Matérias Mais Lidas

imagemO hit da Legião Urbana cuja letra fala sobre esperança de Renato em se curar da AIDS

imagemO clássico dos Paralamas do Sucesso que Lobão acusou de plágio

imagemFãs de Stranger Things do Tik Tok querem cancelar o Metallica

imagemPrika: "Já esperava saída da Fernanda, mas só em longo prazo e não naquele momento"

imagemPodcast diz que prática comum no black metal hoje seria "coisa de esquerdomacho"

imagemA canção do Rush que tira sarro de balada clássica do Kiss

imagem"Babá de Artista" do Rock in Rio diz que Iron Maiden não dá trabalho e são "gentleman"

imagemIngressos para o Wacken 2023 se esgotam em tempo recorde

imagemA lenda do Rock que se arrepende de nunca ter dormido com Jimi Hendrix

imagemBlack Sabbath: Ozzy e Iommi sobem ao palco para tocar clássicos na final do Commonwealth

imagemNando Reis e a enigmática música que ele queria usar para seduzir Marisa Monte

imagemO hit dos Engenheiros do Hawaii com citação de canção soviética sobre defender a pátria

imagem"Farsa" da Mobile Fidelity abre crise no conceito de "áudio puramente analógico"

imagemDinho lembra quando entrevistou Robert Plant sem poder falar sobre Led Zeppelin

imagemTom Morello explica por que o RATM se reúne, mas não lança novas músicas


Dream Theater 2022

Amon Amarth: show em Fortaleza quase foi cancelado pela prefeitura

Por Leonardo Daniel Tavares da Silva
Fonte: Gallery Productions
Em 05/06/17

Muitas pessoas ficaram sem entender o que aconteceu no final do show do ABBATH, no Complexo Armazém, no sábado passado. O show dos noruegueses foi interrompido antes da última música e o show dos suecos do AMON AMARTH por pouco não deixou de acontecer em Fortaleza. O quinteto sueco capitaneado por Johan Hegg era a atração principal da noite no Complexo Armazém, nas proximidades do Centro Cultural Dragão do Mar. Acontece que a Prefeitura de Fortaleza vem intensificando as fiscalizações da Lei do Silêncio, o que já há algum tempo vem causando protestos de músicos, que tem tido shows interrompidos e seu material apreendido.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Segundo a produtora local, Gallery Productions, que estava trabalhando no apoio ao evento, na noite de sábado, 3 de junho, enquanto acontecia o show da banda ABBATH, que tem aberto todos os shows do AMON AMARTH no Brasil, dois policiais, um oficial de justiça e vários fiscais da prefeitura compareceram ao local alegando que o som estava muito alto e queria acabar com o show por este motivo. A produtora afirma que o som estava normal e além disso, o local do show não é uma área residencial, mas é um clube nos arredores de um equipamento cultural, como várias outras casas de shows e restaurantes que coexistem no ecossistema do Dragão do Mar. A Liberation, produtora responsável por toda a turnê, resolveu tirar o ABBATH do palco. Isto aconteceu quando só faltava mais uma música, mas foi uma ação tomada para ajudar a resolver a questão e evitar que algo pior acontecesse. Felizmente, a ação das duas produtoras evitou o cancelamento do show.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O Sindicato dos Músicos do Ceará tem tentado convencer a Prefeitura a reformar a chamada "Lei do Silêncio". Segundo publicidade do Sindicato eles apoiam a Lei, mas apontam a necessidade de reforma para coibir excessos, como o que poderia ter acontecido na noite de sábado, deixando milhares de headbangers frustrados. No dia 30 de maio, inclusive, músicos, produtores e outros envolvidos em eventos participaram de audiência pública na Câmara dos Vereadores, lotando a casa. Para quem vive em Fortaleza, a impressão que fica é que igrejas evangélicas, em áreas residenciais ou não, no entanto, parecem estar imunes à Lei.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

A resenha do show do ABBATH e do AMON AMARTH você confere amanhã aqui no Whiplash.net.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Amon Amarth divulga seu novo álbum de estúdio, "The Great Heathen Army"; ouça aqui

Amon Amarth divulga "The Great Heathen Army", faixa-título de seu próximo álbum

De Amon Amarth até Scorpions, 22 ótimas músicas lançadas no primeiro semestre de 2022

Próximo álbum do Amon Amarth será lançado em agosto; confira capa, tracklist e música

Nicolas Cage: filho queria muito apresentar Amon Amarth ao pai

Suécia: 20 bandas de metal que não são nem de Gotemburgo, nem de Estocolmo

Amon Amarth: "é impossível viver de música hoje em dia"

Metallica: a letra que fez Hammett e Hetfield chorarem

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?


Sobre Leonardo Daniel Tavares da Silva

Daniel Tavares nasceu quando as melhores bandas estavam sobre a Terra (os anos 70), não sabe tocar nenhum instrumento (com exceção de batucar os dedos na mesa do computador ou os pés no chão) e nem sabe que a próxima nota depois do Dó é o Ré, mas é consumidor voraz de música desde quando o cão era menino. Quando adolescente, voltava a pé da escola, economizando o dinheiro para comprar fitas e gravar nelas os seus discos favoritos de metal. Aprendeu a falar inglês pra saber o que o Axl Rose dizia quando sua banda era boa. Gosta de falar dos discos que escuta e procura em seus textos apoiar a cena musical de Fortaleza, cidade onde mora. É apaixonado pela Sílvia Amora (com quem casou após levar fora dela por 13 anos) e pai do João Daniel, de 1 ano (que gosta de dormir ouvindo Iron Maiden).

Mais matérias de Leonardo Daniel Tavares da Silva.