Dave Grohl: "Roots foi uma referência para o Foo Fighters durante 10 anos"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Francisco Silva Júnior, Fonte: Blabbermouth.net
Enviar correções  |  Comentários  | 

Na última edição da revista britânica Mojo, o ex-baterista do NIRVANA e atual frontman do FOO FIGHTERS Dave Grohl falou sobre os álbuns e músicas que marcaram a sua vida e moldaram sua criatividade musical — uma lista que inclui lançamentos fundamentais de THE BEATLES, HÜSKER DÜ, AC/DC, 10CC, SEPULTURA e BAD BRAINS.

210 acessosPra conhecer: Death Metal latino americano5000 acessosDream Theater: o vacilo na capa de "A Dramatic Turn of Events"

Falando sobre álbum "Roots" (1996) do SEPULTURA, Grohl contou à revista: "Quando eu era jovem, meu melhor amigo era Jimmy. Nós descobrimos música juntos, mas fomos por caminhos diferentes por volta da época que eu descobri DEVO e ele descobriu LOVERBOY. Não é exatamente uma rua de dois sentidos. Então enquanto eu estava comprando meus singles do GBH, Jimmy comprou um álbum do METALLICA. Três semanas depois, Eu peguei o telefone celular: "Cara, foda-se aqui e agora". Ele tinha acabado de conseguir o cassete de "Kill 'Em All" (METALLICA). Foi aí que eu e Jimmy nos encontramos musicalmente de novo. Em um determinado momento, ele descobriu o SEPULTURA — 'Arise' foi o primeiro disco que ele conseguiu. Eu amei a banda. A primeira vez que eles tocaram em Seattle, eles estavam simplesmente furiosos. Não era a estética típica do heavy metal; havia dreadlocks por todo lado e as guitarras eram afinadas em tons muito baixos. Krist Novoselic (baixista do NIRVANA) começou a ouvir a banda também, e em um determinado momento nós pensamos na ideia do SEPULTURA abrir pro NIRVANA. Isso nunca aconteceu... Então 'Roots' chegou, produzido por Ross Robinson e mixado por Andy Wallace: em termos de som, o álbum mais poderoso que eu já tinha ouvido. Todo o resto parecia um peido de uma pulga. Aquele álbum tornou-se a referência para cada álbum de estúdio que o FOO FIGHTERS gravou durante dez anos. "Isso parece muito bom, mas veja se ele está próximo do álbum do SEPULTURA..." Não há como chegar perto daquilo. Mas isso nos trazia uma perspectiva - o peso. O que você está fazendo? Está tudo bem, mas isso é pesado."

O apreço de Grohl pelo SEPULTURA fez com que ele chamasse o ex-líder da banda, Max Cavalera, para participar do aclamado álbum de estreia de seu projeto PROBOT, que foi lançado em fevereiro de 2004 pela Southern Lord Records. Mais recentemente, Grohl escreveu o prefácio para a autobiografia de Max, "My Bloody Roots: From Sepultura To Soulfly And Beyond".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 13 de setembro de 2017

Max CavaleraMax Cavalera
"Roots mudou a forma de gravar discos de metal"

210 acessosPra conhecer: Death Metal latino americano2095 acessosGrohl: álbum do Sepultura foi guia para Foo Fighters por 10 anos882 acessosSepultura: Visões Mórbidas Previram Próspero Futuro1343 acessosSepultura: show no Rock in Rio terá participação da Família Lima0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Sepultura"

SepulturaSepultura
Derrick Green fala sobre vegetarianismo e direitos dos animais

SepulturaSepultura
Fãs das antigas querem algo que nunca mais vai acontecer

Andreas KisserAndreas Kisser
"Sem o Slayer, o Sepultura não teria sido possível"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Foo Fighters"0 acessosTodas as matérias sobre "Sepultura"

Dream TheaterDream Theater
O vacilo na capa de "A Dramatic Turn of Events"

ManowarManowar
O dia em que a banda arregou pro Twisted Sister

Avenged SevenfoldAvenged Sevenfold
"The Rev" dizia que não passaria dos 30

5000 acessosAC/DC: as 10 melhores músicas da banda com Bon Scott5000 acessosArnaldo Jr: Colecionador de ítens relacionados ao Metallica5000 acessosDave Mustaine: Kiko é o primeiro que me intimida desde Friedman5000 acessosDia Mundial do Rock: jogadores do grêmio passam vergonha!5000 acessosGuns N' Roses: O caminho até o recomeço5000 acessosZakk Wylde: "Quer parar de beber? Então pare, porra!"

Sobre Francisco Silva Júnior

Francisco nasceu e mora em Natal/RN. Escuta rock desde 1996, quando ouviu o disco “Dois” da Legião Urbana. A partir daí, não parou mais. Ouvia bastante Nirvana, Pearl Jam, Alice In Chains, Silverchair e outras, quando mais jovem. É engenheiro de computação e trabalha como professor do serviço público federal. Atualmente, dedica algumas horas de seu tempo como vocalista e guitarrista de uma banda. Curte todos os estilos e sub-estilos do rock e do metal, mas hoje em dia, tem preferência por jovens bandas britânicas como Oasis, Radiohead, Muse, Keane e Arctic Monkeys.

Mais matérias de Francisco Silva Júnior no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online