guitarrista, "este indivíduo com ego exacerbado, nenhum código de valores, registrou letras escritas por mim em seu nome, fingiu-se colocar-se de chefe, mandando-nos embora como se fôssemos empregados e quando quisermos deixar claro que nós trabalhamos em equipe e não obedecemos ordens, a primeira coisa que fez foi DESPEDIR-NOS POR MENSAGEM DE TEXTO, demonstrando o covarde, mentiroso e especulador que é".

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Chaves defendeu-se na página oficial do AFRICA explicando que desde o começo a banda possui o nome dele, indicando que se tratava de um projeto pessoal, tal qual Ritchie's Blackmore RAINBOW. O guitar hero ainda indicou que os músicos foram demitidos por o desagradar de alguma maneira, sendo que gravaram o disco sem gastar uma mango (equivalente argentino ao tostão) no estúdio, que fizeram concertos, gravações de vídeo, entrevistas em rádio todas conseguidas por ele mesmo e a que banda seguiria como seu projeto.

Um dos últimos concertos do AFRICA com a formação que registrou o disco Rendisre Jamas
Um dos últimos concertos do AFRICA com a formação que registrou o disco Rendisre Jamas

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Porém, infelizmente, em 01 de junho de 2015, as páginas da banda AFRICA no facebook e no youtube foram apagadas, restando somente os sites feitos antes da entrada de Guerra e Gomez no grupo. Uma tentativa de apagá-los no legado do AFRICA? "O mais triste é que as canções 'En Camino' que escrevi a meu filho Valentin y 'Abro mis ojos' dedicado a meu cunhado Daniel ficaram registrados como se fossem propriedade de Chaves", lamenta o cantor.

O baixista Facundo Lloveras, que tecnicamente continua na banda, não se pronunciou sobre o assunto.

Como toda participação da atual formação foi apagada da internet, inclusive os vídeos gravados, confira uma canção do debut do AFRICA, com Maxy Maciel e Walter Quiroga na voz e baixo, respectivamente.

https://soundcloud.com/africarockk/no-me-olvides

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

AFRICA:
Hernán Chaves - Guitarra
Pablo Guerra - Voz
Hugo Gomez - Bateria
Facundo Lloveras - Baixo

Discografia:
Safari (Cd, 2013)
Rendisre Jamas (Cd, 2015)

Sites relacionados (em castelhano):
http://africarockk.wix.com/africa
https://soundcloud.com/africarockk

NOTA DO AUTOR: Willba Dissidente, que é amigos de todos no AFRICA, lamenta toda essa situação e espera que a banda pode entrar em acordo para continuar "adelante en el carretera del Hard Metal" e reitera que ainda gostaria muito de resenhar os discos do grupo.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

In-Edit
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Willba Dissidente

Willba Dissidente é fã das bandas de hard rock dos anos 70 e 80 e de metal oitentista dos mais variados países. Quem quiser saber mais deve acessar seu canal no youtube. Obrigado! Stay Hard (True As Steel)!

Mais matérias de Willba Dissidente.