Steven Adler: ver Frank Ferrer tocar suas músicas partiu o seu coração

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Igor Miranda
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 25/02/17. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Em uma recente entrevista para o programa de rádio de Eddie Trunk, o baterista Steven Adler disse que ver Frank Ferrer tocar as músicas dos primeiros discos do Guns N' Roses "partiu" o seu coração.

5000 acessosRock in Rio: quando Axl e Medina comeram macarronada com o povão5000 acessosBeatles: tocando "Stairway To Heaven" no YouTube?

Adler começou a entrevista falando sobre o quão mágica foi a semi-reunião da formação clássica do Guns N' Roses. Em tais ocasiões, só faltou a presença de Izzy Stradlin para fechar o quinteto que gravou "Appetite For Destruction" e "Lies".

Depois, Adler disse: "Foi difícil, porque eles me queriam para tocar uma ou duas músicas, e eu estava do lado do palco vendo Frank, que é um cara incrível e um ótimo baterista, tocar minhas músicas enquanto estou lá. Eu pensava, 'Cara, por que você não me deixa tocar? Estou aqui, me deixe tocar'".

Ele também falou da "magra" função que teve em casa ocasião. "Foi muito difícil. Na América do Sul, viajei 24 mil quilômetros para tocar uma música em cada noite. Foi muito para mim", afirmou.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 25 de fevereiro de 2017

Rock in RioRock in Rio
Quando Axl e Medina comeram macarronada com o povão

377 acessosGilby Clarke: novo disco solo terá participação de Nikki Sixx192 acessosEpisódio Wikimetal: Esquenta para o SP Trip0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

Deuses do MetalDeuses do Metal
O tempo passa para (quase) todos eles

Guns N RosesGuns N' Roses
10 anos depois, Axl explica tour cancelada

Guns N RosesGuns N' Roses
Bumblefoot conta como chegou à banda

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"0 acessosTodas as matérias sobre "Steven Adler"

BeatlesBeatles
Tocando "Stairway To Heaven" no YouTube?

HumorHumor
Você está ouvindo rock progressivo demais quando...

Bon JoviBon Jovi
Chocando companheiros de banda com confissão

5000 acessosIron Maiden: como soa a voz de Bruce Dickinson isolada?5000 acessosTamanho é documento?: os Rock Stars mais altos e baixos5000 acessosSeparados no nascimento: Geddy Lee e Marquito do Ratinho5000 acessosNirvana: Kurt Cobain e a visita a GG Allin na prisão5000 acessosKing Diamond: As memórias de um professor de História5000 acessosSteve Grimmett: divulgada primeira foto após a amputação da perna

Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013 – apesar de ainda manter por lá uma coluna semanal, chamada Cabeçote.

Mais informações sobre Igor Miranda

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online