Ghost: você ainda precisa de gravadora, não escute Radiohead e U2

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Em uma nova entrevista com o Music Feeds da Austrália, um dos músicos da banda sueca GHOST, foi perguntado se ele e seus companheiros de banda se enxergam em batalha com o atual estado da indústria da música, ele respondeu.

U2: perfil da banda nas redes sociais posta #EleNão e #ForaSallesCapas de álbuns: 30 das piores artes da história

"Eu não colocaria dessa forma. Depende do que você quer dizer com indústria da música. Quero dizer, por um lado, estamos entre as muito poucas bandas que de fato vendem discos, o que me deixa extremamente grato. Eu realmente respeito o fato de que alguém sai de casa e compra um disco - é um grande elogio esses dias. Nós nunca poderíamos fazer isso sem a ajuda da indústria da música, porque temos uma concepção errada esses dias, especialmente entre as bandas que nunca chegaram lá, que você pode fazer sucesso sem uma gravadora - grande ou pequena, tanto faz, mas você ainda precisa de ajuda de outros e, infelizmente, nos últimos anos, muitas bandas de estratosferas completamente diferentes conseguiram fazer as pessoas acreditarem que você pode fazer isso sem uma gravadora."

Ele continua: "Você sabe, RADIOHEAD e U2 [risos] não olhe para essas bandas, porque eles obviamente vendem milhões de discos de qualquer forma. Eles podem dar um disco de graça como se fosse nada. Eles já tem zilhões de dólares e ainda podem fazer centenas de shows para gerar outros milhões também, então é bem triste que eles espalhem essa falsa esperança entre as bandas de que você pode foder com a indústria. Por outro lado, eu definitivamente acho que somos uma banda, em algum sentido, parte da música contemporânea."

O músico conclui: "Eu não quero declarar uma guerra, mas espero que possamos mudar ou que possamos ajudar na mudança desse clima da cena do rock, porque estou bem cansado do emo e da merda do metalcore que está infestando a cena nos últimos 20 anos. Odeio isso do fundo do meu coração."




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Ghost"Todas as matérias sobre "Radiohead"Todas as matérias sobre "U2"


U2: perfil da banda nas redes sociais posta #EleNão e #ForaSallesU2
Perfil da banda nas redes sociais posta #EleNão e #ForaSalles

Billboard: As bandas mais bem pagas desde 1990Billboard
As bandas mais bem pagas desde 1990

Dia dos Pais: músicos em homenagem aos seus filhosDia dos Pais
Músicos em homenagem aos seus filhos

Dia das mulheres: 10 músicas do U2 para comemorar a data!Dia das mulheres
10 músicas do U2 para comemorar a data!


Capas de álbuns: 30 das piores artes da históriaCapas de álbuns
30 das piores artes da história

Musas do Metal: confira as 10 mais lindas atualmenteMusas do Metal
Confira as 10 mais lindas atualmente

Kiss: a mais longa e reveladora entrevista de Eric SingerKiss
A mais longa e reveladora entrevista de Eric Singer

Metal: Mapa revela os países com mais bandas do estiloMetal
Mapa revela os países com mais bandas do estilo

Notas altas: as dez mais impressionantes do Heavy MetalNotas altas
As dez mais impressionantes do Heavy Metal

About.com: Os melhores discos de Metal até maio de 2014About.com
Os melhores discos de Metal até maio de 2014

Scott Ian: os discos do Big 4 que ele mais gostaScott Ian
Os discos do Big 4 que ele mais gosta


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336