Mike Portnoy: o cara trabalha pra kct, será que ganha bem?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Bruce William, Fonte: Blabbermouth
Enviar correções  |  Comentários  | 

Em conversa com a Music Business Facts australiana, Mike Portnoy falou sobre a questão da grana no ramo musical, e explicou como se vê em termos de estabilidade financeira, confira abaixo um trecho.

938 acessosRio Rock City: Mike Portnoy e a carreira depois do Dream Theater5000 acessosSasha Grey: sua real paixão pela música de atitude e sua coleção de vinil

Sobre a fonte de renda das bandas nos dias de hoje vir principalmente de shows ao vivo:

"Sim, a maioria dos músicos ganha dinheiro na estrada. Merchandise é uma grande fonte. Não rola muito dinheiro com discos. Quando eu estava no Dream Theater tínhamos orçamento de 700 mil por álbum ou coisa parecida. Isto não existe mais, e felizmente não precisamos mais disso tudo hoje em dia, pois você pode ter um estúdio caseiro e fazer um excelente trabalho gastando vinte mil dólares que vai soar tão bom quanto qualquer outro. Então não existem mais gravadoras dispostas a gastar fortunas com gravações, esta época passou. Então os músicos hoje em dia tem que fazer grana na estrada... excursionar, vender merchandise onde quer que você esteja, onde quer que você possa achar um meio de capitalizar"

Se financeiramente falando ele está bem de vida.

"Bem, isto é subjetivo. Não sei dizer. Acho que tenho uma vida confortável, graças a Deus, mas não aconteceu do dia pra noite. Estou na ativa há trinta anos, então acumulei algo após anos de trabalho pesado. Sou um dos bateristas mais trabalhadores que existem no mundo. Trabalhei duro pra conquistar o que tenho. E tenho mulher e dois filhos. Minha filha está na escola. Então eu trabalho pesado, e felizmente posso dar conforto para eles. Mas é tudo... não sei como explicar, é tudo meio proporcional. Sim, eu estou muito bem comparado com bandas mais novas, principalmente do metal e no prog, mas se você me comparar com um pop star ou um rapper famoso ou um atleta top eu levo uma vida modesta. Então é tudo relativo. É esta a palavra que eu queria achar. É tudo muito relativo".

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 29 de novembro de 2015

Mike PortnoyMike Portnoy
O que ele acha sobre "estar em muitas bandas"?

938 acessosRio Rock City: Mike Portnoy e a carreira depois do Dream Theater965 acessosDream Theater: Images and Words conquistando gerações após 25 anos0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Dream Theater"

Mike PortnoyMike Portnoy
"Levando um pedacinho do Jimmy comigo na estrada"

Mike PortnoyMike Portnoy
"Sou um dos músicos incompreendidos"

Mike PortnoyMike Portnoy
Não ligo para a técnica, sou da escola Keith Moon/Lars Ulrich

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Mike Portnoy"0 acessosTodas as matérias sobre "Dream Theater"

Sasha GreySasha Grey
Sua real paixão pela música de atitude e sua coleção de vinil

Câncer na línguaCâncer na língua
Outros cinco músicos que sofreram deste mal

Tom GrossetTom Grosset
O mais rápido baterista do mundo segundo o Guinness

5000 acessosChester Bennington: a tocante carta que ele escreveu para Chris Cornell5000 acessosBlack Sabbath: um Tony Iommi que você não conhecia5000 acessosGuns N' Roses x Nirvana: o que ocorreu em 1992?5000 acessosKrisiun: banda lista os 5 picos mais demoníacos do Brasil5000 acessosBlack Sabbath: 10 ótimas músicas sem Ozzy ou Dio nos vocais5000 acessosNa teoria: e se Bruce defendesse Ozzy em questão judicial?

Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online